Automação industrial: o que faz e qual o seu efeito?

Confira porque a automação industrial é indispensável para a indústria e como aplicar estratégias de sucesso.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A automação industrial é a junção das áreas eletrônica e mecânica, juntamente com a tecnologia da informação (TI). Ela é responsável por aumentar a produtividade e sustentação das indústrias no mercado, combinando diversas frentes de trabalho e fluxos de produção e controle em prol da eficiência geral.

O conceito está diretamente ligado à indústria 4.0, definição que engloba diversas tecnologias de automação, troca de dados, internet das coisas e computação em nuvem. Esses elementos tornaram-se parte do dia a dia do comércio e indústria a partir dos anos 1980, período em que a tecnologia se desenvolveu ainda mais.

A inserção da tecnologia no dia a dia das indústrias otimiza processos de produção que levavam muito mais tempo para serem finalizados. A TI permite que atividades que seriam feitas repetidas vezes sejam automatizadas, a fim de melhorar todo o processo.

Assim, saímos de um quadro de repetição e burocracias para a otimização geral, permitindo que todos os setores de uma empresa e principalmente os líderes tenham tempo voltado para mudanças, análise de dados e criação de estratégias.

Neste artigo, você aprenderá o que é a automação industrial, como realizá-la e os benefícios. Além disso, vai ficar por dentro de uma opção inteligente e intuitiva oferecida pela Omie, conferindo as funcionalidades e aplicações. Boa leitura!

62a1f7437a5e6b5e2f216d35 CTA Banner Empreendedor 2 opt2 v2 22

O que é automação industrial?

Para entender o que é automação, basta pensar em tarefas repetitivas. Ao otimizar esses processos, deixando-os automatizados, estamos fazendo uma automação e deixando de necessitar obrigatoriamente da força de trabalho humana. Na indústria, quando essa ideia é aplicada, chegamos à automação industrial.

A automação pode ser feita de diversas formas, a partir das ações de máquinas e computadores. Ela é feita por sistemas computadorizados e mecânicos, que são programados para executar uma ação contínua e repetitiva. Nesse contexto, a ação humana é valorizada como um componente de observação e intervenção preventiva, auxiliando a tecnologia para melhor entrega.

Na indústria, muitos processos ocorrem dia após dia, repetidamente. Implementar a automação industrial é uma forma de deixar a empresa mais produtiva e moderna, deixando a ideia de ações totalmente manuais no passado, assim como os erros comuns a esse modelo de atuação manual.

Com o avanço da transformação digital, a tecnologia se tornou imprescindível para empresas que querem crescer e se sustentar em mercados competitivos. É possível contratar soluções digitais de mercado voltadas ao seu setor ou construir uma do zero, de acordo com as necessidades particulares do seu negócio.

Especialistas em engenharia de software, mecatrônica, mecânica etc podem ajudar e, unidos à boa gestão empresarial, tem muito a contribuir no mundo dos negócios.

Objetivos da automação industrial

A automação industrial possui diversos objetivos. O principal deles, é reduzir custos e o esforço humano em tarefas em que não haja a necessidade de muita atenção ou desenvolvimentos táticos. Assim, aumenta-se a eficiência e capacidade de produção.

Confira os principais objetivos da automação industrial:

  • aprimorar a produtividade: um apanhado de processos automatizados melhoram a capacidade produtiva;
  • ampliar a produção industrial: com mais produtividade, todo o processo é ampliado;
  • reduzir custos: otimização de investimento realizado no processo de produção;
  • aumentar a segurança de trabalho: trabalhos com riscos de acidentes deixam de ser executados por pessoas;
  • simplificar processos: a operação e manutenção de maquinários é simplificada, sem a necessidade de grande experiência no manuseio.
Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Vantagens da automação industrial

A automação industrial traz diversas vantagens aos colaboradores e negócios, relacionadas aos recursos e o aumento da produtividade. Confira algumas delas:

  • economia e otimização de tempo;
  • mais precisão e qualidade;
  • mais tempo em operação;
  • redução de riscos;
  • redução de gastos.

Conheça os princípios da automação industrial

Para entender o porquê de realizar a automação industrial, é preciso compreender os princípios que constituem o conceito – assim será possível identificar as particularidades do seu ramo de atuação e escolher uma solução personalizada.

Interoperabilidade

Capacidade de comunicação clara e concisa entre maquinários e colaboradores, através de tecnologias, como a internet das coisas.

Descentralização

A centralização das ações não fica somente em mãos humanas. Por exemplo: problemas e falhas na operação podem ocorrer a qualquer momento. Nesse caso, as notificações podem ser enviadas pelo maquinário para, então, fazer a realização de análise desses dados pelos colaboradores.

Dados em tempo real

As coletas e análises de dados são feitas em tempo real, assim, alcançar os objetivos de cada indústria é mais simples.

Virtualização

Processos físicos podem ser inseridos no mundo virtual, o que permite o rastreio e monitoramento remoto.

Orientação do serviço

A computação em nuvem, quando aplicada ao contexto de automação industrial, permite a disponibilização dos serviços em qualquer ponto do planeta, a partir de chaves de segurança e liberação de acesso.

Modularidade

É a capacidade de adaptação de um produção, com o seguimento da expansão, reposição, retirada ou mutação de módulos.

Sistema ERP e automação industrial: benefícios para a empresa

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, ou sistema de gestão empresarial. Um ERP, junto à automação industrial, traz benefícios para negócios que atuam no ramo industrial.

A gestão é uma parte muito importante de uma empresa e, para indústrias, é ainda mais importante manter a produção interna organizada, visto que o montante de processos, valores e materiais é maior.

A Omie oferece um sistema ERP que reúne dados dos diversos setores de uma empresa, além de permitir a integração com outras aplicações externas, o que deixa o sistema ainda mais completo.

Atende os mais diversos segmentos, entre eles, o da indústria e logística, que precisam automatizar os serviços de rotina para otimizar processos.

O ERP é totalmente on-line e não precisa de instalação, o que permite o uso ilimitado e na nuvem. São diversas as vantagens, como:

  • ativação rápida e simples;
  • acessibilidade;
  • unificação de gestão;
  • atualização automática de dados;
  • sincronia de dados;
  • integração com outras soluções;
  • melhor fluxo de informações;
  • acesso a informações em tempo real.

Com a união entre a automação industrial e um ERP, a sua indústria terá um diferencial competitivo significativo, independente do ramo de atuação.

Automação industrial: otimização de processos na indústria

Neste artigo, você entendeu como a automação industrial é capaz de melhorar a rotina dos processos na indústria. Além disso, viu como essa estratégia deve estar junto de tecnologias de gestão, como sistemas ERP.

Você, PME, deve otimizar seus processos agora mesmo. Acompanhe as tendências do mercado, ganhe tempo e livre-se das repetições e atrasos. Continue mantendo-se informado deste e outros temas no blog da Omie, um espaço com conteúdos de qualidade voltados ao mundo dos negócios.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
O que é uma API representação
Entenda como uma API é essencial para fazer a gestão completa do seu negócio: tire suas dúvidas conosco!
importância da inteligência artificial
Este artigo explora a inteligência artificial, suas aplicações empresariais e benefícios, como automação de processos e análise de dados. Além
PIS: homem com mão no queixo
Conheça o que é PIS, seu funcionamento, benefícios e como garantir os direitos dos colaboradores da sua empresa.