Como analisar a sua empresa com os 7 Ss de McKinsey

Como saber se a minha empresa está alinhada para alcançar os meus objetivos? Esta pergunta é feita há muito tempo e tem várias possíveis respostas.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Diferentes metodologias tentaram e continuam tentando responder a pergunta deste artigo. Algumas buscam a resposta em fatores internos da empresa, outras em fatores externos. Há quem combine os dois.

Porém, estes métodos entram e saem de moda constantemente, não proporcionando uma resposta assertiva e confiável à pergunta. Contudo, uma metodologia se sobressai sobre as demais e persiste em sua eficácia, estou falando dos 7 Ss de McKinsey.

A metodologia dos 7-S de McKinsey foi criada nos anos 80 por dois consultores de uma das maiores consultorias de gestão estratégica do mundo McKinsey & Company, Tom Peters e Robert Waterman. A principal premissa do modelo é que 7 aspectos internos da empresa devem estar alinhados e aderentes para que a empresa seja bem-sucedida.

Como aplicar essa metodologia de gestão empresarial?

Primeiro devemos entender quais são os 7 Ss, para depois mapeá-los na sua empresa. Os elementos são divididos em hard e soft skills, que são basicamente habilidades técnicas e comportamentais, dado que estes fatores conseguem mapear a empresa na sua totalidade por diversas ópticas diferentes.

Hard skills, as habilidades técnicas

São elementos mais fáceis de se definir e identificar, que podem ser diretamente influenciados pela gerência. Esses elementos são:

Strategy (Estratégia): o plano estabelecido para construir e manter vantagens competitivas frente a sua concorrência;

Structure (Estrutura): a maneira que a organização está estruturada e como funciona a sua hierarquia;

Systems (Sistemas): atividades diárias e procedimentos que os funcionários realizam para cumprir suas tarefas diárias.

Soft skills, as habilidades comportamentais

São elementos mais difíceis de se descrever, menos tangíveis e muito influenciados pela cultura. Estes fatores são tão importantes quanto os hard skills, para garantir o sucesso da organização.

Shared values (Valores compartilhados): é dado como o fator central do modelo e diz respeito aos valores centrais da organização, que evidenciam a cultura corporativa e a ética de trabalho;

Style (Estilo): Diz respeito ao estilo de liderança;

Staff (Equipe): Diz respeito aos funcionários e suas capacidades;

Skills (Habilidades): As habilidades e competências dos funcionários.

Os valores representam os ideais de atitude, comportamento e resultados que devem estar presentes em todos funcionários, processos, relações e principalmente nos líderes. Por isso os valores compartilhados estão presentes no centro do modelo, indicando que todos os fatores da empresa devem estar alinhados com eles.

Como então efetivamente aplicar o modelo na realidade da sua empresa?

Para utilizar o modelo é necessário mapear, por meio de questionamentos, todos os 7 fatores citados. Este artigo traz alguns modelos de perguntas para cada um dos Ss, porém é válido ressaltar que, ao aplicar a metodologia, deve-se pensar em perguntas que sejam importantes e modeladas de acordo com o seu negócio.

O exercício de respondê-las deve ser feito para entender a situação atual de sua empresa, o chamado Ponto A, e deve ser repetido para a situação futura proposta, o Ponto B. É recomendado aplicar o questionário para pessoas de diferentes níveis dentro da empresa, para verificar os alinhamentos.

As perguntas são:

1. Estratégia:

• Qual é a nossa estratégia?

• Como pretendemos atingir nossos objetivos?

• Como lidamos com a pressão competitiva?

• Como lidamos com as mudanças na demanda do cliente?

• Como a estratégia é ajustada em caso de problemas no ambiente do negócio?

2. Estrutura:

• Como a empresa e as equipes são divididas?

• Como funciona a hierarquia da empresa?

• Como os diferentes departamentos coordenam as atividades?

• Como os membros das equipes se alinham e organizam?

• A tomada de decisão é centralizada ou descentralizada? Essa é a forma ideal, dado nosso modelo de negócio?

• Como funciona a comunicação na empresa?

3. Sistemas:

• Quais são os principais sistemas em que a empresa está apoiada? Considerar sistemas de RH, financeiros e armazenamento de documentos e comunicações.

• Como funciona os controles e como eles são monitorados e analisados?

• Quais são as regras e processos dentro das equipes?

4. Valores compartilhados:

• Quais são os valores chave da empresa?

• Qual é a cultura corporativa e das equipes?

• Quão forte são os valores?

• Quais são os valores fundamentais em que a empresa foi construída?

5. Estilo:

• Quão participativa é a liderança?

• Quão efetiva é a liderança?

• Os funcionários têm tendência de cooperar ou competir?

• As equipes são formais ou somente grupos nominais?

6. Equipe:

• Quais são os cargos e especializações representadas nas equipes?

• Quais são as competências necessárias para cada cargo?

• Existem gaps nas competências necessárias?

7. Habilidades:

• Quais são as habilidades mais fortes representadas na companhia ou nos times?

• Existem gaps nas habilidades necessárias?

• As equipes de trabalho são reconhecidas por fazer o que bem?

• Os membros atuais possuem habilidades suficientes para realizar suas tarefas?

• Como as habilidades são monitoradas?

A partir do material coletado, deve-se procurar por gaps e inconsistências entre as pessoas e entre os elementos. Comece pelos valores compartilhados:

• Eles estão consistentes e aderentes com sua estratégia, estrutura e sistemas?

• Se não tiverem, o que precisa ser mudado?

Agora olhe para os hard skills.

• Quão bem cada um apoia os outros? Identifique onde devem ser feitas mudanças.

Agora olhe para os soft skills.

• Eles dão suporte aos devidos hard skills?

• Eles dão suporte uns para os outros?

• Se não, o que precisa ser mudado?

Os ajustes devem ser feitos um por um, sempre realizando a análise novamente, de como essa mudança impactou nos outros elementos. Não existe método melhor para diagnosticar os problemas da gestão da sua empresa, e ter insights para trabalhar nas soluções.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
A importância da gestão comercial
Saiba mais sobre a gestão comercial, como ela funciona, sua importância e porque o seu negócio deve adotar essa prática.
o que é packing: mulher segurando caixa em esteira
Packing eficiente é a chave para melhorar suas entregas. Entenda como ele funciona na logística e veja como otimizar suas
gestão financeira para MEI
Descubra a importância de uma gestão financeira para MEI para aumentar a eficiência do seu empreendimento. Aprenda como fazer e