O que é serviço de outsourcing e como funciona?

Navegação Rápida
Navegação Rápida

Com os diferentes desafios trazidos pela velocidade de mudança na sociedade e mercado, é necessário encontrar meios de manter os bons resultados do negócio. Nessa tarefa, o outsourcing pode ser um bom aliado: por meio dele, é possível transferir diversas tarefas e operações da empresa para uma força de trabalho externa. Isso impacta positivamente tanto nos gastos quanto na eficiência dos seus processos.

Nesse conteúdo, vamos falar mais sobre o que é o outsourcing, como funciona na prática e como pode agregar ao negócio quando bem implementado. Acompanhe!

O que é outsourcing?

O outsourcing significa, literalmente, fonte (sourcing) de fora (out), e diz respeito a uma estratégia de gestão na qual existe a contratação de uma outra empresa que é especialista em determinado setor para realizar uma tarefa que antes era feita pelos próprios colaboradores da empresa contratante.

Estima-se que esse termo tenha surgido nos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, quando diversas empresas precisaram focar na produção de armamento e então terceirizavam alguns de seus setores a outras.

Geralmente, a empresa que foi contratada fica responsável por um determinado setor, por já ter expertise na área e propriedade para conduzir sua força de trabalho rumo a bons resultados para a empresa que a contratou.

Outsourcing e terceirização

A tradução mais utilizada da palavra outsourcing para o português é “terceirização”, e, apesar de terem significados similares, não dizem exatamente a mesma coisa.

No outsourcing, a empresa contratada trabalha em conjunto com a empresa contratante rumo a um resultado específico, ou seja, tem relação mais direta com o serviço ou produto final oferecido ao cliente.

A terceirização tem sentido mais geral e pode dizer respeito à contratação de uma empresa terceirizada para realizar qualquer tipo de serviço dentro da empresa contratante, com pouca ou nenhuma relação com a atividade-fim da mesma. Geralmente tem como objetivo principal a redução de custos, já que não requer mão de obra especializada.

Como funciona o outsourcing?

O outsourcing busca simplificar diversos processos introduzindo uma força de trabalho externa especializada na tarefa, o que pode contribuir para que os colaboradores da empresa consigam focar no resultado final, obtendo melhor desempenho.

Nesse cenário, as pessoas que trabalham na empresa contratada não possuem vínculo empregatício com aquela que contrata, sendo esse vínculo estabelecido apenas com a empresa que oferece o serviço.

Exemplificando: se um escritório contrata uma empresa X especializada em tecnologia para executar uma tarefa ligada ao ramo, os colaboradores da empresa de tecnologia X não terão vínculo empregatício nenhum com o escritório, apenas com a empresa X.

Esse tipo de estratégia pode trazer inúmeras vantagens para a empresa. Uma delas é a eficiência dos processos, já que a empresa contratada se especializa na tarefa que se propõe a desempenhar e por esse motivo possui processos e métodos mais bem estabelecidos, o que também impacta positivamente na economia da empresa.

Nesse cenário, os profissionais da empresa contratada possuem a especialização na tarefa que desempenham, enquanto que a empresa dispõe de processos já testados, foco e uma cultura organizacional bem definida, sendo uma combinação que traz bons resultados para a empresa que contrata.

Tudo isso busca oferecer ao cliente a melhor experiência de uso e compra possível, com excelentes profissionais do mercado e uma estrutura bem organizada e eficiente, motivo pelo qual grandes empresas geralmente fazem uso da prática.

Pode ser também uma boa estratégia para empresas cujas funções possuem mão de obra com valor elevado, como, por exemplo, desenvolvedores de software e designers de UX. Por meio do outsourcing, é possível contar com os serviços desse profissional especializado sem necessariamente estabelecer um vínculo empregatício com ele.

Vantagens

Existem diversas vantagens na contratação de uma empresa externa para desempenhar determinadas funções:

  • Aprendizado

Como são especialistas em seu ramo, é possível aprender com a empresa fornecedora e aplicar algumas de suas práticas no dia a dia da empresa contratante.

  • Flexibilidade no orçamento

Por não estabelecer vínculo empregatício com os funcionários da empresa contratada, existe uma diminuição nos custos fixos da empresa contratante e outros custos variáveis, o que permite uma gestão financeira mais flexível.

  • Pensamento estratégico

Com a otimização de processos e uma estrutura hierárquica simplificada, é possível que o time foque em bons resultados, oferecendo a melhor experiência ao cliente.

  • Melhor performance

A contratação de um time externo especializado em determinado serviço ou tarefa garante uma melhora no desempenho da empresa e aumento da produtividade.

  • Menos riscos trabalhistas

Como no outsourcing a empresa contratante não possui vínculo com os profissionais da fornecedora, existe a diminuição dos encargos trabalhistas.

Desvantagens

Podem existir também algumas desvantagens, como por exemplo:

  • Menos controle

É preciso que a empresa contratante se certifique de todos os processos realizados pela fornecedora, não se afastando demais e perdendo o controle sobre eles.

  • Dependência exclusiva

Por contratar uma empresa que já entende do assunto, a empresa contratante pode ficar dependente dela para desempenhar determinadas tarefas, já que não possui o conhecimento específico necessário.

  • Dificuldade de integração

Como existe a junção de duas empresas, o alinhamento entre elas pode ser complicado, ou até mesmo incompatível.

  • Perda de confidencialidade e segurança

Muitas vezes a empresa contratada terá acesso a documentos e informações de caráter sigiloso, o que pode ser um ponto negativo para a empresa contratante.

Outsourcing de TI

O outsourcing de TI é uma prática muito comum principalmente para controle de gastos, já que, por meio dela, é possível contar com mão de obra especializada de forma escalonada, sem a necessidade de investir de forma massiva em infraestrutura.

Offshore

O outsource offshore é aquele que acontece entre empresas de países diferentes, com fusos horários e moeda distintos, como por exemplo uma empresa do Brasil que contrata um time de TI de uma empresa da Bélgica para desempenhar determinada função.

Uma grande vantagem desse tipo de operação é que é possível contar com mão de obra muito mais diversificada e muito bem treinada e especializada, já que entre diferentes países existem aqueles com mercados mais desenvolvidos em determinados ramos e profissionais mais qualificados.

Nearshore

O outsource nearshore é um meio termo entre o offshore e o onshore, e diz respeito ao outshore entre empresas de países distintos porém com características mais próximas, como por exemplo com fuso horário e moeda iguais ou similares.

Um exemplo disso é quando uma empresa francesa contrata uma empresa da Alemanha, países próximos e com cenários semelhantes em diversos fatores.

Onshore

Já o outsourcing onshore ocorre entre empresas no mesmo país, e tem como vantagem uma maior probabilidade de integração entre as duas empresas, já que a cultura e modo de trabalho tendem a ser mais semelhantes. Um exemplo é a contratação de uma empresa brasileira de TI por uma grande multinacional também em solo brasileiro.

BPO (Business Process Outsourcing)

O Business Process Outsourcing, ou Terceirização de Processos de Negócios, é uma estratégia de gestão em constante crescimento. A partir dele a empresa pode focar no seu objetivo principal e como obter esse resultado, enquanto deixa atividades secundárias a cargo de especialistas, incluindo a manutenção e otimização dos processos.

Ele pode ser dividido em alguns setores: 

  • existe o BPO financeiro, que gerencia todo o setor burocrático da parte financeira da empresa; 
  • o BPO comercial, que foca em oferecer uma equipe preparada e focada em buscar oportunidades de mercado e fechar negócio;
  • BPO contábil, responsável pela gestão de contratos sempre se atentando às normas fiscais e tributárias; 
  • além de alguns outros, como jurídico, administrativo e BPO fiscal.

Otimize os resultados da sua empresa

Agora que ficou mais claro como funciona na prática o outsourcing, vale ressaltar que o uso de um sistema de gestão empresarial pode ajudar muito a monitorar resultados e garantir a integração entre a empresa contratante e a prestadora de serviços, podendo inclusive auxiliar na automatização de ainda mais tarefas.

A integração total de diversos dados e setores da empresa oferece um panorama muito mais amplo de gestão e pode ser a chave para obter ainda melhores resultados a curto e longo prazo. Confira a página da Omie e fique por dentro das funcionalidades do seu sistema ERP inteiramente online.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
A gestão de projetos pode ser a ponte para entregas de qualidade, com controle orçamentário e eficiência. Entenda como colocar
gestão financeira para MEI
Descubra a importância de uma gestão financeira para MEI para aumentar a eficiência do seu empreendimento. Aprenda como fazer e
Lean office
O Lean Office é uma metodologia que visa a aplicação dos princípios do Lean Manufacturing para reduzir o desperdício e