Métrica GMV: qual a importância e como calcular?

A métrica GMV é uma sigla em inglês para Gross Merchandise Volume e é um indicador importante para acompanhar as vendas online.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O crescimento exponencial do e-commerce exige que as empresas sejam cada vez mais eficientes em sua gestão e análise de dados. Por isso, existem diversas formas de metrificar um desempenho, como a métrica GMV, que se tornou uma das principais ferramentas para avaliar a performance de mercados digitais.

Segundo dados da NielsenIQEbit, o e-commerce brasileiro atingiu faturamento de R$262 bilhões em 2022, indicando crescimento de 1,6% comparado ao ano anterior, com R$258,5 bilhões. Nesse cenário, a métrica GMV pode fazer toda a diferença para o sucesso da empresa. 

Se quiser saber mais sobre o assunto, continue lendo o artigo para entender melhor sobre o que é a métrica GMV, porque é um indicador importante e como calculá-la para fazer a diferença na sua loja. Boa leitura! 

O que é Métrica GMV?

A métrica GMV é uma sigla em inglês para Gross Merchandise Volume, que significa Volume Bruto de Mercadoria. A métrica GMV é um indicador utilizado para acompanhar o volume de receita gerada em lojas virtuais e marketplaces. 

Ou seja, o GMV demonstra qual o valor total movimentado nas transações de uma empresa, incluindo impostos e taxas, mas sem descontar as devoluções ou cancelamentos de vendas.

É importante entender que a métrica GMV não considera os custos envolvidos na produção ou distribuição dos produtos ou serviços vendidos. Por isso, é essencial que o indicador seja manuseado em conjunto com outras métricas financeiras, como taxas de conversão e CAC, para obter uma visão completa do desempenho. 

Por que saber o Volume Bruto de Mercadoria? 

Entender como funciona o indicador de Volume Bruto de Mercadoria (GMV) é importante por diversos motivos. Primeiro, ele vai permitir avaliar o desempenho geral do negócio, acompanhando o crescimento das vendas e mapeando tendências ao longo do tempo. 

Ele ainda ajuda a empresa a entender quais são os produtos ou serviços que estão sendo mais procurados pelos clientes, além de mapear a sazonalidade das vendas. Ademais, o GMV serve para nortear tomada de decisões estratégicas, já que ele indica áreas promissoras que a empresa pode investir para melhorar os resultados. 

Por exemplo, se uma área da empresa observa que o GMV de determinada categoria de produto ou serviço está mais abaixo do que o esperado, esse é um indicativo para investir em promoções ou até mesmo ajustar os preços para impulsionar as vendas.  

Como usar a Métrica GMV nas vendas?

Há diversas maneiras de calcular a métrica GMV. Por exemplo, o GMV pode ser usado para descobrir o Volume Bruto de Mercadoria de um produto específico. 

Para isso, basta multiplicar o preço de venda final pela quantidade de produtos vendidos durante um determinado período.

  • GMV = preço de venda x quantidade de produtos vendidos. 

Por exemplo, se um e-commerce vender uma quantidade de 100 produtos ou serviços por R$100,00 durante o período analisado, o GMV foi de R$10.000,00. 

Já para calcular o GMV referente ao negócio todo, existe outra fórmula, que consiste em multiplicar a quantidade total de vendas pelo ticket médio dos pedidos recebidos durante determinado período.

  • GMV = número de vendas x ticket médio. 

Por exemplo, se um e-commerce realizou 1.000 vendas no mês, com um ticket médio de R$200,00, o GMV nesse período foi de R$200.000,00. Em outras palavras, foi a receita bruta obtida no mês. 

Analise a métrica GMV com outros indicadores

Analisar a métrica GMV de forma isolada não é recomendado. É essencial para conseguir ter uma visão mais completa do desempenho de um negócio, que ela seja comparada com outros indicadores. 

Taxa de conversão 

A taxa de conversão permite avaliar o quanto o tráfego de um site está gerando de vendas no total. Se uma loja tem um GMV alto, mas uma taxa de conversão baixa, isso pode indicar que a estratégia de atração de clientes pode ser revista para equilibrar ambos indicadores.  

Índice de abandono de carrinho

A taxa de abandono de carrinho é o percentual de usuários que desistem de uma compra após adicionar um produto no carrinho. É importante investigar porque as pessoas não estão chegando ao final da jornada de compra no e-commerce. 

Custo de Aquisição de Cliente (CAC)

O CAC, ou Custo de Aquisição de Cliente, indica quanto você está gastando para conquistar novos clientes. Ao relacionar o CAC com o GMV, é possível avaliar se o retorno sobre o investimento em aquisição de clientes está sendo satisfatório. 

Lifetime Value (LTV)

O LTV (Lifetime Value), mede o valor que um cliente gera ao longo do seu tempo de relacionamento com a empresa, ajuda a entender se os esforços de fidelização estão gerando resultados satisfatórios. 

Cuidados ao usar a métrica GMV

Embora a métrica GMV sirva para acompanhar o desempenho das vendas online, é muito importante tomar alguns cuidados ao utilizá-la para análise dos resultados. 

Um dos principais cuidados é considerar que o GMV não é sinônimo de receita líquida, já que ele não considera custos importantes, como o de produção, impostos e outras despesas fixas associadas à venda.

É importante que a empresa faça uma análise mais completa dos resultados, considerando o lucro gerado por cada venda e não apenas o valor bruto. 

banner cta empreendedor

A métrica GMV pode impulsionar o seu negócio online

A métrica GMV é uma ferramenta valiosa para acompanhar o desempenho das vendas online e identificar gargalos e oportunidades de crescimento nos negócios. No entanto, é importante usá-la com cautela e em conjunto com outras métricas, levando em conta o lucro gerado por cada venda. 

Para aprofundar ainda mais o seu conhecimento em métricas de desempenho empresarial, confira a leitura do artigo sobre ROI e qual a sua importância para o negócio. Acesse agora mesmo e potencialize o sucesso de seus negócios!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
SKU: mulher em estoque
Entenda o que é SKU, como funciona e saiba como criar um para seus produtos para gerenciar seu estoque de
mulher sorrindo escolhendo o melhor ERP para e-commerce
Para oferecer uma ótima experiência de compra e pós-venda, escolha o melhor ERP para e-commerce! Saiba como aqui.
o que é e-commerce
Entenda o que é e-commerce, para que serve, como montar um e suas vantagens neste artigo completo!