Implantação de ERP: 3 etapas importantes para esse processo

Precisa fazer a implantação de ERP na sua empresa e não sabe por onde começar? Confira o artigo do blog da Omie completo!

19/Abr/2021
Como usar

Se você tem uma empresa, e precisa fazer a implantação de ERP, provavelmente sabe que é um momento de tensão que pode causar vários problemas durante o processo pela pressão pela entrega de resultados com clientes insatisfeitos com o atual sistema. 


Por isso, é preciso saber tudo sobre a implantação de ERP e o que é mais adequado para a sua empresa e o ramo de atividade. Dessa forma, todas as funcionalidades do sistema vão te ajudar a potencializar todos os objetivos e processos. 


Neste artigo, vamos te apresentar todas as etapas e fases de implantação do ERP para o seu negócio. Além disso, vamos te mostrar as vantagens, principais problemas e ter acesso a um pequeno passo a passo. Vamos lá?


Mas, qual a importância de um ERP?

Com o sistema ERP, você consegue ter um banco de dados com todas as informações relevantes para os seus processos gerenciais, tendo um controle maior da operação, e uma tomada de decisão mais assertiva e coerente com os objetivos da empresa. 


Outros pontos importantes são a melhoria na automatização do negócio, integração de departamentos e processos, redução de erros, melhoria na comunicação e aumento na produtividade dos funcionários. Sendo ideal para empresas e gestores que buscam soluções para possíveis problemas nos projetos, operações e planos.

Passo a passo para implantação

1. Planejamento

Ao realizar a implantação ERP sistema integrado de gestão, você precisa fazer um planejamento antes para especificar quais são as principais metas, se são mensuráveis, como são atingidos os resultados e qual o tempo hábil para a correta utilização. 


E dentro dessa etapa, é preciso escolher qual o fornecedor ideal para as suas necessidades, decidindo assim, quais são as funcionalidades que você precisa e não podem faltar em sua rotina. Faça uma lista de quais são os 

métodos de controle do negócio.

2. Adaptação dos colaboradores

Essa é uma das fases mais complicadas para algumas empresas, a adaptação dos funcionários após a implantação do ERP. Por isso, é fundamental oferecer um treinamento contínuo e com todo o suporte necessário para evitar erros e complicações ao usar o sistema.


Por isso, dê preferência a opções que te proporcione um atendimento especializado e que ajude tanto com os clientes, quanto com a adaptação dos funcionários. Não se esqueça que apesar dos treinamentos, o processo de aprendizado é individual e demanda um tempo hábil de cada pessoa.

3. Monitoramento frequente

E para resolver os principais problemas encontrados na implantação de um ERP, é preciso realizar um monitoramento frequente. Ao fazer uma análise diária, semanal ou quinzenal, você consegue saber quais são os problemas que podem ser sanados e transformados em resultados positivos.


Quando estiver realizando o monitoramento, observe quais foram os principais impactos que o sistema trouxe para a sua empresa, mesmo que com pouco tempo, provavelmente você já terá indicadores de retornos. Faça questionamentos como: “os funcionários estão produzindo mais com mais satisfação?” ou “os problemas de gestão estão melhorando?”.

Siga as etapas de implantação à risca

Agora que você já sabe alguns passos de como implantar um ERP, é essencial seguir todas as etapas à risca. Isso porque, um software como esse não é igual a grande maioria de softwares que tem muitas funções iguais para todos os usuários. Sendo a grande maioria montada para cada empresa de forma customizada. 

Quais as vantagens de ter um ERP?

Ao fazer a implantação de ERP e finalizar com sucesso, são várias as vantagens que você pode conseguir para a sua empresa. O que consequentemente vai te auxiliar em sua rotina de trabalho e melhorar não só a produtividade, como o retorno financeiro em resultados. Por isso, confira alguns benefícios:


  • Facilita tomada de decisões: ao ter informações em tempo real, você vai conseguir tomar decisões mais assertivas e sem duplicidade ou conflito nos números;
  • Melhoria na comunicação: como todos os funcionários terão acesso aos dados, a comunicação irá melhorar. Principalmente quando se fala em padronização dos processos;
  • Redução de custos: com o aumento da produtividade, rapidez nas respostas e mudanças de mercado, você vai economizar tempo e consequentemente ganhar mais dinheiro;
  • Maximização de controle: você terá acesso a estoque e faturamento, fluxo de caixa, contas a pagar, contas a receber, emissão de notas fiscais, boletos e relatórios, cadastro de clientes, fornecedores e serviços, o que vai te dar mais clareza das informações;
  • Segurança da informação: existem vários mecanismos de proteção que acompanham o ERP, e você pode escolher tanto uma solução na nuvem ou, até mesmo instalar o ERP no servidor da sua empresa.



Para finalizar, é fundamental ter em mente que ter um ERP é algo que deve ser quase que obrigatório para empresas que buscam por crescimento. Automatizar processos facilita a vida dos funcionários, que não precisam mais gastar tempo manualmente em tarefas que podem ser feitas pelo software.



Além disso, a gestão também pode ter problemas se você não tiver um ótimo sistema ERP em sua empresa. E isso se dá pelo mesmo motivo, não conseguir se dedicar exclusivamente à gestão e ter que ocupar o tempo de liderança em tarefas operacionais.


E se você já tem um ERP, mas está insatisfeito com o sistema, que tal conhecer o software da Omie e realizar uma migração de ERP? Um sistema completamente online, com suporte especializado para a sua empresa. Experimente grátis!

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas