Como colocar em prática a produção enxuta?

A produção enxuta é um conjunto de técnicas para evitar o desperdício e aumentar a produtividade da sua equipe. Saiba como praticá-la!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O termo produção enxuta é bastante utilizado na área das fábricas, por se tratar de um conceito de produção que prioriza a eliminação de desperdícios e aumento da competitividade das indústrias.

Com o surgimento de desafios, é normal que empresários se movimentem pela busca de soluções que gerem resultados positivos para os negócios. Porém, alguns deles não conhecem como ou por onde começar.

O lean manufacturing, ou produção enxuta, é um dos fundamentos das formas de produção da Toyota, a famosa montadora de carros japonesa. Neste artigo, você irá conhecer o conceito de produção enxuta, as vantagens e como colocá-lo em prática. Vamos lá?

62a1f7437a5e6b5e2f216d35 CTA Banner Empreendedor 2 opt2 v2 46

O que é produção enxuta?

A produção enxuta pode ser considerada uma união de formas de produção do lean manufacturing, desencadeada a partir da implementação de técnicas ligadas a este conceito.

No período pós Segunda Guerra Mundial, a montadora Toyota se viu sem perspectivas. Foi neste momento que a empresa precisou se reestruturar para enfrentar concorrentes fortes, como a Ford.

Em um país devastado pela guerra, não restava escolha se não aproveitar o que se tinha de recursos, reduzindo a margem de erros e aumentando a eficiência da produção.

Em resumo, a inspiração no lean manufacturing tinha como principal objetivo a redução de tempo para entrega de um produto e, entre uma fase e outra do processo, as perdas devem ser totalmente eliminadas, de modo a evitar o desperdício e promover a economia.

A produção enxuta é, também, o aperfeiçoamento de técnicas com o objetivo de atender cada vez mais às necessidades dos clientes, visando a produtividade e eficiência. Poderíamos, assim, traduzi-la como uma melhoria contínua, com a entrega de produtos de qualidade e o bom aproveitamento de insumos e controle de estoque.

No cenário da indústria 4.0 não é diferente. Há muita concorrência e os clientes, por outro lado, estão cada vez mais exigentes e informados. Assim, existe muito o que ser trabalho para melhorar o fluxo de produção e qualidade do produto final entregue.

Características principais da produção enxuta

Já deu para notar que a produção enxuta é sobre produzir no momento apropriado, com mais qualidade e menos desperdício, certo? Pois bem, ela possui características bem definidas que levam a concretização do conceito.

Minimizar desperdícios

A minimização de desperdícios é uma das principais características da manufatura enxuta, que nada mais é do que produzir mais com menos. Os desperdícios não entram apenas em matéria-prima ou produtos, mas em força de trabalho utilizada sem necessidade em determinados momentos.

Melhoria contínua

Aprimorar constantemente os processos de um negócio é implementar um ambiente mais dinâmico e que acompanha as mudanças de seu segmento de mercado. Saber identificar e se adequar a elas é caminhar para manter a qualidade de um produto.

A metodologia Kaizen pode ser aplicada nestes contextos. Ela tem origem no Japão, nos anos 50, e possui profunda ligação com o modo de produção da Toyota, sendo a junção das palavras Kai (que representa mudança) e Zen (virtude ou bondade).

Na técnica, ela pode ser implementada em três etapas:

  • Preparação;
  • Evento Kaizen;
  • Follow-up.

Produção Just In Time (ou produção nivelada)

Uma das coisas que mais levam ao desperdício é o excesso de estoque. O desperdício, obviamente, tende a gerar prejuízos para os negócios e economizar é uma forma de manter as contas sob controle.

A produção just in time ou nivelada diz respeito ao nivelamento da produção de acordo com dados históricos de vendas, o que irá resultar em uma média de qual deve ser o ritmo de trabalho ideal.

Dessa forma, o desperdício é evitado e os estoques tendem a ser vendidos, resultando numa melhor qualidade de entrega e satisfação dos clientes.

Padronização do trabalho e valorização da equipe interna

A organização e padronização das etapas de produção também caminham para uma maior valorização da equipe interna. Quando trabalhamos com processos bem desenhados em que todos sabem como atuar, a motivação costuma vir de forma natural e se torna benéfica para todos os envolvidos.

5 vantagens da produção enxuta

A produção enxuta traz vantagens para o empreendedor, colaboradores, gestores e clientes finais, envolvendo todo o ecossistema de produção e beneficiando o cliente final com a otimização das etapas da produtividade dos produtos.

Algumas das principais vantagens da produção enxuta são:

  • Qualidade – quando evitamos desperdícios e otimizamos as etapas de produção, o foco e qualidade dos produtos tendem a aumentar;
  • Eficiência – a prática coloca em voga o uso eficiente de recursos, permitindo o crescimento e inovação;
  • Menos desperdício – um dos principais pontos da produção enxuta é também uma das suas maiores vantagens, devido ao controle de estoque;
  • Produtividade – o tempo gasto durante todas as etapas do processo produtivo são otimizadas;
  • Relacionamento – as relações com colaboradores e fornecedores são melhoradas.

Como colocar em prática a produção enxuta?

A Kaizen, metodologia citada anteriormente, é uma das aliadas da produção enxuta, no que diz respeito ao processo de melhoria contínua. Porém, quando falamos em colocá-la em prática, devemos também mencionar outras ferramentas essenciais para esse processo, como é o caso do uso da tecnologia, planejamento, Ciclo PDCA e Diagrama de Ishikawa.

Quando falamos de gestão, a tecnologia é uma grande aliada que oferece diversos sistemas capazes de reunir dados e integrar todos os departamentos de uma empresa. Esse é o caso de sistemas ERPs, que permitem o controle de estoque, emissão de notas fiscais e muitas outras funcionalidades capazes de trazer melhorias ao processo de produção e gestão empresarial.

O planejamento também é fundamental para aplicar uma produção mais enxuta nas empresas, afinal, é preciso que ele esteja casado com a vontade de mudança para que tudo ocorra da melhor forma. Além disso, devem estar descritas as formas como isso precisa ocorrer e as metodologias utilizadas na produção enxuta devem ser consideradas neste momento.

As melhorias contínuas são também chamadas de setups. Isso significa que, ao longo de processos, devem ser feitas ações como ajustes em máquinas, alinhamentos internos e delegações entre as equipes envolvidas. Para isso, devem ser usadas ferramentas para detecção de problemas, como o Diagrama de Ishikawa e o Ciclo PDCA, também utilizado na correção de falhas.

O Diagrama de Ishikawa é utilizado por empresas de diversos tamanhos, independente do segmento de mercado. Ele auxilia na análise de processos por diferentes perspectivas, relacionando possíveis causas para chegar a um cenário. Também conhecido como 6M ou espinha de peixe, ele analisa 6 tópicos: o método, máquina, medida, meio ambiente, material e mão de obra.

Já o Ciclo PDCA é utilizado para correção de falhas e cada uma das letras significa uma etapa:

  • P (Plan): é a etapa do planejamento, na qual são traçados os objetivos e processos necessários para alcançar os resultados desejados;
  • D (Do): prática dos processos estabelecidos para chegar ao resultado;
  • C (Check): com a obtenção de resultados, eles devem ser medidos e comparados com as expectativas colocadas durante o planejamento e deverão ser traçadas novas ações a depender da comparação realizada;
  • A (Act): devem ser colocadas em prática as ações definidas na etapa anterior para que sejam tomadas as providências necessárias para a correção das falhas encontradas.
Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Produção enxuta: uma boa prática para adicionar a gestão empresarial

A gestão de uma empresa não é uma tarefa simples e, ao longo de tantos processos, é comum se deparar com desafios que requerem uma maior atenção por parte dos empresários, gestores e líderes.

Neste conteúdo, você aprendeu como aplicar a produção enxuta, qual o conceito por trás dessa prática e como trabalhar com foco em menos desperdícios pode auxiliar o aumento de ganhos de um negócio.

Aplicar metodologias e ferramentas é uma opção essencial e viável para manter a sustentabilidade e crescimento. Quer entender mais sobre o assunto? Confira nossas dicas de boas práticas para aplicar na sua gestão empresarial em nosso blog.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Sociedade Anônima: sócios conversando ao redor de mesa
Entenda como se organiza uma Sociedade Anônima e saiba quais as características desse tipo de empresa. Tire suas dúvidas com
nome fantasia: casal em frente a notebook
Saiba o que é e como escolher o nome fantasia adequado para sua empresa.
como manter os clientes engajados
Entenda a importância de durante o processo de implementação de um novo produto ou serviço manter os clientes engajados e