Modelos de gestão: saiba quais são e como escolher

Você sabe quais são os principais modelos de gestão? Aprende neste artigo a diferença entre eles e suas características.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Para lidar com o grande desafio que é manter uma empresa funcionando e com bons resultados, foram desenvolvidos diferentes modelos de gestão. Cada um deles oferece uma forma única de pensar as relações de trabalho e como elas devem ser organizadas. 

O modelo de gestão serve como um norteador nas tomadas de decisões e guia para a criação de estratégias. As lideranças de cada setor possuem uma base para pensar suas ações, assim como os liderados conseguem compreender como a empresa é estruturada. 

Banner CTA

Quais são os modelos de gestão

Em um mundo com empresas tão diversificadas, como pelo tamanho, tipo de produto e área industrial que pertencem, não é possível dizer que existem um modelo de gestão que funcione para todas elas 

Dessa forma, existem diversas metodologias para diferentes tipos de negócios. Para saber qual modelo de gestão empresarial melhor se adequa a sua empresa, o primeiro passo é conhecer quais são os principais. 

Gestão vertical/autoritária

A gestão vertical, também conhecida como autoritária, é um modelo em que as decisões e direcionamentos vêm de cima para baixo na hierarquia organizacional. Neste modelo, a liderança detém grande parte do poder e a comunicação é predominantemente unidirecional.

Gestão horizontal/democrática

Ao contrário da gestão vertical, a gestão horizontal valoriza a participação da equipe nos processos de tomada de decisão. A troca de ideias entre os gestores e colaboradores é algo valorizado e estimulado nesse caso. 

Os líderes procuram ouvir as opiniões de todos e fazer planejamentos de acordo com isso. Dessa forma, os trabalhadores se sentem como parte importante para alcançar os resultados e observam as suas sugestões sendo colocadas em prática. 

Isso ajuda a aumentar a motivação, o espírito de equipe e também impulsiona o engajamento coletivo. 

Gestão meritocrática

A performance individual é um aspecto chave na gestão meritocrática. É a partir dos resultados individuais de cada trabalhador que o gestor irá designar cargos e responsabilidades. 

Essa é uma forma de incentivar os funcionários a darem o melhor de si para conseguirem crescer na empresa. Porém, é preciso ser cauteloso para que esse modelo de gestão não gere um ambiente onde a competição deixa de ser saudável.

Gestão com foco em resultados

Nesse modelo de gestão o foco é em resultados a curto prazo. Algo que pode ser adequado para empresas em momento de crise que precisam de um retorno considerável para evitar até mesmo a falência. 

As decisões dos gestores irão se basear em encontrar as estratégias mais efetivas para chegar ao objetivo esperado no menor prazo de tempo. Nisso, trabalhadores que conseguem alinhar performance e agilidade podem se destacar. 

Entretanto, é preciso tomar cuidado para não perder de vista os objetivos a longo prazo e também não optar por ações que não condizem com a missão e os valores da empresa.

Gestão com foco em processos

Como o próprio nome sugere, a gestão com foco em processos prioriza a forma como as tarefas são executadas. O resultado é importante, mas a forma como chegar até ele é o que irá ditar todas as escolhas, mesmo que o tempo para alcançar a meta seja maior.

É um tipo de gestão que se adequa, por exemplo, em empresas preocupadas em implementar modelos de produção sustentáveis. Em que há uma preocupação em encontrar as melhores maneiras para diminuir o impacto ambiental da produção.

Como há um grande cuidado e análise para traçar cada movimento a ser feito, o risco de erro diminui. Porém, os gestores precisam tomar cuidado para que os processos não sejam lentos demais.

Gestão por cadeia de valor

No modelo de gestão por cadeia de valor, o ponto principal é adequar todas as atividades da equipe para melhor atender as demandas de cada cliente. Dessa forma, todos eles têm acesso a um atendimento totalmente personalizado. 

A empresa é capaz de proporcionar um serviço de grande valor agregado. Porém, cria-se um ambiente de constante mudança. É preciso contar com funcionários versáteis, flexíveis que lidam bem com mudanças.

Não há um padrão a ser seguido que irá valer para todos os momentos nesse caso. Afinal, o direcionamento será dado conforme o que o cliente precisa. 

Gestão por desempenho

Através da gestão por desempenho, os líderes procuram maneiras de capacitar e melhorar a performance dos colaboradores baseado nos objetivos da empresa. O gestor irá identificar o que precisa ser desenvolvido para atingir determinado resultado. 

Com base nisso, ele irá apontar as competências individuais que cada um deve desenvolver. Assim, cada colaborador tem a oportunidade de crescer, mas todos com foco no resultado. 

Gestão comportamental

Diferente do modelo de gestão por desempenho, onde os colaboradores são moldados conforme o objetivo final. Neste caso, analisa-se primeiro os pontos fortes e fracos de cada um deles.

A partir disso, o gestor irá pensar em como desenvolver esses talentos para que eles cresçam na empresa. Ao invés de demitir uma pessoa logo de cara, a ideia é reter o profissional e capacitá-lo. 

Gestão por competências

Uma qualidade valiosa em um bom líder é saber enxergar as habilidades técnicas e comportamentais que cada profissional possui e isso serve como base para a gestão por competências. 

A partir disso, o gestor irá designar cargos e tarefas. O objetivo é tirar o máximo de proveito das competências de cada um para formar equipes de alta performance. O que também motiva os trabalhadores que sentem suas qualidades valorizadas. 

Gestão à vista

No modelo de gestão à vista, todos os funcionários podem acessar os dados referentes ao andamento dos projetos. Assim, eles conseguem avaliar o resultado das ações implementadas e, inclusive, identificar a necessidade de mudanças. 

Normalmente, nesse modelo de gestão, os membros de uma equipe possuem autonomia para tomarem decisões sozinhos. Por isso, o acesso aos dados é fundamental, para tê-los como base ao definir os próximos passos em um projeto. 

Neste tópico, citamos diferentes tipos de gestão e como podem se aplicar aos contextos da vida do empreendedor. No entanto, você sabia que o mais comum é buscar um modelo de gestão administrativa, visto que essa área é a mais clássica no mundo dos negócios? Saiba mais!

Como escolher o modelo de gestão adequado para cada empresa

Para definir qual o melhor modelo de gestão, também é preciso compreender como organizar uma empresa e facilitar a gestão do seu negócio. Assim:

Avalie a cultura organizacional

Um dos primeiros passos para identificar o melhor modelo de gestão é analisar qual a cultura organizacional da empresa. Os valores e a missão da empresa devem estar alinhados com o modelo escolhido.

Por exemplo, no caso de uma startup onde a inovação é um dos seus pilares, um modelo de gestão mais flexível e colaborativo faz mais sentido.

Analise o contexto de negócios

É fundamental também conhecer o setor onde a empresa está inserida, incluindo as tendências e os desafios deste mercado. 

Existem modelos de gestão que funcionam muito bem em um tipo de indústria, mas não são eficazes em outras. Isso acontece exatamente devido às particularidades de cada contexto. 

Conheça seus colaboradores 

Uma boa gestão só é possível se os gestores conhecem bem o perfil dos seus funcionários. Só assim é possível compreender o melhor modelo de gestão que se adequa a eles e também como aproveitar as habilidade de cada colaborador. 

Se você possui uma equipe altamente qualificada e motivada, na qual os colaboradores desenvolvem o trabalho melhor quando têm a liberdade de tomar decisões sozinhos, é importante optar por um modelo que valorize estes aspectos.

Considere os objetivos empresariais

Quando os objetivos da empresa estão bem definidos também fica mais fácil escolher o modelo de gestão mais adequado. Você pode eleger aquele que é mais efetivo de acordo com as prioridades da empresa. 

Por exemplo, se o foco é o crescimento rápido, o modelo de gestão por resultados pode ser recomendado. Mas, se o propósito é alcançar estabilidade, o modelo de gestão por processos se encaixa melhor.

Avalie as necessidades de mudança

Se a empresa está em um momento de mudanças significativas, como expansão para o mercado internacional, fusões e reestruturações, isso pode demandar a alteração do modelo de gestão, também.

Afinal, com as mudanças surgem novos desafios e os objetivos podem não ser mais os mesmos. É preciso pensar qual modelo de gestão funciona melhor neste novo cenário.

Consulte especialistas em gestão

Especialistas em gestão podem te ajudar a perceber os principais pontos a serem trabalhados na empresa. A experiência deles oferece um ponto de vista diferenciado para identificar o melhor modelo de gestão.

Teste e avalie

Depois que você escolheu o modelo de gestão, analise na prática sua eficiência. Teste se ele realmente funciona para a empresa. Se os resultados não forem satisfatórios, não tenha medo de mudar.

Integração é a chave 

Independente do modelo de gestão que você escolher, a boa comunicação entre os gestores e colaboradores é primordial. 

Ela se dá de forma diferente de acordo com o tipo de gestão, mas em todos os casos é preciso encontrar formas para manter o diálogo, ajudando a prevenir vários erros. 

Uma solução prática é optar pela tecnologia e por ferramentas que aumentem a eficiência no dia a dia da operação, maior visibilidade dos processos e, de quebra, ainda diminua erros manuais e tempo extra em planilhas e caderninhos. Ficou interessado? Conheça as soluções da Omie para empresas e aplique já no seu modelo de gestão!

Bannner para conhecer o sistema

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
gestão financeira para MEI
Descubra a importância de uma gestão financeira para MEI para aumentar a eficiência do seu empreendimento. Aprenda como fazer e
Lean office
O Lean Office é uma metodologia que visa a aplicação dos princípios do Lean Manufacturing para reduzir o desperdício e
o que é qa e o que faz a área do quality
Revolucione a forma de gerenciar a qualidade na sua empresa. Descobrir o que é QA e como implementar pode ser