Como a automação da gestão traz mais produtividade ao negócio

Aumente a produtividade da sua empresa com a automação de tarefas e da gestão.

24/Jun/2021
Gestão

Ganho de produtividade é desejo em qualquer empresa. É fundamental para o crescimento do negócio, e hoje, com ferramentas digitalizadas e softwares, está diretamente relacionado à automatização de processos. Uma solução de software de ERP, por exemplo, que integra e gerencia todos os recursos, realizam transações, ordens de serviço, e tomada de decisões mais complexas, aceleram o crescimento da empresa, trazem valor ao negócio e ainda aumentam a capacidade humana. 


Essa automação já está ocorrendo nas empresas brasileiras. Estudo da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil e da empresa de pesquisas GfK mostrou que, em 2020, a automação cresceu 3% em relação a 2019, em negócios do setor da indústria, comércio e serviços. 


As vantagens já estão se tornando claras: ao automatizar processos, atividades até então executadas de forma manual passam a ser realizadas de forma eletrônica, diminuindo os erros e atrasos de antes. Atividades repetitivas, como emissão de notas fiscais e agendamento de pagamentos, deixam de ser prioridade e os colaboradores podem dedicar mais tempo às tarefas estratégicas e de maior valor agregado. Consequentemente, resulta em custos menores e uma melhor produtividade. 


Processos que dependem de questões legais ou ações externas também podem deixar de ser uma etapa lenta dentro da empresa. Uma contabilidade automatizada, por exemplo, significa um sistema já adaptado às regras tributárias, trazendo não só mais rapidez, mas mais segurança. É possível ainda aplicar métricas para identificar mais rápido falhas e acertos. O gerenciamento de processos baseado em nuvem permite que as mudanças possam ser feitas e compartilhadas quase instantaneamente. Ao atualizar o conteúdo do processo online, os usuários podem ver as revisões em tempo real, e podem seguir com a confiança de que possuem as informações mais recentes.


A automação também permite maior padronização e integração de procedimentos. Estudo do MIT Sloan aponta que quando as empresas constroem centros de inovação como silos, sem transformar seus processos reais com tecnologia, perdem de 20% a 30% da receita que teria se o processo fosse integrado. Isso significa que toda a empresa, do comercial, ao RH, ao financeiro, se torna integrada, fazendo com que evite falhas na comunicação e aumente a velocidade com que dados e informações relevantes cheguem aos outros setores.


A automação pode ser feita em etapas, começando com processos que sejam mais simples e mais repetitivos, escalando para os mais complexos e voláteis. Assim, eventuais erros podem ser contornados e os resultados também podem ser comprovados em pouco tempo. 


No entanto, a transição não acaba ao chegar a uma gestão completamente automatizada. Ser uma empresa em transformação digital significa sempre estar em um processo ininterrupto e pronta para se adaptar às mudanças de forma contínua. A sustentabilidade do negócio depende de processos mais autônomos. Segundo a Gartner, nos próximos 10 anos, as pessoas e as empresas precisarão delegar cada vez mais autoridade de tomada de decisão a aplicações inteligentes, robôs e assistentes de serviço de software.


Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas