Omie.Cash anuncia novidades para Pix

Recursos complementares aos serviços já oferecidos pela conta digital chegam sem custos aos clientes e podem ser alternativas ao boleto
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Janeiro de 2023 – A Omie.Cash, conta digital da Omie, plataforma de gestão (ERP) na nuvem, disponibilizou novas funcionalidades via Pix. Agora, os usuários do software de gestão e contadores parceiros podem gerar QR Codes de cobrança e enviá-los junto com a nota fiscal ou recibo de prestação de serviço para seus clientes. O registro da operação, pagamento e conciliação bancária são feitos de forma automática e instantânea no ERP.

Com o QR Code Pix dinâmico sem custos, os clientes podem cadastrar, além de juros e multas, descontos condicionais – por exemplo, pagamentos realizados com 15 dias antes do vencimento recebem 5% de desconto. Segundo Gabriel Siqueira, diretor de Tech Ventures da Omie, “esse recurso pode ajudar o empreendedor a reduzir a inadimplência, oferecendo incentivos para receber pagamentos antecipadamente”.

Nas movimentações de cash-in – recebimento de valores –, também não há nenhum custo. No cash out – saída de dinheiro –, é cobrado R$0,50 por transação, garantindo um valor atrativo para os clientes. Além disso, a Omie.Cash também passa a ser multicontas. Se o contador for representante legal de várias empresas, por exemplo, é possível abrir contas para CNPJs diferentes usando o mesmo CPF.

“A inclusão de recursos via Pix é uma movimentação natural da Omie.Cash para oferecer mais facilidade aos clientes. Nosso objetivo é que as movimentações bancárias sejam realizadas dentro do ERP, sem a necessidade de acessar outras plataformas. Essa integração facilita a gestão, reduz tempo e aumenta a produtividade”, explica Gabriel.

A conta digital já oferecia a emissão de boletos, recebimento e transferências via TED e pagamentos de faturas e tributos, além de cartão débito e crédito. A cobrança por Pix pode ser um potencial substituto do boleto bancário pelos clientes, pois possui custo atrativo, disponibilidade contínua durante todos os dias e recebimento instantâneo – o boleto leva entre um e dois dias para a liquidação – incluindo os constantes incentivos do uso desse método de pagamento pelo Banco Central.

Próximos passos

A Omie.Cash está preparando outras funcionalidades para o Pix. Em breve, os usuários poderão gerar QR Codes estáticos, já vinculado à conta digital com valores fixos. Esse recurso também será disponibilizado no software PDV, aplicativo para ponto de vendas (PDV) da Omie, com previsão de lançamento para janeiro.

Outra aplicação futura é a opção de gerar Pix e boleto para um mesmo pagamento em apenas um documento – o cliente pode escolher como prefere pagar. “Hoje, essa funcionalidade existe, mas são emitidas de forma separadas. No momento do pagamento, na qual o cliente escolher uma modalidade, automaticamente a outra é cancelada. No QR Code não há cobrança, sendo uma forma de incentivar o uso de meios de pagamento mais modernos”, diz Gabriel.

O diretor da Omie também adianta o agendamento dos pagamentos e transferências, além da possibilidade de remuneração mensal de colaboradores, nos quais o cliente poderá programar uma série de transferências via Pix. “Dependendo do banco, no geral, os pagamentos ainda são realizados via TED, com taxas mais altas”, afirma. Esses novos recursos têm previsão para o primeiro trimestre de 2023.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
imprensa 1
Dentre os anúncios, serão abordados temas ligados ao ERP Omie e empresas do seu ecossistema, como a holding OneFlow
imprensa 3
Plataforma de gestão empresarial (ERP) na nuvem líder no Brasil anuncia abertura de 300 vagas para início imediato com possibilidade
imprensa 4
Empresa visa oferecer conhecimento para quem busca oportunidades no segmento, por meio de webinars com especialistas sobre tendências do mercado