O mercado de Franquias de Tecnologia no Brasil

O sistema de franquias nacional amadureceu e não são apenas de fast foods ou idiomas. Entenda como empreender nesse meio e qual é o futuro do franchising!

05/Jul/2019
Gestão

O sistema de franquias não é novidade no Brasil, um sistema que possui mais de 50 anos de história em território tupiniquim, com milhares de casos de sucesso e tantos outros que ficaram pelo meio do caminho.

Com alguns marcos em sua história como a chegada do Mc Donald’s em 1979 no Rio de Janeiro, a criação da Associação Brasileira de Franquias (ABF) no final da década de 80 e a criação da já desatualizada lei de franquias de 1994, o segmento em 2019 é maduro e democrático, ou seja, de uma forma geral não deve em nada aos mercados pioneiros do sistema em termos de boas práticas de gestão, regras, e padrões de relacionamento franqueado-franqueador. Desta forma, o mercado de franquias agita a economia brasileira e desperta o interesse dos mais diversos segmentos e portes de empresa.


O conceito de uma rede de franquias

O princípio básico do franchising é a replicação de um modelo testado e comprovadamente de sucesso. Um modelo de negócio que esteja com seus processos muito bem definidos e que seja possível ser replicado por outros empreendedores para que tenham também a possibilidade de prosperar.  

Implica em investimento do franqueador em estruturar todo o suporte que ele deve prover ao franqueado, em um negócio novo ou reciclado, em que ele também vai ter que aprender e gerenciar. A gestão de uma rede de franquias é diferente da gestão de uma operação própria, envolve riscos para capital de terceiros se mal formatado e conduzido.

No início era comum investidores e potenciais franqueados relacionarem o franchising à marcas exclusivamente de alimentação ou ensino de idiomas. Hoje, muitos são os setores que se apropriaram desse modelo de negócios para expandir e ganhar mercado. E é exatamente nesse ponto que destacamos um dos mais novos grupos do franchising, as franquias de tecnologia e software.

Níveis de Amadurecimento das Franquias no Brasil
Amadurecimento de uma Franquia

As gerações de franqueadoras por nível de amadurecimento

Essas franquias, nascem em um momento de plena transformação, onde especialistas avaliam das mais diversas formas a atualização e mudanças que a geração milenium ou Y, começa a impor ao mercado.

Uma das teorias mais famosas dos consultores especializados no mercado é a classificação do segmento por gerações de Franqueadoras, sendo a divisão em 7 níveis de amadurecimento da franquia, são elas:

1ª Geração – Falsas Franquias (apenas o licenciamento de marca);

2ª Geração – Era da Terceirização (marca não possui força suficiente para atrair o consumidor);

3ª GeraçãoBusiness Format Franchise (atendem aos requisitos legais do sistema de franchising);

4ª GeraçãoNet Learning Franchise (maior participação de Franqueados nas decisões do Franqueador);

5ª Geração – Rede Operacional (nível altíssimo de profissionalização da rede);

6ª Geração – Redes Sustentáveis (Responsabilidade Social);

7ª Geração - Além de possuir todas as características das anteriores ainda tem como objeto a prestação de serviço público ou distribuição de produtos de excelência, é o que se vem chamando de Socialismo Privado.

O crescimento do mercado de franquias de tecnologia

O ritmo de expansão e as perspectivas econômicas relativamente melhores levaram o setor de franquias a registrar um crescimento nominal de 7% no 1º trimestre deste ano, ou seja, um ritmo mais intenso se comparado ao mesmo período de 2018 que foi de 5,1%. O faturamento passou de R$ 38,762 bilhões para 41,464 bilhões. 

Nos últimos 12 meses, o crescimento foi de 7,5%, - variação de R$ 165,190 bilhões para 177,545 bilhões -, é o que revela a Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor realizada pela ABF – Associação Brasileira de Franchising.

Dentro deste contexto, as franquias de tecnologia e softwares, também apresentaram bons resultados, no estudo da ABF a classificação está enquadrada nos segmentos de Comunicação, Informática e Eletrônicos e Serviços e Outros Negócios, com crescimentos de 9,7% e 9,6%, respectivamente. 

Dizer que o setor de tecnologia é um dos mercados com maior expansão seria redundante. No século XXI, grande parte da evolução e lucro das empresas está intimamente ligado ao segmento. Foi-se o tempo em que a tecnologia era considerada elitizada. 

Cada vez mais presente no dia a dia de empresas e consumidores, a tecnologia é uma necessidade essencial para empresas que buscam se destacar no mercado ou para qualquer profissional que pretende exercer sua função em sua plena capacidade.

 

O futuro das redes de franquias no Brasil

As franquias de tecnologia chamam a atenção de quem pensa em abrir um negócio. As opções de atuação são variadas, redes especializadas na prestação de serviços de assistência técnica, redes de máquinas de cartões, franquias que vendem eletrônicos e claro franqueadores com soluções tecnológicas para empresas, como softwares e segurança. 

O segmento de franquias de tecnologia e software chama muita atenção com seus números e potencial futuro. São mais de 235 milhões de celulares ativos no Brasil [Anatel], o Brasil ocupa o 1º lugar no ranking de investimento em TI na América Latina [ABES/IDC], sendo o gasto global de empresas com TI chegou a US$ 3,7 trilhões em 2018 [Gartner] e as franquias de comunicação, informática e eletrônicos faturaram R$ 5,4 bilhões em 2018 [ABF].

Tipos de Franquias no brasil
Tipos de Franquias

Além dos números o segmento possui muitas vantagens, o setor de tecnologia possibilita que o franqueado atue em diferentes ramos, atendendo públicos distintos - desde empresas até o consumidor final -, seja com prestação de serviços ou venda de produtos. 

Existem modelos e tipos de franquias adequados para todas as regiões do país, incluindo cidades pequenas; a demanda por serviços e produtos tecnológicos é alta e não sofre com sazonalidade, permitindo que as franquias mantenham bons índices de rentabilidade durante o ano todo; é possível encontrar franquias de baixo investimento nesse segmento, tanto com modelos home based quanto com pontos comerciais enxutos ou escritórios. 

A reflexão fica por conta do entendimento e exercício de projetar a possibilidade de como embarcar neste trem bala e escolher as melhores oportunidades de investimento nesse mercado de franchising. Franquias de softwares e tecnologia, mais do que um sonho, já é realidade em território brasileiro. 

Agora que já sabe tudo sobre o assunto, entenda como investir em uma rede de franquias, são 7 dicas valiosas para o empreendedor que quer desbravar nesse modelo de negócios. Também pode fazer o download do nosso e-book completo guia de franquias, clique no link!

Diogo Marcondes

Mais de 20 anos de experiência comercial, sendo 16 anos em redes de negócio. Participou diretamente da abertura e gestão de mais de 1000 unidades franqueadas de diversos segmentos como alimentação, cosméticos, calçados, confecções e tecnologia nível LATAM. Formado em Publicidade e Propaganda, pós graduado em Administração de Empresas, atualmente é Gerente de Franquias da Omie.

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas