Análise SWOT ou Matriz BCG? Entenda a diferença e coloque em prática

Saiba a diferença entre a Análise Swot e a Matriz BCG e como elas podem contribuir para o sucesso da sua empresa.

09/Jun/2022
Empreendedorismo

Uma das melhores maneiras de conhecer a fundo a sua empresa é pela Análise Swot. Embora muito famosa, grande parte dos empreendedores e gestores não entende a importância e vantagem de utilizá-la. 

Conhecida também como FOFA, a Swot é uma ferramenta que analisa os ambientes internos e externos de uma empresa e todas as influências que podem afetar ou alavancar o sucesso do negócio. Trata-se de uma das melhores opções para apoiar o planejamento estratégico e o crescimento da empresa. 

Por meio dela os empreendedores e gestores conseguem conhecer mais a fundo o negócio e, também, o mercado em que está presente. Agora, você verá o que é Análise Swot, como fazer e qual a diferença com a Matriz BCG, outra ferramenta muito utilizada nas empresas. Vamos lá!

O que é análise SWOT? 

A análise Swot  é uma ferramenta utilizada no planejamento estratégico e na gestão de projetos. Seu objetivo é analisar os cenários e fundamentar as tomadas de decisões. Normalmente, é usada pelos negócios antes de executar algum projeto de impacto. 

Essa análise oferece um diagnóstico completo da situação da empresa e dos ambientes que estão à sua volta, de forma que a ajude a correr menos riscos e aproveitar da melhor maneira as oportunidades.

 

Swot ou FOFA é uma sigla das palavras:  

  • Strengths (Forças);
  • Weaknesses (Fraquezas);
  • Opportunities (Oportunidades);
  • Threats (Ameaças). 

Em conjunto, esses elementos identificam e demonstram quais são as análises realizadas pelo negócio. As forças e as fraquezas representam análise do ambiente interno, ou seja, os pontos positivos e negativos do negócio ou do projeto que o empreendedor ou gestor deseja executar. 

Trata-se de pontos que, na maioria das vezes, estão sob controle do negócio e podem ser mudados por ela, ao contrário do ambiente externo. Nele são analisadas as oportunidades e ameaças. Elas estão ligadas à análise do mercado, fornecedores, concorrentes e até mesmo o macroambiente que contempla questões políticas, econômicas, sociais e culturais que podem afetar a empresa. 

Com a análise Swot, você consegue olhar para fora e para dentro do negócio, considerando os pontos positivos e negativos, facilitando entender os cenários e ajudando na tomada de decisões ainda mais estratégicas.

Qual é a finalidade da análise SWOT?

A análise Swot tem como função servir de base para tirar os planos do papel. Essa ferramenta ajuda a planejar e implementar, de forma segura, qualquer tipo de projeto, traçando estratégias com maiores chances de sucesso. 

Ainda, a Swot é muito utilizada por empresas que estão dando os primeiros passos no mercado, lançando novos produtos e serviços ou, então, entrando em novos segmentos. Mas ela também pode ser utilizada em planejamento e desenvolvimento pessoal. 

Independente do projeto em que for aplicada, a análise Swot sempre ajudará na tomada de decisões mais acertadas. Isso porque ela traz todos os dados e informações importantes para criar estratégias mais seguras ou, conforme os resultados obtidos, demonstrar a inviabilidade de um projeto. 

Quando você olha para o ambiente interno, consegue conhecer a fundo o negócio, identificando quais fatores positivos podem ser reforçados e indicar o que está funcionando. E quando olha para as fraquezas, pode entender o que precisa ser melhorado ou controlado para que o projeto tenha os resultados esperados.

Já quando olha para o ambiente externo, consegue perceber os fatores que não podem ser controlados diretamente, mas que mesmo assim precisam estar preparados.

Assim como a análise das oportunidades, vai servir para ajudar a gerar insights que você, provavelmente, não tinha percebido antes. E na questão de ameaças externas, você conseguirá se antecipar e criar medidas que não prejudiquem de nenhuma maneira o seu projeto.

Quais os benefícios em utilizar a SWOT no seu negócio?

Além de oferecer uma visão geral e um conhecimento mais aprofundado da empresa, a Análise Swot oferece ainda outras vantagens que vão fazer toda a diferença no sucesso e crescimento do negócio. 

Entre os benefícios de utilizar essa ferramenta estão: 

  • melhorar os produtos e serviços;
  • posicionar-se estrategicamente no mercado;
  • criar e desenvolver insights para resolver problemas;
  • analisar estratégias e ações já realizadas;
  • oferece vantagens competitivas;
  • facilitar a criação de novos produtos;
  • facilitar a tomada de decisão, tornando-as mais estratégicas;
  • ajudar a compreender e priorizar as ações que devem ser realizadas.

Como fazer análise SWOT em 6 passos?

Até aqui, você já viu o que é a Análise Swot e os principais benefícios de utilizá-la em seu negócio. Agora, confira o passo a passo da análise e como fazer:

  • Defina quais são suas forças internas;
  • Determine quais são as suas fraquezas internas;
  • Verifique quais oportunidades externas o seu negócio pode aproveitar;
  • Liste quais são as ameaças externas que podem prejudicar o seu negócio;
  • Depois disso, monte um quadro para cruzar as informações. O quadro deve conter todas as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças.

Conforme a imagem abaixo: 

(fonte da imagem sugerida)

Após montar e preencher o quadro, faça a correspondência entre os pontos, considerando:

  • as forças potencializam as oportunidades;
  • as forças combatem as ameaças;
  • as fraquezas prejudicam as oportunidades;
  • as fraquezas potencializam as ameaças.

 

Para elucidar todas essas informações, considere este exemplo de Análise Swot

Um gerente de hotel resolveu fazer a análise e encontrou as seguintes informações:

  • Forças: localização do negócio, boa infraestrutura interna que possibilita realizar muitas atividades no espaço; gastronomia classificada como nota 10.

  • Fraquezas: altos custos operacionais e atendimento que precisa melhorar.

  • Oportunidades: olimpíadas que acontecerão em breve e alta do dólar.

  • Ameaças: temporada de grandes tempestades e fragilidade do transporte público.

Com base nas informações coletadas na Swot, o gerente desenvolveu o seguinte plano de ação estratégica:

  • Aproveitar a alta do dólar para criar pacotes internacionais com valores que compensam a questão dos altos custos operacionais;

  • Aproveitar a força da gastronomia e das atividades que podem ser realizadas no ambiente interno para atrair novos hóspedes que, de alguma forma, podem se sentir prejudicados pelas grandes tempestades e transporte fragilizado;

  • Desenvolver um programa para capacitar os colaboradores, diminuindo a fraqueza do atendimento e aproveitando a Olimpíada que se aproxima.

E a Matriz BCG? Entenda o que é e para que serve

A Matriz BCG é uma maneira de comparar os diferentes produtos ou serviços do negócio. Para tanto, ela se baseia no volume, participação e crescimento de mercado. Ainda, seu objetivo é tornar a tomada de decisão estratégica mais adequada e personalizada de acordo com cada produto ou serviço analisado.

Nesse sentido, serve para identificar, através de uma análise gráfica, quais são os produtos ou serviços que tiveram boa performance e que devem ser mantidos ou quais demandam de mais esforço, porém não geram os resultados esperados.

Além disso, a BCG pode ser muito útil para os empreendedores que comercializam vários tipos de produtos ou serviços e precisam decidir quais devem ganhar mais investimentos e quais provavelmente não valem mais tanto a pena receber tal incentivo. 

Para ajudar, ela classifica esses produtos da seguinte forma: 

  • Vaca leiteira: são os produtos ou serviços que já estão consolidados e que chegaram no limite, pois já têm alta participação, mas baixo crescimento de mercado;
  • Estrela: os produtos presentes neste quadrante têm alta participação de mercado e grande possibilidade de crescimento. Assim, podemos dizer que os produtos classificados como estrela têm muito potencial e bom espaço no mercado;
  • Interrogação (?): os produtos deste quadrante precisam de mais atenção. Isso porque o crescimento deles no mercado é alto, mas a sua participação ainda é baixa. Logo, eles não estão conseguindo desenvolver toda sua capacidade. Nesse caso, talvez seja preciso reservar um incentivo financeiro maior, fazendo com ele possa se tornar uma estrela;
  • Abacaxi: esse é o quadrante que caracteriza um problema para o negócio. Aqui, estão classificados os produtos que têm baixa participação no mercado e, também, baixa taxa de crescimento. Nesse momento, o empreendedor deve se perguntar se realmente vale a pena continuar investindo nesse produto ou se é necessário direcionar os investimentos para um de maior potencial.

Qual é a diferença entre a análise SWOT e a matriz BCG?

A Matriz BCG serve para demonstrar, em diferentes ciclos, um novo posicionamento dos produtos ou serviços do negócio, apresentando as evoluções e quedas, facilitando, assim, a tomada de decisões para o planejamento e planos de ações.

Já a análise Swot é utilizada para identificar quais melhorias devem ser feitas na empresa, considerando os pontos fracos, fortes, oportunidades e ameaças que o negócio pode enfrentar. Com a análise completa, fica mais fácil entender o cenário em que a empresa está e desenvolver um planejamento e um plano de ação mais assertivos.

Ademais, existem inúmeras vantagens relacionadas ao uso dessas ferramentas para tomada de decisão presente no planejamento estratégico de um negócio. Com certeza, elas ajudarão na formulação de estratégias mais competitivas e no gerenciamento correto do portfólio de produtos e serviços.

Para os negócios de qualquer tamanho, essas ferramentas são fundamentais. Afinal, elas servem como base para analisar as situações, os produtos e os mercados almejados antes de, definitivamente, entrarem neles.

Faça um planejamento estratégico assertivo

Para um negócio, de qualquer tamanho, o ciclo de melhorias nunca acaba. Afinal, como melhorar os resultados, atingir novas metas e desenvolver novas soluções sem melhorar os processos, não é mesmo?

O planejamento serve exatamente para isso. Então, após basear e traçar planos de ações, para desenvolvê-los da melhor maneira, use a Análise Swot e a Matriz BCG, que apesar de terem algumas diferenças são ferramentas feitas para facilitar a tomada de decisão. Além disso, quando utilizadas da forma correta, podem alavancar muito os resultados do planejamento estratégico da empresa. 

Para conhecer mais sobre planejamento estratégico, aprender como desenvolvê-lo e aproveitar todas as vantagens que ele oferece para o seu negócio, conheça o curso de planejamento estratégico da Omie.

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas