9 dicas para montar um planejamento estratégico de sucesso

Entenda onde sua empresa está hoje e como traçar o caminho para torná-la bem sucedida!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você já imaginou que bom seria ter em mãos um mapa para conduzir sua empresa ao resultado esperado? Pois é justamente essa a função do planejamento estratégico – um documento que descreve como os objetivos traçados poderão ser alcançados, por quais meios e recursos.

O planejamento estratégico ajuda a definir a direção em que uma organização deve caminhar. Ele inclui análises importantes que colaboram com decisões mais assertivas perante o mercado para que os objetivos sejam atingidos com o máximo de qualidade e no menor espaço de tempo possível.

61d34f5070c83e55cd6beb21 CTA Banner 2 opt2 v2 5

Se você deseja entender onde sua empresa está, definir onde quer chegar e quais são as ações necessárias para cumprir essa jornada, continue lendo este artigo, pois aqui você vai saber como montar e executar um planejamento estratégico de sucesso.

Por que é importante fazer um planejamento estratégico para sua empresa?

A partir do momento em que você, como gestor ou empreendedor, toma consciência dos pontos fortes e fracos da empresa, das oportunidades e ameaças externas, você passa a pensar de forma estratégica e pode definir o que é preciso para crescer e ganhar espaço no mercado.

Planejar  faz com que um executivo reaja mais rapidamente às mudanças, exercendo uma postura cada vez mais proativa. Outras vantagens do planejamento estratégico são:

Orientação estratégica global

Um planejamento estratégico bem elaborado vai permitir que você tenha uma visão global das metas a serem alcançadas em curto, médio e longo prazo e, principalmente, de como conquistá-las.

Direções específicas para cada área da empresa

Além da visão global, o plano estratégico dá direcionamentos específicos sobre como as diversas áreas da empresa, como finanças, marketing, desenvolvimento organizacional e recursos humanos, devem caminhar para conquistar os objetivos almejados.

9 dicas de como montar um bom planejamento estratégico

Se você já está convencido da importância de um planejamento estratégico para o sucesso de uma empresa, chegou o momento de aprender a construí-lo de forma bastante eficaz. Para isso, deixamos 9 dicas para te ajudar neste processo:

1. Faça o diagnóstico da sua empresa

Se você achou que iria começar logo escrevendo suas metas e objetivos, está enganado. Um bom planejamento estratégico deve conter uma análise verdadeira de como a empresa se encontra e como está o seu posicionamento perante os consumidores.

Em qualquer tempo e lugar, um método bastante útil para avaliar as condições externas e internas de uma empresa é a análise SWOT – uma ferramenta onde você deve descrever as forças e fraquezas da empresa perante os concorrentes e as oportunidades e ameaças perante o mercado.

2. Trace objetivos e metas

Neste momento, depois que já se conhece exatamente onde a empresa se encontra, é o momento de traçar as metas e objetivos para curto, médio e longo prazo.

Metas de curto prazo: elas levam até 6 meses para serem concluídas;

Metas de médio prazo: são planos que levam de 6 meses a 2 anos para serem concluídos; Metas de longo prazo: são metas que levam mais de 2 anos para serem alcançadas.

3. Desenvolva estratégias e ações

Definidas as metas, é o momento de traçar as estratégias e ações necessárias para alcançá-las. Por exemplo: se a meta é aumentar a base de clientes, a estratégica pode ser lançar novos produtos e as ações podem estar ligadas a contratação de novos profissionais e desenvolvimento de campanhas de marketing.

4. Tenha métricas de desempenho

Para que um planejamento estratégico seja uma ferramenta eficaz, é preciso estabelecer indicadores de desempenho para que seja possível acompanhar os resultados das ações.  Por exemplo, se você estabelece como meta aumentar a base de clientes, o indicador é o número de novos clientes por período.

5. Elabore um cronograma

Com os objetivos, metas, estratégias e ações definidas, é momento de organizar tudo em um cronograma, deixando estabelecido o papel de cada um dos colaboradores na execução do plano.

6. Envolva a equipe

O planejamento estratégico é um trabalho coletivo que se beneficia de vários pontos de vista sobre a empresa e suas metas. Assim, é importante que os gestores envolvam as equipes mantendo-as motivadas a seguir o planejado.

7. Coloque o planejamento em prática

Com todos os colaboradores cientes da importância do plano e conscientes dos papéis que precisam exercer,  é hora de colocar em prática tudo que foi estrategicamente estabelecido e acompanhar de perto os resultados.

8. Revise o plano continuamente

O planejamento estratégico é uma ferramenta dinâmica, que deve ser adaptada de acordo com as mudanças sofridas pelo mercado e também perante o comportamento do consumidor.

Assim, fique sempre atento aos indicadores e métricas estabelecidas e, faça pesquisas de mercado. Ao se deparar com alterações significativas, pare e reveja as estratégias.

9. Tenha a colaboração da tecnologia

Sabemos que desenvolver um plano estratégico eficiente demanda tempo e conhecimento específicos, mas você pode optar por usar soluções  como um sistema ERP – que vai lhe fornecer dados completos para desenvolver o planejamento estratégico de forma completa, com históricos detalhados das ações e resultados.

Erros comuns em planejamento estratégico

Agora que você já conhece as partes de um planejamento estratégico, deve ficar atento para não cometer erros que possam afetar o seu desempenho ou desviar a empresa da rota traçada. Do contrário, todo o esforço pode ser em vão.

1. Não fazer a análise SWOT

A vontade de pular a análise SWOT muitas vezes é grande. Mas, é preciso entender que quem não conhece suas próprias forças e fraquezas não pode saber como agir perante oportunidades e ameaças. Então, não cometa o erro de fazer uma análise swot de forma superficial.

2. Não definir os responsáveis

Definir os responsáveis por cada etapa do plano estratégico é importante não só para organizar a lógica do trabalho em equipe, como também para identificar se está faltando time ou reforço em alguma área.

3. Não fazer planos de ação

O planejamento estratégico precisa ser executado! Ou seja, deve-se definir o que será feito, quando, por quem e com quais custos. Só assim, de forma bem clara, é que essa ferramenta poderá trazer retornos positivos.

4. Não monitorar as metas e indicadores

Apenas acompanhando o cumprimento das metas, é possível verificar se está tudo ok para prosseguir com as estratégias ou se é preciso ajustar algo na rota.

Pronto para realizar o seu planejamento estratégico?

‍Você já sabe que pode ter em mãos um mapa estratégico para levar sua empresa ao sucesso. Então, chegou o momento de colocar tudo que você aprendeu em prática.

Claro que para isso é sempre bom contar com ajuda da tecnologia.

A OMIE, que tem um sistema de ERP que oferece diversas facilidades e funcionalidades para um planejamento estratégico completo e detalhado.

Um sistema de gestão empresarial na nuvem que não só informatiza os dados, armazenando-os em bancos de dados, como também conecta os setores da empresa e automatiza os processos para uma execução adequada de todas as estratégias.

Conheça a OMIE e o que ela pode fazer pela sua empresa!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
EFD-Reinf
EFD-Reinf: confira o que é, quais são as mudanças para 2024 e como ficar dentro da conformidade.
a importância de gestão de custos
Confira o que é gestão de custos, como diferenciar custos fixos e variáveis e como melhorar lucratividade e a eficiência
tabela icms
O ICMS é um tributo fundamental e pode afetar o seu negócio. Confira a tabela 2024 atualizada com os valores