IODE-PMEs: confira tudo o que aconteceu nos últimos meses

Acesse nosso material completo e saiba também quais são as perspectivas para o segundo semestre do ano e para 2023

28/Jul/2022
Relatório IODE

A Omie está sempre buscando formas de ajudar seus clientes e parceiros na gestão de suas empresas. Além do sistema ERP, disponibilizamos o Índice Omie de Desempenho Econômico das PMEs, que traz informações relevantes sobre o ambiente de negócios no país.

O IODE-PMEs funciona como um termômetro econômico das empresas brasileiras que têm faturamento de até R$ 50 milhões por ano. Ele incorpora cinco setores: Agropecuária, Comércio, Indústria, Infraestrutura e Serviços.

Os resultados entregues nesta análise têm como objetivo ajudar você a entender como seu negócio está performando no segmento que atua e com quais segmentos se relaciona. Por isso, eles são importantes para aprimorar o planejamento de gestão da sua empresa.

Quais dados disponibilizamos no material? 

Liberamos dois relatórios informativos para você: o boletim mensal, que traz todas as informações setoriais do mês de junho, com uma visão geral dos destaques do mês; e um e-book trimestral do IODE-PMEs, que contém análises mais densas e aprofundadas que trazem uma visão estratégica para o empreendedor.

Principais pontos levantados por nossos analistas

O núcleo de estudos e índices econômicos da Omie tem como objetivo entregar análises que possam munir nossos parceiros e colaboradores com dados que ajudam a aprimorar a inteligência competitiva de seus respectivos negócios. A análise passa por quatro etapas importantes: estudo do cenário político e econômico externo; resultados recentes da economia e desempenho de cada setor dentro dela; panorama minucioso sobre a primeira metade de 2022 e finaliza com perspectivas para o curto prazo.

O cenário econômico mundial e como ele pode afetar as PMEs

Desdobramentos políticos e econômicos do mundo trazem desafios para empreendedores, visto que afetam diretamente a economia brasileira e que, consequentemente, acabam respingando nos negócios.

Vivemos um momento que é reflexo de muitos acontecimentos deste ano e dos anos anteriores. As medidas adotadas durante a pandemia afetam diretamente a inflação, a guerra entre a Rússia e a Ucrânia tem ocasionado um aumento nos preços de vários produtos básicos do nosso cotidiano, e o aumento dos juros nos EUA desencadeou uma série de impactos na economia brasileira.

Todos esses acontecimentos vão gerar alguns obstáculos consideráveis para os empreendedores do nosso país: 

  • Existirá no Brasil uma maior pressão por manter a taxa básica de juros (SELIC) em patamares historicamente elevados;
  • Juros em níveis elevados acabam penalizando a atividade econômica e ocasionam um desincentivo ao consumo e aos investimentos;
  • A desvalorização do real frente ao dólar deve elevar a preocupação com novas pressões inflacionárias no Brasil;
  • O contexto internacional, que tanto ajudou na retomada da economia brasileira após o choque inicial da pandemia, tende a se configurar como um empecilho para o crescimento do Brasil.

Panorama geral do semestre

O IODE-PMEs mostra que, mesmo tendo enfrentado um ambiente econômico desafiador, as PMEs seguiram em recuperação na primeira metade do ano. Isso fica evidenciado quando analisamos a movimentação financeira das pequenas e médias empresas, que apresentou crescimento de 3,5% no primeiro semestre. Apesar dos resultados positivos, é necessário proceder com bastante cautela; afinal, todas as perspectivas avaliadas sinalizam novos desafios pela frente.

Abaixo evidenciamos alguns pontos muito importantes encontrados. Confira:

 

IODE: resultados recentes

  • Comércio e Indústria tiveram o melhor desempenho no primeiro semestre de 2022 entre os setores monitorados;
  • A reabertura da economia, com maior controle dos casos graves de Covid-19, contribuiu para os resultados observados no mercado de PMEs em 2022;
  • Especificamente em junho/22, o índice avançou 1,6% na comparação anual, desacelerando frente ao visto nos últimos meses.

IODE: panorama setorial do primeiro semestre de 2022

  • Comércio seguiu em destaque no mercado de PMEs no primeiro semestre de 2022;
  • As PMEs da Indústria recuperaram protagonismo no mercado neste ano;
  • A construção foi a responsável por sustentar o desempenho do setor de Infraestrutura nos últimos meses;
  • Retomada de Serviços seguiu em curso, ainda que se tenha observado certa desaceleração no final do semestre.

IODE: perspectivas para os próximos meses

  • Para 2022, nossa expectativa para o IODE-PMEs aponta crescimento de 4,1% ante 2021 (revisada de + 2,8%);
  • Especificamente para o segundo semestre do ano, ainda há espaço para observarmos uma sustentação dos setores de Comércio e de Serviços.

IODE: o que esperamos para 2023

Para 2023, a expectativa é de uma desaceleração do IODE-PMEs (projeção de + 1,2% ante 2022), em meio ao cenário econômico mais conturbado. Contudo, ainda que o cenário possa ser bem desafiador, a tendência é de que as PMEs sigam em crescimento no próximo ano.

A importância de conferir as análises completas

Entender melhor como seu negócio está se saindo dentro do setor que atua e todos os desdobramentos econômicos é básico para toda empresa. A Omie busca sempre antecipar as necessidades de seus clientes e parceiros, de modo a disponibilizar uma análise detalhada e gratuita para ser utilizada em conjunto com o nosso ERP, facilitando a gestão e planejamento de seu negócio. Não perca a oportunidade de conferir o material completo! É só clicar aqui e acessar.

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas