Indicadores que são a alma do negócio – Parte 2: CAC - Custo de Aquisição de Clientes

Medir o CAC da empresa é fundamental para avaliar se seus esforços em marketing estão sendo efetivos e se é o momento de investir mais ou reavaliar sua estratégia.

28/Set/2017
Gestão

Continuando a série de artigos sobre indicadores de gestão que realmente são úteis, vamos agora abordar um dos mais interessantes de todos, o CAC, ou Custo de Aquisição de Clientes

A utilidade esse indicador vai muito além do que se imagina. Mais do que responder a pergunta óbvia “quanto me custa em média para eu conquistar um novo cliente”, esse indicador pode dar a visão inversa, por exemplo: eu quero conquistar “n” clientes, para isso então eu vou gastar CAC x n.

A fórmula é bastante simples. Basta você dividir todas as despesas de vendas e marketing de um determinado período pela quantidade de novos clientes conquistados nesse mesmo tempo, da seguinte forma:

CAC = (Despesas de Marketing + Despesas de Vendas) / Total de Novos Clientes

Como tudo, o problema está nos detalhes. Vamos ver?

Despesas de Marketing

Muitas empresas dividem o gasto de marketing com “branding”, ou seja, para turbinar o nome da marca, e ações de marketing para geração diretamente de oportunidades de negócio - qual delas devemos usar? A resposta curta: ambas. Despesas de Marketing quer dizer toda e qualquer despesa de marketing, inclusive os salários, encargos e benefícios da equipe e diretoria de marketing. Algumas empresas mais organizadas até rateiam o custo do metro quadrado ocupado por essa equipe.

Despesas de Vendas

Mais uma vez, aqui entram todas as despesas de vendas. Desde o salário e encargos dos gestores, diretores e vendedores, até o reembolso de despesas, prêmios e comissões pagas.

Total de Novos Clientes

O único segredo aqui é a palavra “novos”, pois isso exige que você sempre identifique o comprador a fim de separar um novo cliente de um cliente conquistado anteriormente que está retornando. Isso é importante pois adquirir novos clientes é uma das principais medidas de crescimento de um negócio. Nada que um sistema de CRM simples não resolva. 

O resultado dessa conta acima vai lhe dizer o custo para adquirir um novo cliente, porém o mais importante é saber interpretá-lo, e para isso precisamos saber qual é a sua margem bruta, que foi assunto de nosso artigo anterior.

O CAC que eu obtive é bom ou ruim?

 Em empresas baseadas em assinatura ou recorrência, ou seja, onde o cliente paga um valor mensal recorrente pelos produtos ou serviços, temos que olhar o Payback (período de retorno do investimento) para avaliar se o CAC está adequado ou não. Para isso, usamos a seguinte fórmula:

Payback = CAC / (Ticket Médio Mensal x Margem Bruta)

O Ticket Médio Mensal é o valor pago recorrentemente pelo novo cliente pelo seu produto ou serviço. Faça uma média ponderada de todos os seus novos clientes. 

A Margem Bruta é o percentual de lucro bruto desse valor mensal, seguindo o formato explicado em nosso artigo anterior desta série, e a constante 12 é a quantidade de meses de um ano.

O resultado dessa outra conta, o Payback, é o número (em meses) que você leva para recuperar o investimento em marketing e vendas para conquistar o cliente. A avaliação desse número vai depender de quanto tempo o novo cliente mantém-se como um cliente, e esse indicador será tratado no próximo artigo da série.

Mas tipicamente observamos assim:

  • Payback menor ou igual a 6 meses: é excepcionalmente bom, você deve investir todo o possível em marketing e vendas para gerar crescimento, sem sombra de dúvida;
  • Payback entre 6 meses e 18 meses: é bom também, mas antes de investir pesado em marketing e vendas, você deve prestar muita atenção ao tempo que o cliente se mantém pagante da mensalidade;
  • Payback acima de 18 meses: exceto se você estiver no ramo imobiliário, volte para a prancheta e reveja seu modelo de negócio.

Em empresas onde há pouca ou nenhuma recorrência, ou seja, o cliente não repete a compra de forma recorrente, o cálculo é muito mais direto, bastando com parar o CAC com a Margem Bruta para saber se ao investir em vendas e marketing você está aumentando o lucro ou o prejuízo da sua empresa.

Como vimos então, o CAC não é um indicador apenas para você olhar e comemorar (ou chorar). Ele é a chave da maior decisão de todas: estou pronto para investir mais em vendas e marketing, ou ainda tenho que aperfeiçoar meus métodos? Boa sorte e sucesso!!

Marcelo Lombardo

Sou fundador e CEO da Omiexperience S/A, empresa que desenvolve o www.omie.com, que é um sistema de gestão empresarial (ERP) na nuvem, feito para ser distribuído em parceria com escritórios contábeis, e atendidos pela nossa rede de franquias em todo o país.

Nós acreditamos que o futuro do nosso país está nas pequenas empresas. E acreditamos que fazer um sistema de gestão simples, intuitivo e eficiente, com um atendimento extraordinário, é a nossa forma de contribuir para a prosperidade desses empreendedores e, acima de tudo, do Brasil! 

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas