5 dicas para um planejamento financeiro empresarial de sucesso!

Sem “economês” ou “financês”, veja o universo de possibilidades para o seu negócio usando um bom gerenciamento financeiro empresarial

09/Jun/2020
Finanças

Um verdadeiro planejamento financeiro empresarial vai além do controle de gastos da empresa, pois a estratégia financeira do negócio deve conversar com diversas outras áreas e não ser apenas aquela que limita despesas ou libera recursos. 

Por isso, a gestão financeira de uma empresa tem cada vez mais recebido atenção por parte de seus donos.

Mas, o que é o planejamento financeiro empresarial?

Seria uma grande felicidade ter uma receita de bolo que descrevesse o gerenciamento financeiro empresarial adequado e se encaixasse em todos os tipos de negócios, mas não é uma realidade. 

Dessa forma, antes de começarmos a nos aprofundar, considere fazer adaptações de acordo com o tamanho do seu negócio e às suas possibilidades, apenas não limite seus objetivos, estes podem ser ousados.

Como fazer um planejamento financeiro?

O planejamento financeiro para empresas começa com uma gestão dos números centralizada e organizada. 

É preciso olhar para custos, despesas, receitas e compreender onde está a maior parte dos investimentos da empresa, qual área tem recebido menos atenção e quais pontos precisam ser revistos, pois o valor investido não tem trazido retornos justos.

Um gerenciamento financeiro empresarial eficiente é aquele que se torna a estratégia do negócio. Os dados obtidos a partir dele são um dos maiores suportes para a tomada de decisão do gestor. 

Imagine que o principal produto da empresa vem perdendo força no mercado, a melhor forma de isso ser notado está nos números.

5 dicas para começar um planejamento financeiro eficiente

1 - Compreenda onde você está

O primeiro passo é compreender o ponto em que sua empresa se encontra, fazendo um levantamento de todas as informações financeiras que estão atreladas a ela.

Para tanto, comece a apurar todas as despesas para a manutenção do negócio, aquelas necessárias para que sua empresa possa funcionar, a estas, você pode chamar de despesas fixas da empresa.

Depois, note aqueles gastos que ocorrem e não são essenciais para o negócio, mas muitas vezes, são os responsáveis pela expansão, captação de novos clientes e etc. Esses podem ser batizados de eventuais.

Agora, organize esses dados em único lugar. Caso você ainda não tenha acesso a um bom sistema de gestão, faça uso da planilha financeira.

O ideal é que você crie categorias para as despesas, classificando-as em despesas operacionais, administrativas, de marketing/comunicação, recursos humanos e outras áreas que possua dentro da sua empresa.

Da mesma forma, é importante ter um levantamento das receitas obtidas nos últimos meses. Verifique o histórico, quem são os principais clientes e qual o volume de vendas. 

Será que o valor é constante? Existe uma variação grande, que possa justificar um estudo mais aprofundado?

Reúna esses dados junto às despesas e construa uma planilha (ou use um bom sistema) para ter um DRE – Demonstrativo de Resultado de Exercício – uma ferramenta que lhe permite chegar até o seu lucro líquido, aquele dinheiro que sobra após abatidas todas as despesas e impostos.

2 – Analise as suas possibilidades

Feito esse levantamento, que deve ser o seu trabalho mais árduo para ter um planejamento financeiro empresarial eficiente, é hora de debruçar-se sobre os números e tudo que estiver ligado a eles: equipes, vendas, produtos e serviços.

 

Veja quais são os seus gargalos, o que tem tirado mais dinheiro da empresa e, especialmente, o que não tem retornado o investimento. 

Avalie e comece a estabelecer prioridades e uma nova estratégia sobre o negócio.

É a hora de projetar novos planos para o seu negócio a partir de dados reais e não de “achismos”, que costumam marcar presença nos pequenos e médios negócios, já que com equipes pequenas e pouco tempo disponível, acabam não se dedicando aos dados trazidos pelo controle financeiro empresarial.

3 – Trace metas usando o 5W 2H

A indústria japonesa presenteou o mundo com um método simples e eficaz, que é uma ferramenta excelente para a organização financeira empresarial: o 5W 2H.

Respondendo a 7 questionamentos, você é capaz de se aprofundar nas metas para a empresa e ter um Plano de Ação praticamente montado para que elas sejam executadas e perseguidas à risca. Adicionaremos em seguida o PDCA – Plan, Do, Check and Act – Planejar, Executar, Checar e Agir.

Veja a lista dos Ws a serem respondidos:

1. What: Qual é a minha meta?

2. Who: Quem será responsável por ela?

3. Where: Onde irá acontecer?

4. When: Quando será?

5. Why: Por que ela é importante para o negócio

Ao ter essas 5 respostas, você já avançou bastante no seu planejamento. Agora, vamos a um exemplo prático:

1. Qual é a minha meta?

Aumentar em 30% minha base de clientes.

2. Quem é o responsável?

O setor de vendas coordenado pela Vanessa.

3. Onde irá acontecer?

Com foco nos bairros da região centro-sul da cidade.

4. Quando?

A ação de expansão da base de clientes começa daqui a 02 meses.

5. Por que ela é importante?

Porque aumentando a base de clientes, crescemos nosso faturamento e ganhamos a possibilidade de abrirmos mais filiais da empresa.

Sentiu falta de alguma informação importante para o planejamento? Imagino que sim, os 2Hs.

As duas respostas que faltam, te darão informações essenciais para o planejamento financeiro da sua empresa.

6. How: Como será executada essa ação para alcançar sua meta?

A ação será executada utilizando recomendações obtidas pela sua atual base de clientes, ações promocionais na internet para captar leads (potenciais interessados) e também com visitas e ligações, propondo apresentar seu produto.

7. How much: Quanto custará?

O orçamento proposto é de R$ 12.000,00 que, se atingida a meta, trará um retorno estimado de R$ 60.000,00, representados em 60 contratos padrão ou, se forem fechados contratos premium, o número de contratos pode até ser menor.

A partir daqui já se tem um norte para a execução do seu novo planejamento. Mas, de toda forma, recomenda-se que se investigue muito mais a fundo cada um dos itens do 5W 2H, para que seus planos não sejam frustrados.

4 – Acompanhe usando o PDCA

Como dito, não basta apenas traçar um planejamento eficaz, é preciso acompanhá-lo e realizar eventuais ajustes que se fizerem necessários no decorrer da execução, o que é normal e até aconselhável, raramente, uma estratégia traçada seguirá 100% fiel ao que se imaginou.

O P (Plan) – Planejar – já foi cumprido ao preencher os 5W 2H, agora é hora de seguir para a Execução, o “D” do PDCA – Do.

A execução é mais importante que o planejamento, sem dúvidas. Não adianta ter um lindo mapa e nunca ter sequer navegado. Porém, pouco também contribui “dar uma de louco” e conduzir o barco apenas seguindo seus instintos. A palavra de ordem é EQUILÍBRIO.

 

É preciso executar o que se traçou como estratégia, mas ter uma margem de flexibilização para decisões que se façam imediatas, por exemplo, para quando seu vendedor ou você está de frente com o cliente e precisa decidir se aceita ou não uma demanda que não fora prevista.

Por mais que sua área de vendas tenha trabalhado de forma exaustiva uma boa matriz de objeções, é possível que um ou outro cliente traga “novidades” à mesa, que exijam decisões rápidas. 

Do contrário, aquele cliente pode nunca mais querer o seu serviço, logo, é necessário que alguns pontos de flexibilidade sejam ajustados previamente, como percentual máximo de desconto, período de fidelização, modelo de assistência e outros pontos que variam conforme sua linha de negócio.

Daí, a importância do “C” (Check) – o termo em inglês atende bem nosso intuito – checar, monitorar a execução e avanço das metas. 

Nessas checagens é onde pode-se reajustar o rumo do barco, manter o curso ou até mesmo, perceber que o barco está à deriva em alto mar, sem estratégia e sem resultados.

Esse processo deve ser constante, dependendo da intensidade da execução e número de pessoas envolvidas, recomenda-se que essa revisão seja semanal, com apresentação rápida dos resultados por cada área envolvida e explicação dos pontos que não avançaram. 

Uma metodologia que pode ajudar é o SCRUM, cuja obra de mesmo nome pode ajudar no seu dia a dia.

5 – Inspire-se nos modelos que deram certo

Ser inovador e criativo não é um problema, mas se isso estiver te custando muito dinheiro e  não trouxer os resultados esperados, deixe um pouco de lado essa criatividade e foque em eficiência.

Há várias empresas de sucesso que deram certo justamente por trabalhar orçamentos enxutos, focando nos resultados de forma incansável e operando sob uma política justa de salários, mas sem se esquecer de premiar aqueles que vão além do mediano.

Por isso, olhe para sua área de atuação, há uma grande chance de você encontrar outros atores no mercado que tenham começado do mesmo ponto que você ou até de forma mais simples e, ainda assim, obtiveram resultados extraordinários.

Chamamos essa forma de agir de benchmarking. Explore seus concorrentes, sejam diretos ou indiretos. Afinal de contas, em um mundo tão tecnológico, cada vez a concorrência se torna mais transversal. 

Basta ver os aplicativos de motorista particular, que ampliaram suas áreas de atuação, tornando-se deliveries de qualquer produto.

Passando por esses pontos, fazer o gerenciamento financeiro de uma empresa se torna menos penoso do que costuma ser.

Gestão, Planejamento, Gerenciamento são palavras que fazem mais jus ao que um bom planejamento financeiro empresarial pode fazer por você e por seu negócio.

Finalizada a leitura, faça o que combinamos nos 5 pontos acima e comece agora a inovar na gestão financeira e estratégica da sua empresa!

Sucesso e até a próxima!

Matheus Machado

Educador Financeiro apaixonado em ajudar as pessoas a melhorarem a forma como se relacionam com o dinheiro. Sou advogado com MBAs em Gestão de Projetos e em Finanças, um curso de Fintechs por Oxford e palestrante e colunista na rádio e na TV. Hobbie: Música.


Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas