Logística de produção: o que é, como funciona e exemplos

Entenda o conceito de logística de produção e descubra como essa estratégia ajuda empresas a otimizar processos e resultados.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Para abastecer o mercado com produtos e serviços, são necessários inúmeros estágios operacionais que funcionam de forma encadeada, garantindo que os materiais passam por etapas produtivas e cheguem às mãos dos clientes. Essa é a logística de produção. 

Ter conhecimentos de logística de produção é fundamental para otimizar a gestão da cadeia. Com isso, é possível traçar melhores estratégias, firmar boas parcerias e aprimorar a qualidade de etapas para proporcionar mais satisfação ao cliente. 

Saiba mais sobre o conceito e como ele funciona. 

O que é logística de produção? 

A logística de produção diz respeito a toda a cadeia de processo que são necessários para que um produto seja ofertado aos consumidores. Isso envolve atividades que vão desde a compra de insumos e matéria-prima até a distribuição dos itens prontos. 

Por isso, trata-se de um processo complexo, no qual gestores precisam cuidar de cada estágio, como planejamento, compra de materiais, seleção de fornecedores, controle de qualidade e muito mais. 

O objetivo principal da logística de produção é garantir que os materiais certos estejam disponíveis no momento certo, no local certo e na quantidade ideal, de modo a manter a produção fluindo sem interrupções desnecessárias. 

Banner CTA

Diferenças entre logística de produção e logística de distribuição

A logística de produção se concentra na gestão eficiente dos fluxos de materiais, informações e recursos, visando garantir que a produção ocorra de maneira eficaz e econômica. 

Isso envolve atividades como planejamento de produção, controle de estoque, programação da produção e gestão de fornecedores, entre outros. As atividades acontecem de forma interligada e, em geral, dentro de um espaço de fabricação. 

Já a logística de distribuição se concentra na movimentação de produtos acabados da fábrica para os clientes, distribuidores ou pontos de venda. 

O objetivo aqui é assegurar que os produtos sejam entregues aos destinos finais de forma rápida, confiável e dentro dos prazos acordados. 

Faz parte dessa área atividades como armazenamento, consolidação de pedidos, transporte externo, gestão de armazéns, entrega ao cliente e atendimento pós-venda.

Benefícios da logística de produção

Desde a emissão de uma ordem de serviço até a expiração de um pedido, é importante traçar estratégias de logística de produção para estabelecer um fluxo de produção eficiente, sem desperdícios, e economizando tempo e custos. 

Dentre seus principais benefícios, destacamos: 

Eficiência na produção

Garante que os materiais certos estejam disponíveis no momento certo, evitando interrupções e minimizando tempos de inatividade;

Redução de custos

Estratégias de logística de produção ajudam a gerenciar melhor os níveis de estoque e potencializar o uso dos recursos, contribuindo para uma produção mais econômica;

Controle de qualidade

Inspeções e monitoramento dos produtos em diferentes estágios do processo, permitindo identificar falhas previamente; 

Flexibilidade

Planejar e ajustar a produção de acordo com a demanda do mercado é aprimorada por meio da logística de produção;

Satisfação do cliente

A logística de produção é centrada em garantir que os produtos sejam fabricados e entregues no prazo, com qualidade consistente. 

Desafios na logística de produção

Devido a sua complexidade e o número significativo de processos, pessoas e materiais envolvidos, a logística de produção enfrenta desafios que podem impactar a eficiência e o desempenho da empresa. Alguns dos desafios mais comuns incluem:

  • Flutuações na demanda: necessidade de lidar com flutuações sazonais, variações imprevisíveis na demanda e mudanças repentinas nas encomendas; 
  • Gestão de estoque: encontrar o equilíbrio certo entre manter níveis de estoque ótimos e evitar o excesso (e consequentemente o capital imobilizado) é uma tarefa complexa;
  • Logística reversa: para empresas que produzem produtos sujeitos a devoluções ou reciclagem, a gestão da logística reversa pode ser complexa e onerosa;
  • Gestão de fornecedores: os fornecedores são um elo fundamental para o suprimento de matérias-primas. Atrasos nas entregas ou problemas de qualidade podem impactar significativamente a produção; 
  • Gestão de riscos: falha nos equipamentos, condições climáticas adversas, graves, problemas de transporte, entre outros são exemplos de situações que podem afetar o transporte e a produção; 
  • Integração: ter controle de todos esses processos é uma tarefa muito difícil sem a tecnologia. Logo, contar com sistemas é a solução para poder monitorar cada etapa da melhor forma; 
  • Custos logísticos: os gastos logísticos são significativos, e envolvem transporte, armazenamento, mão de obra, compra de materiais, custeio de equipamentos, etc. Otimizar a cadeia é fundamental para deixá-la mais econômica. 

Exemplos de estratégias de logística de produção

As estratégias de logística de produção são essenciais para otimizar as operações de fabricação, melhorar a qualidade do produto e manter a competitividade no mercado. Confira os principais exemplos e entenda como essas práticas são aplicadas.

Programação de produção

A programação de produção é uma estratégia que envolve a criação de um cronograma detalhado para as operações de fabricação. 

Esse esquema determina a sequência de produção, os tempos de processamento, a alocação de recursos e o prazo de conclusão de cada etapa.

Com ele, é possível otimizar o uso de máquinas e mão de obra, minimiza tempos de espera e garante que os produtos sejam fabricados de maneira eficiente e dentro do prazo.

Gestão de estoque just-in-time

O Just-in-Time é uma estratégia que visa reduzir os níveis de estoque ao mínimo necessário, baseado em uma lógica de estoque enxuto. Os materiais são entregues na quantidade exata para a produção, evitando a acumulação de itens desnecessários. 

Seu objetivo é reduzir custos de armazenamento e os riscos associados ao excesso de estoque, evitando ociosidade e reduzindo o capital de giro.

Roteirização de transporte

A roteirização de transporte é uma prática amplamente usada hoje em dia na logística de transporte. Ela envolve o planejamento de rotas eficientes e otimizadas de transporte com o auxílio de sistemas de localização e mapas tecnológicos.

Aqui, gestores planejam o trajeto considerando tempo, custos com pedágio, trânsito, entre outros aspectos que atendam a estratégia do negócio. A ideia é otimizar a rota ao máximo, economizando tempo e o valor do frete. 

A tecnologia usada para roteirizar também pode ser aplicada no rastreamento, o que é bom para a empresa e para o cliente final, que tem informações em tempo real sobre o status  de uma entrega. 

Outras dúvidas relacionadas a esse tema

Confira mais detalhes sobre a logística de produção com as perguntas a seguir. 

Quais são os 4 principais tipos de logística?

  • Logística de produção;
  • Logística de distribuição;
  • Logística reversa;
  • Logística de suprimentos.

Como também é conhecida a logística de produção?

A logística de produção também é chamada de logística integrada, uma vez que esse termo também se refere à cadeia de atividades para o desenvolvimento, produção e distribuição de bens, da matéria-prima ao consumidor. 

O que é linha de produção na logística?

A linha de produção é uma etapa relacionada à fabricação dos produtos. É nesse estágio que os insumos são transformados e viram o produto final. Aqui, são implementadas uma série de etapas em cadeia, muitas vezes envolvendo atividades repetitivas e com uso de máquinas. 

Integre sua logística de produção e potencialize resultados

O sistema ERP permite que a empresa tenha uma visão unificada e em tempo real de todas as atividades relacionadas à logística de produção, desde a compra de matérias-primas até a entrega de produtos aos clientes. Isso promove a transparência e a coordenação, facilitando a tomada de decisões informadas e estratégicas.

A integração logística facilitada pela tecnologia é uma abordagem que se tornou essencial em empresas que buscam prosperar em um ambiente de negócios cada vez mais complexo e dinâmico.

Conte com esse aliado para otimizar sua produção. Conheça o sistema ERP da Omie e suas funcionalidades!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
PLR: participação de lucros
A PLR é uma vantagem e um plano para elevar o envolvimento do time. Aprenda como adotar em sua empresa!
oratória: mulher falando em público
Descubra técnicas de oratória eficazes para aprimorar suas habilidades de comunicação e conquiste seu público com nossas dicas
EFD-Reinf
EFD-Reinf: confira o que é, quais são as mudanças para 2024 e como ficar dentro da conformidade.