Dicas de planejamento financeiro para microfranquias.

Aprenda dicas de como fazer um planejamento financeiro para microfranquias de forma efetiva e descomplicada.

16/Mai/2022
Franquias

Querendo saber como fazer um planejamento financeiro para microfranquias? Então, você está no lugar certo. Ele é fundamental para levantar os recursos da microfranquia e, com isso, desenvolver estratégias para melhorar a gestão do negócio. 

 

Quando realizado de forma adequada, o planejamento é capaz de manter a saúde financeira das microfranquias estável e, assim, possibilitar resultados positivos. A falta de planejamento financeiro para microfranquias pode levar o negócio a fechar as portas em pouco tempo. 

 

Infelizmente, esse é um contexto bastante presenciado no Brasil. Empresas que não possuem planejamento financeiro e estratégico adequado para as microfranquias, acabam vendo os negócios irem à falência.

 

Para te ajudar a não correr esse risco e fazer a gestão financeira de microfranquias de forma eficiente e que traga resultados positivos ao seu negócio, preparamos este artigo especialmente para sanar suas dúvidas e te trazer tranquilidade. Acompanhe! 

O que é planejamento financeiro?

 

O planejamento financeiro para microfranquias é um tipo de estratégia desenvolvida pelos empreendedores para cuidar da divisão de recursos e controlar os gastos e ganhos em diferentes períodos de tempo. 

 

Além disso, ele também é um grande aliado no momento de estruturar a gestão financeira de microfranquias, por exemplo, pois traz grandes vantagens para a organização do negócio e para a execução eficiente de tarefas. Afinal, por meio do planejamento de gastos e ganhos, a microfranquia consegue antecipar e prevenir possíveis problemas. 

 

Além de ajudar no controle de gastos, o planejamento financeiro ajuda na tomada estratégica de decisão. Levando em consideração uma visão mais ampla do negócio e de tudo o que é necessário para fazê-lo crescer, fica mais fácil tomar decisões importantes para o futuro da microfranquia

 

Em outras palavras, o planejamento financeiro para microfranquias é uma ferramenta essencial para a gestão e crescimento do negócio, devendo ser realizado detalhadamente e de forma técnica, sob a orientação adequada e preferencialmente pelos gestores da área.

5 dicas para construir planejamento financeiro em microfranquias

 

Como citamos, o planejamento financeiro é essencial para garantir bons resultados e prevenir possíveis problemas no negócio. E mais do que isso, ele é uma ferramenta de gestão importante. 

 

Para te ajudar a aproveitar essa ferramenta da melhor forma possível, separamos cinco dicas para você aprimorar e colocar em prática o seu planejamento financeiro. Olha só:

 

1. Faça uma análise externa e interna 

 

As análises são fundamentais para qualquer negócio, e com as microfranquias não é diferente. A vantagem para elas é que as franquias já oferecem essas informações detalhadas para os franqueados.

 

Porém, ainda assim, dependendo do local pode ser que algumas informações mudem, por isso é importante fazer uma autoanálise. Para isso, você deve buscar e pesquisar a fundo as informações sobre o mercado interno e externo do seu segmento.

 

Isso inclui estudar os fatores internos e externos da microfranquia em relação à região em que o serviço será vendido, considerando o público-alvo e outras informações importantes. Uma ótima maneira é utilizar a Análise SWOT, uma ferramenta que compreende as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de um negócio em seus fatores internos e externos.

 

2. Estabeleça metas e objetivos

 

Assim como outros tipos de empresa, uma microfranquia também deve ter metas e objetivos bem claros e definidos. Por exemplo, as metas podem ser relacionadas às vendas por um determinado período, qual o faturamento pretendido, quais as possibilidades de investimento e o lucro esperado.

 

Para te guiar nesse momento de decisão, existem algumas estratégias de metas que podem ser seguidas, confira:

  • Específicas: quando são feitas de maneira específica e objetiva, sem abrir margem para dupla interpretação;

  • Mensuráveis: são metas quantificáveis, ou seja, definidas de maneira em que podem ser medidas e analisadas, considerando volumes ou valores;

 

  • Atingíveis: são as metas que devem ser alcançadas;

  • Realistas: são aquelas metas que consideram todo o cenário e não tentam utilizar meios e recursos maiores do que os disponíveis;

  • Temporizáveis: são as metas com prazos e duração já definidos. 

 

3. Organize o orçamento anual 

 

Franquias de pequeno porte e, até mesmo as de médio e grande porte, precisam se atentar bastante à organização do orçamento anual. Ele vai determinar o que será e deverá ser gasto ao longo do ano. 

 

A organização deve ser personalizada de acordo com cada área e atividade exercida pela microfranquia. Ou seja, devem ser consideradas as informações referentes aos investimentos em equipamentos, as ferramentas de tecnologia para auxiliar no dia a dia, a estrutura do espaço e a mão de obra terceirizada, caso tenha. 

 

Também é importante considerar os pagamentos das taxas de franquia ao franqueador, como royalties e taxa de propaganda. Essa organização de orçamento vai fazer toda a diferença no planejamento financeiro para microfranquias, afinal, ele ajuda a entender e fazer a gestão de custos

 

4. Trace um plano de ação

 

Um plano de ações bem elaborado traça diferentes cenários de um negócio. Com isso, várias estratégias são desenvolvidas para conseguir resultados positivos para a microfranquia.

 

Para a gestão financeira de microfranquias, o plano de ação é uma grande ferramenta, principalmente por servir como base para o planejamento financeiro. Nesse caso, ele contém informações como as metas e objetivos a serem atingidos, os recursos necessários e muito mais.

 

Além disso, o plano de ações serve também para orientar como as ações deverão ser executadas, quais equipes irão fazer parte, quais as despesas necessárias e ainda ajuda a mensurar os resultados e a mapear cada ação.

 

5. Faça acompanhamento

 

Para que os resultados sejam alcançados, é necessário que se mantenha, de maneira constante, o acompanhamento do planejamento financeiro para microfranquias. Assim, caso seja necessário, é possível atualizá-lo de acordo com a nova realidade da microfranquia

 

Ele pode ser feito de forma mensal ou trimestral, considerando sempre o cenário atual do negócio, pois existem alguns imprevistos que não podem ser controlados, como as crises financeiras, regulamentações e algumas questões sociais.

 

Uma boa maneira de fazer esse acompanhamento é utilizando ferramentas que auxiliem nesse processo e que, principalmente, produzam relatórios assertivos e atualizados. A Omie oferece um sistema financeiro completo que auxilia as microfranquias nesse e em outras etapas de um planejamento financeiro

A solução ideal para a sua microfranquia

 

Integrar e sincronizar um planejamento financeiro para microfranquia com a realidade do negócio é fundamental para impulsionar o sucesso do empreendimento e, mais do que isso, otimizar as estratégias e tarefas desenvolvidas na área financeira. 

 

Como você pôde perceber ao longo deste conteúdo, o planejamento financeiro para microfranquias é uma das ferramentas mais importantes para obter resultados positivos, traçar estratégias assertivas e ajudar na tomada de decisões.

 

A Omie oferece a chance de você se tornar um empreendedor, sabia? Você tem todo o suporte e treinamento necessário para começar no mundo dos negócios. Já pensou em levar o melhor software de ERP para outras empresas? 

 

Então, conheça a página de franquias da Omie e descubra como empreender pode ser totalmente descomplicado!

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas