Orçamento estático: significado, exemplos e como usar

Entenda o conceito de orçamento estático e seus benefícios, e saiba como escolher o que melhor funciona para sua empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você já ouviu falar sobre orçamento estático? Imagine um planejamento financeiro onde todas as receitas e despesas são fixas, mesmo que a realidade mude.

Neste artigo, vamos explorar o conceito de orçamento estático e seus benefícios, te ajudando a compreender de que forma essa abordagem ainda tem seu espaço em certas situações.

O que é orçamento estático?

O orçamento estático é um tipo de planejamento financeiro em que todas as receitas e despesas são fixas e não mudam durante o período orçamentário. Em outras palavras, é como fazer um plano financeiro com números que não se alteram, mesmo que a realidade mude.

Benefícios do orçamento estático

O orçamento estático, embora tenha algumas limitações em comparação com abordagens mais flexíveis, ainda oferece alguns benefícios em situações específicas. Veja algumas de suas principais vantagens:

  • Maior previsibilidade financeira: O orçamento estático fornece uma visão clara e estável das receitas e despesas, ajudando as empresas a prever suas necessidades financeiras com mais precisão, facilitando o planejamento de longo prazo.
  • Facilidade na alocação de recursos: Com números fixos, alocar recursos se torna mais simples, uma vez que as alocações de fundos são predefinidas. Isso pode ser particularmente útil para despesas fixas, como aluguel e salários.
  • Melhor acompanhamento do desempenho financeiro: Com um orçamento estático, as empresas podem comparar facilmente o desempenho real com as metas orçamentárias, identificando desvios e áreas que requerem atenção, tornando o acompanhamento do desempenho financeiro mais direto.

Exemplos de orçamento estático na rotina da empresa 

O orçamento estático é menos flexível do que outras formas de orçamento, o que significa que ele é mais apropriado para situações em que as receitas e despesas podem ser razoavelmente previstas e permanecerão constantes durante o período orçamentário. 

Imagine que você é dono de um pequeno café e deseja criar um orçamento estático para o próximo mês. 

Você estabelece que suas receitas virão principalmente das vendas de café e lanches, e estimou que será capaz de vender 100 xícaras de café a R$3 cada e 50 lanches a $5 cada. Portanto, suas receitas previstas são de R$300 (xícaras de café) + R$250 (lanches) = $550.

Além disso, você estima que suas despesas mensais, incluindo aluguel, salários dos funcionários, ingredientes e contas de serviços públicos, serão sempre R$400.

No entanto, mesmo que a realidade seja diferente, como a venda de mais café do que o esperado ou a necessidade de reparos inesperados na máquina de café, seu orçamento permanece fixo em R$550 de receitas e R$400 de despesas. Esses números não mudam, independentemente das circunstâncias reais do mês.

É importante observar que, para muitas empresas (especialmente aquelas operando em ambientes de negócios voláteis), as abordagens mais flexíveis, como o orçamento flexível, podem ser mais adequadas, pois permitem ajustar o orçamento com base nas mudanças nas circunstâncias.

Orçamento estático e orçamento flexível

O orçamento estático não é o único tipo de orçamento possível. Mas, em contrapartida a ele, o mais comum é usar o orçamento flexível. Vamos entender melhor suas principais diferenças, vantagens, desvantagens e quando usar cada um deles:

Diferenças fundamentais

Orçamento estático: As receitas e despesas são fixas e não mudam, independentemente das variações reais que ocorram durante o período. É uma abordagem rígida que não se adapta a mudanças.

Orçamento flexível: As metas podem ser ajustadas à medida que as circunstâncias mudam. As receitas e despesas podem variar com base no desempenho real, tornando-o mais adaptável a mudanças.

Vantagens e desvantagens do orçamento estático

Vantagens:

  • Simplicidade na criação e implementação.
  • Maior previsibilidade financeira a longo prazo.

Desvantagens:

  • Falta de flexibilidade para se adaptar a mudanças.
  • Pode não ser adequado para empresas em ambientes voláteis.

Vantagens e desvantagens do orçamento flexível

Vantagens:

  • Adaptabilidade a mudanças no ambiente de negócios.
  • Melhor resposta a variações reais de receitas e despesas.

Desvantagens:

  • Mais complexo de criar e gerenciar.
  • Pode exigir mais tempo e recursos.

Quando o orçamento estático deve ser utilizado?

  • Orçamento estático: É apropriado quando as receitas e despesas podem ser razoavelmente previstas e permanecerão estáveis ao longo do período orçamentário. 
  • Orçamento flexível: É mais apropriado quando as circunstâncias podem mudar significativamente durante o período orçamentário. É útil para empresas em ambientes voláteis ou que precisam adaptar suas metas com base no desempenho real.

Como fazer um orçamento estático de forma eficiente 

  • Identifique receitas e despesas fixas: Liste todas as fontes de receita e despesas que permanecerão constantes ao longo do período orçamentário.
  • Seja detalhado: Registre todas as despesas fixas, desde aluguel e salários até custos regulares, como seguros e depreciação.
  • Utilize históricos: Analise dados financeiros anteriores para determinar valores realistas para as receitas e despesas fixas.
  • Monitore constantemente: Mesmo em um orçamento estático, é importante acompanhar regularmente o desempenho real em relação ao orçamento e fazer ajustes se necessário.
  • Mantenha-o simples: Não inclua variações ou estimativas que não sejam estritamente fixas no orçamento estático para manter a simplicidade.

Outras dúvidas sobre esse tema

Ainda tem questionamentos sobre orçamento estático e se ele pode funcionar para o seu negócio? Separamos algumas perguntas e respostas que podem te ajudar:

Para que serve o orçamento estático?

O orçamento estático permite estabelecer metas e previsões financeiras com números fixos que não mudam ao longo do período orçamentário, proporcionando previsibilidade e referência para o planejamento e controle financeiro.

Quais as principais desvantagens do orçamento estático?

As principais desvantagens do orçamento estático são: falta de adaptabilidade a mudanças, previsões imprecisas e inadequação para ambientes empresariais voláteis, tornando-o menos eficaz em comparação com abordagens flexíveis.

Como contribui para diferentes tipos de gestão?

No contexto da realização de um orçamento estático, a gestão empresarial se faz necessária para definir os objetivos e metas da empresa, bem como para acompanhar e monitorar o desempenho financeiro. 

Já a gestão orçamentária é responsável por elaborar e controlar o orçamento estático, que consiste em um planejamento financeiro baseado em estimativas fixas de receitas e despesas. 

Orçamentos são mais confiáveis com um ERP

O uso de um orçamento estático pode ser limitante para as empresas, especialmente em um cenário de constantes mudanças econômicas. A falta de flexibilidade e adaptação pode levar a decisões financeiras equivocadas e à perda de oportunidades de crescimento. 

Para evitar esses problemas, conte com soluções financeiras como as oferecidas pela Omie. Com o auxílio de sua plataforma integrada e intuitiva, sua empresa pode gerenciar as finanças de forma eficiente, monitorando receitas, despesas, fluxo de caixa e muito mais. 

Não deixe que um orçamento estático limite o potencial de seu negócio, conheça as soluções financeiras da Omie e leve sua empresa para o próximo nível.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Notebook aberto em boleto bancário
Descubra como funciona o boleto bancário e como essa forma de pagamento traz vantagens para sua empresa
gestão de inadimplência
Automatizar o processo de cobrança ajuda a reduzir a inadimplência e evitar negativações
Entenda a função e a importância do balancete para a gestão financeira de um negócio e saiba como a tecnologia