De contador a consultor

As funções tradicionais do contador continuam mudando, acompanhando a globalização. Saiba como estar preparado para ser um contador consultor.

23/11/2018
Omie Smart

Em nosso último artigo sobre conscientização em contabilidade da riqueza, falamos sobre o momento em que o contador e cliente se alinham sobre possibilidades de gerar prosperidade e obter sucesso em seus negócios.

Quando o contador se torna um consultor, ele amplia os serviços e benefícios que oferece a seus clientes, seja com novos serviços, benefícios ou até conselhos, trazendo informações em tempo real sobre o seu negócio, possibilitando decisões mais assertivas e trazendo assim os tão esperados resultados.


Reflexão e ação

Como estamos propondo a transição do empresário contábil para um papel de consultor financeiro, vamos falar mais sobre a importância de se fazer algumas reflexões e ter algumas atitudes que te ajudam a oferecer consultorias, ajudando também os seus clientes.

Antes de qualquer coisa, é imprescindível que se compreenda que a chave para o sucesso está no contador e nas suas conversas com o cliente. Mais do que isto, o contador é o profissional mais apropriado para isto, afinal de contas é o profissional de confiança do empresário, que já detém todas as informações da empresa.

O trabalho de consultoria precisa ter ritmo e promover ações proativas, que acompanhem os serviços e seus resultados. A empresa contábil deve ter em mente que seus serviços devem gerar valor agregado para os seus clientes, fazendo com que ganhem dinheiro. O seu trabalho não pode ser apenas enviar relatórios para o seu cliente, você precisa trazer conteúdo e contexto.

Seus clientes não entenderão as coisas sozinhos, eles precisarão de você.

Clientes não pagam apenas para receber relatórios, eles pagam pelo seu conhecimento. E vamos além, eles pagam por informações atualizadas, informações retroativas não vão servir para nada para eles.

Gestão financeira é nada menos do que ajudar a empresa a crescer, reduzir o risco e produzir uma alta taxa de retorno. Fazer gestão financeira numa empresa é agregar valor e promover o sucesso para ela.

Não podemos esquecer do maior desejo de um empresário: a estabilidade. Com ela podemos aumentar a lucratividade, o crescimento, as avaliações da empresa e mitigar questões do planejamento sucessório.


Desejo x Trabalho

Quantos contadores realmente ajudam o seu cliente na elaboração do orçamento anual? Quanto isso poderia agregar de valor na gestão? Ou então, quais as possíveis atividades que o contador e o empresário deveriam realizar para sempre aumentar a lucratividade?

Aqui caberia propor a elaboração de um planejamento estratégico, uma avaliação da empresa, onde possam ser criados cenários e hipóteses, que projetem a empresa para novos resultados e resolvam problemas críticos. É nesse ponto que passamos de contador a consultor.

Todas estas são premissas que podem ser levantadas numa reunião de SWOT, levantando pontos fortes, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Conheça novas ferramentas e novos serviços para você oferecer a seus clientes, melhorando o seu trabalho.

São vários os benefícios que existem em capacitar o contador a escalar a consultoria para seus clientes, principalmente gerando produtividade, resultados e garantido eficiência e qualidade.

Não vai demorar para que estes benefícios se tornem uma obrigação, o contador do futuro terá que ser como um consultor, portanto quanto mais cedo você fizer a transição, melhor.


Wagner Xavier

Wagner Xavier é Diretor de Contas Especiais na Omie.
Com vasta experiência no mercado de tecnologia voltado para contadores e um fã confesso do bom rock’n’roll.
Quer falar com ele? wagner@omie.com.br

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas