Calcular imposto: saiba como o sistema ERP pode facilitar este serviço

Precisa de ajuda para calcular imposto? Entenda como o sistema ERP pode te ajudar e facilitar essa tarefa.

16/Mar/2022
Contabilidade

Calcular imposto é uma tarefa consideravelmente difícil, principalmente para quem tem muitos clientes e precisa dar conta deste serviço dentro do prazo já preestabelecido. 

Como os pagamentos são uma obrigação tributária, MEIs, pessoas jurídicas e empresas que não cumprem podem sofrer graves problemas com a legislação. Pensando em ajudar a simplificar essa tarefa, preparamos este artigo, onde você vai aprender como o sistema ERP pode te auxiliar com isso!

Quais são os tipos de impostos? 

São coletados dos cidadãos e de empresas diversos tipos de impostos, uns embutidos em produtos e serviços, enquanto outros são diretamente coletados do contribuinte, como o IPVA e IPTU. 

Veja a seguir quais são os principais tipos de impostos:

Impostos Federais

Os impostos federais têm a maior lista de arrecadação, sendo destinados ao governo, com o objetivo de financiar setores como educação, saúde, infraestrutura, entre outros. Sendo assim, os impostos coletados são:

  • IRPF - Imposto de renda ou imposto de rendimento, é incidido sobre a renda das pessoas físicas;
  • IRPJ -  Imposto de renda ou imposto de rendimento, é incidido sobre a renda das pessoas Jurídicas;
  • Imposto sobre importação (II) - É um tributo alfandegário para quem traz mercadorias de fora do país;
  • IOF - O Imposto sobre Operações Financeiras é cobrado há operações financeiras como empréstimos, ações, financiamentos, câmbio e entre outros; 
  • IPI -  Imposto sobre Produtos Industrializados cobra uma taxa das indústrias em cima de seus produtos fabricados. Este imposto é pago pelas indústrias, mas é repassado para o comprador final, no preço do produto;
  • ITR - O Imposto de territorial rural é similar ao IPTU, mas é cobrado em propriedades rurais com área maior que 30 hectares; 
  • CIDE - As Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico são cobradas sobre gás natural e seus derivados, sobre o álcool de combustível e petróleo; 
  • COFINS -  A Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social é cobrada das empresas com base nas receitas brutas. Este imposto é utilizado para financiar a previdência, saúde e assistência social dos trabalhadores;
  • CSLL - A Contribuição Social sobre o Lucro Líquido é uma cobrança realizada sobre o valor líquido da renda, antes da declaração final do IRPF. 
  • IRRF - Imposto de Renda Retido na Fonte, essa é uma obrigação tributária destinada à Receita Federal que pode ser cobrada tanto de pessoas físicas (PF) quanto de pessoas jurídicas (PJ).

Impostos Estaduais

Os impostos estaduais são destinados ao financiamento de serviços públicos. O valor arrecadado é administrado pelo governo estadual e é aplicado em nível estadual na construção e reformas de escolas, faculdade, rodovias entre outras necessidades de infraestrutura. Os impostos arrecadados são:

  • IPVA - O Imposto sobre a propriedade de veículos automotores é uma taxa cobrada dos proprietários de veículos automotores;
  • ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, este imposto arrecada dinheiro por taxas de transporte interestadual e intermunicipal de mercadorias;
  • ITCMD - O Imposto de transmissão causa mortis e doação é incidido sobre a herança ou doação, caso a pessoa receba alguma. 

Impostos Municipais

Os impostos municipais são destinados, como o próprio nome diz, aos municípios, tais como: 

  • IPTU -  O Imposto Predial e Territorial Urbano é uma taxa cobrada sobre as propriedades urbanas;
  • ISS - Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza, é um imposto arrecadado de empresas ou profissionais autônomos.
  • ITBI - O Imposto sobre a transmissão de bens imóveis é arrecadado sobre a compra e venda de imóveis.

Extra: Imposto de renda 

O imposto de renda é um tributo obrigatório que é pago todos os anos, cobrado pelo governo e está relacionado com quanto a pessoa ganha. Quem não paga o imposto pode receber multas e até mesmo ser acusado de sonegação fiscal.

Segundo o Ministério da Fazenda, a intenção com o recolhimento do imposto é melhorar e desenvolver novos serviços públicos, que são realizados nos municípios, cidades e estados para beneficiar a população de forma geral. Nesse sentido, seu pagamento serve para subsidiar as despesas dos serviços prestados e também pagar os servidores públicos. 

O imposto de renda pode ser identificado por duas siglas: IRPF (Imposto de Renda para Pessoa Física) e IRPJ (Imposto de Renda para Pessoa Jurídica). 

Os valores cobrados no IRPF e IRPJ são utilizados pelo governo federal e são destinados para a realização de investimentos. Entre eles, estão obras de:

  • infraestrutura;
  • educação;
  • saneamento básico;
  • programas assistenciais.

A Receita Federal é a responsável por coletar o imposto tanto de pessoas físicas quanto jurídicas. 

Atualmente, a declaração é obrigatória para todos os brasileiros com CNPJ ou não é com um rendimento tributário maior que R$28 mil por ano, no caso das atividades rurais, o valor é de R$142 mil(superior a R$ 142.798,50) 

Vale ressaltar que o cálculo e pagamento sempre é feito com base no ano anterior, ou seja, o pagamento de 2022 terá como base os rendimentos do ano de 2021. 

Como o sistema ERP pode facilitar nos cálculos de impostos? 

O controle dos tributos é uma das tarefas que mais demanda tempo e atenção dos contadores, por isso é fundamental contar com sistemas e ferramentas que otimizem e facilitem essa atividade. 

O ERP faz tudo isso, além de organizar e ajudar no gerenciamento das empresas. Com ele, todas essas atividades são colocadas em dia, com muita facilidade e segurança. 

Conheça os principais benefícios!:

1. Operações integradas e automatizadas

Com o sistema ERP é possível automatizar os processos tributários, assim, as atividades manuais podem ser substituídas.  

O ERP também integra e concentra os dados de todas as áreas da empresa em um único lugar, com isso, o controle, organização e o acesso às informações fica mais fácil. Sem contar que os erros são reduzidos quando se conta com uma plataforma online de gestão, garantindo maior segurança para a empresa. 

2. Inteligência Artificial

A aplicação e presença da inteligência artificial (AI) já é vista em todo e bom sistema de ERP. Ela é fundamental para ajudar a calcular tributos

Por meio dela, é possível acompanhar, em tempo real, os dados e gerar relatórios, gerir todas as questões financeiras da empresa e, principalmente, contar com a atualização automática das tabelas de imposto de renda. 

Ademais, a AI é responsável por otimizar e tornar os processos automatizados mais seguros, confiáveis e ágeis. 

3. Mantém em dia todos os impostos

As obrigações fiscais estão sempre em mudança e sendo atualizadas. Em alguns momentos, pode ser difícil acompanhar todas e é aí que o sistema ERP se torna um grande aliado. 

Por meio dele, as atualizações das novas diretrizes já são aplicadas e adaptadas de uma forma muito rápida. Pela plataforma, ainda é possível controlar os prazos ligados aos impostos, já que eles ficam registrados, assim, os empreendimentos tendem a diminuir os erros e evitar os problemas com os órgãos de arrecadação. 

A melhor solução de ERP para calcular imposto

Com a Omie, você tem acesso ao melhor sistema de ERP disponível no mercado! Isso porque ele oferece diversas funcionalidades para os contadores com o objetivo de otimizar os seus processos do dia a dia, tanto da sua empresa quanto dos seus clientes! 

A integração contábil, que é facilitada pelo sistema ERP, apresenta uma solução 100% digital para os contadores otimizarem todas as tarefas, principalmente ao calcular imposto. Desse modo, é possível captar todos os lançamentos fiscais e contábeis que já estão conciliados ao ERP do seu cliente e, com isso, você pode integrá-lo diretamente ao seu sistema. 

Assim, você elimina o retrabalho com tarefas que demandam tempo e acaba com a necessidade de ficar digitando dados, evitando o risco de registrar informações incorretas. 

O sistema integrado ERP da Omie é a melhor opção para ajudar você, contador, a calcular impostos! 

Além de todas as vantagens que a Omie oferece, você ainda conta com suporte e treinamento necessários para aproveitar o que o sistema tem de melhor! Conheça agora mesmo o sistema de ERP da Omie!

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas