Gestão do conhecimento: o que é e como aplicar na sua empresa

A gestão do conhecimento é uma ótima escolha para quem deseja ampliar o aprendizado dos funcionários

02/Mar/2022
Gestão

Todo empreendimento, seja ele novo ou de longa data, precisa passar em algum momento por uma transformação - para o digital, em processos, em qualificação - para que os resultados sejam potencializados e os setores da empresa tenham sempre o melhor desempenho. E esse processo é conhecido como gestão do conhecimento. 


E para que você realize esse processo em sua empresa, vamos te explicar como funciona na prática e apresentar algumas dicas para que você consiga passar por todas as etapas da gestão do conhecimento da melhor forma possível. Confira!

Como funciona o conceito de gestão do conhecimento?

É importante saber que a gestão do conhecimento é um tema bem amplo, que engloba várias ações para o dia a dia. Isso porque o conceito é usado para analisar todos os conhecimentos que existem para o desenvolvimento de uma empresa. Mas, o que isso significa na prática?


Basicamente, você precisa identificar que entendimentos os seus colaboradores têm sobre fazer a empresa crescer e os processos que são realizados. Além disso, é importante saber como desenvolver e escalar esses conhecimentos, para que a empresa não fique dependente de apenas um ou alguns funcionários. 


Quando aplicamos essa gestão de conhecimento no dia a dia, é preciso levar em conta todos os problemas e erros que podem acontecer dentro da empresa. E isso é levado em conta, pois essas dificuldades são usadas em decisões futuras e tem como base justamente o aprendizado em experiências anteriores.

Conhecimento tácito x Conhecimento explícito

Por meio da tecnologia e de metodologias de conhecimento, uma empresa consegue ter condições de integrar, identificar, analisar e compartilhar os aprendizados que já existem ganhando mais escalabilidade e produtividade. 

Para que isso aconteça, existem dois conceitos fundamentais que ajudam a entender como as informações são transmitidas, são eles:

  • Conhecimento tácito: sabe aquele conhecimento que você adquire com o tempo e com as experiências? Nele, você não tem dados teóricos nem informações quantificáveis, mas consegue ter a noção de várias informações;
  • Conhecimento explícito: nesse caso, é aquele que você consegue transmitir para outra pessoa, ou seja, quando existe um conhecimento teórico e ele é explicitado a alguém.

Quais as vantagens da gestão do conhecimento em sua empresa?

Além de entender o que é, é importante saber também quais as principais vantagens da gestão do conhecimento. São elas:


  • Padronização dos processos: além de gerar o acesso mais ágil às informações, possibilita uma tomada de decisão mais inteligente.


  • Aumento da produtividade: eleva a eficiência de cada funcionário por meio da colaboração e o uso dos processos mais adequados.


  • Engajamento de colaboradores: incremento do trabalho em equipe, da inovação e da busca de soluções criativas.


  • Funcionários mais comprometidos com trabalho: aceleração da curva de produtividade dos novos funcionários por meio de treinamentos assertivos e acesso aos dados, informações e conhecimentos que necessitam.


  • Vantagem competitiva: com todos os dados em mãos, a contribuição individual dos funcionários é facilitada, resultando em uma competição saudável dentro da empresa.

Tipos de gestão do conhecimento

Existem 3 tipos de gestão do conhecimento que podem ser utilizados nas empresas. Cada negócio terá uma necessidade específica, focando em uma das áreas, mas, quanto mais desses sistemas conseguir implantar, mais benefícios serão acumulados. São eles: 

Gestão da informação

Basicamente, é um conjunto de práticas para obter e utilizar as informações, mantendo-as em segurança, de forma que a empresa extraia valor disso e consiga beneficiar as partes interessadas.

Gestão de competências

Uma metodologia utilizada em Recursos Humanos para gerir e desenvolver ao máximo as habilidades técnicas e comportamentais dos profissionais, tendo como objetivo identificar quais são as expectativas das empresas para os colaboradores. Seu foco está nos resultados do cumprimento de tarefas.

Gestão do capital intelectual

Capital intelectual é a soma do capital humano e do capital estrutural, sendo um conhecimento capaz de inovar e agregar valor ao seu produto, ou seja, de se transformar em recursos financeiros. Assim, gerir corretamente esse tipo de informação no seu negócio é essencial para o sucesso da empresa.

Dicas de como aplicar a gestão do conhecimento em sua empresa

‍Agora que você já entende como funciona e quais são os tipos de gestão do conhecimento, vale seguir alguns passos para ter ainda mais efetividade no processo. Acompanhe!

1. ‍Faça o mapeamento de competências

Esse é o primeiro passo para você entender quais são as competências dos seus funcionários e o que pode ser útil para o desenvolvimento da empresa. 

Para isso, é preciso estabelecer o que é necessário para o crescimento do seu negócio. Quais são os pontos fortes, as ameaças, oportunidades e fraquezas? Onde a empresa quer chegar - em número de clientes ou receita, por exemplo? Quais são os indicativos de progresso e de sucesso? Após esse mapeamento, você consegue trazer mais efetividade para os processos e garantir resultados. 

2. ‍Facilite o compartilhamento de informações ‍

A empresa pode oferecer meios para que os funcionários compartilhem ideias e competências uns com os outros, desde uma intranet até eventos de integração - como apresentação de cada departamento ou dos projetos de cada setor, por exemplo. 

Isso porque, esse processo de gestão do conhecimento pode gerar insights diferenciados para as mais diversas áreas.

3. ‍Tenha comprometimento com a equipe

No começo, pode ser difícil explicar para os funcionários quão importante é a gestão do conhecimento na empresa, porém, você pode incentivar a participação com gamificação. Ofereça cursos, ingressos para eventos na área, cupons de descontos e outros como recompensa de participação no processo. 

4. Participação nas tomadas de decisão

Outro ponto de destaque é criar formas para que os colaboradores conversem sobre problemas e soluções para melhoria da empresa. E isso pode ser feito em reuniões rápidas ou até mesmo em ambientes de sugestão, colocados no escritório ou em algum canal digital. A principal vantagem é contribuir para tomadas de decisão que, normalmente, são de responsabilidade de áreas mais estratégicas.

5. Responsáveis pela organização

Esse é um trabalho que deve ser feito pela equipe inteira, e estimulado para que todos os setores façam. Isso porque, ajuda a dar autonomia, segurança e proporciona confiança entre os profissionais envolvidos. 

6. ‍Utilize ferramentas para aumento da produtividade

Por fim, contrate uma ferramenta de mercado para ajudar na gestão do conhecimento e na gestão empresarial. Um ERP pode auxiliar nas tarefas do dia a dia, otimizar o tempo de trabalho dos seus funcionários e, consequentemente, aumentar a produtividade. 

Ferramentas que auxiliam na gestão do conhecimento

Agora, conheça excelentes ferramentas que ajudarão você na gestão do conhecimento em sua organização:

Confluence


O Confluence disponibiliza uma área de trabalho compartilhada com a equipe, onde o conhecimento e a colaboração são os aspectos principais. Com suas páginas dinâmicas,  é o espaço ideal para a equipe criar, coletar e colaborar em qualquer projeto ou ideia.

Trello


O Trello é uma ferramenta utilizada para organizar projetos pessoais e corporativos. Na forma de painel de gerenciamento de projetos, permite criar etapas de processo e personalizar os fluxos de trabalho, contando com a visualização na kanban, sendo super visual e intuitivo.

Slack


O Slack é um aplicativo de mensagens instantâneas para empresas, que conecta tanto times internos quanto participantes fora da organização. Com a opção de criar grupos exclusivos por projeto, compartilhar arquivos, fazer chamada de áudio e vídeo, mandar mensagem de voz e adicionar atalho de links, é uma ferramenta ideal para a agilidade na comunicação do dia a dia.

Pipefy


O Pipefy tem como objetivo ajudar empresas a serem mais organizadas, produtivas e eficientes. Com ele é possível criar um projeto para cada processo ou cliente de uma empresa, elencar funções, atividades, prazos, onde todos do time podem acompanhar o andamento das tarefas e se programar para suas demandas individuais.

Conhecimento compartilhado para as empresas do futuro

Ficou claro como o compartilhamento de informações com todo o time de uma empresa, promovendo sessões de aprendizado, revisando processos e melhorando a comunicação vai fazer toda a diferença do desempenho do negócio?

Além de todo o conceito e dicas apresentadas nesse post você pode contar ainda com a ajuda da Omie para trazer sua empresa para o mundo digital, ganhando funcionalidade e produtividade!

A Omie é um sistema ERP que auxilia nas atividades do dia a dia de empresas de todos os segmento, desde microempreendedores até multinacionais. Seu sistema é 100% na nuvem, garantindo agilidade e praticidade em sua utilização, além de contar com super segurança de dados e uma equipe de suporte para atender qualquer necessidade.

Além do próprio sistema de gestão, com a Omie é possível fazer a integração com vários sistemas, inclusive marketplaces! Vem conheçar mais sobre nosso sistema e o que podemos fazer para você ter uma empresa - e equipe de sucesso!



https://www.omie.com.br/comercial/?utm_source=blog&utm_medium=link-meio&utm_campaign=artigo_produto_automatizando_CNAB_pagamento

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas