O que é contabilidade de custos? Entenda esse recurso

A contabilidade de custos é uma ferramenta importante na hora de administrar a sua empresa e ainda mais no controle da margem de lucro. Confira!

31/Jul/2020
Finanças

Já ouviu falar na contabilidade de custos? Voltada para o estudo dos gastos de uma empresa, ele é um dos indicativos que ajudam na gestão da área contábil de qualquer empreendimento. Quer saber como? Confira.


Imagine que você não tenha controle do capital usado para financiar a contratação de um colaborador, por exemplo. Ou até mesmo corte gastos de áreas que são essenciais para o desenvolvimento da sua empresa. Para que você consiga evitar situações assim e ainda controle o fluxo de caixa é necessário ter uma estratégia.


Por isso, entender o que é contabilidade de custos e qual a sua função é um dos elementos essenciais para a ampliação de um negócio. Acompanhe o conteúdo abaixo e entenda seus benefícios. 

 

Entenda a contabilidade de custos

A contabilidade de custos é definida como o registro contábil dos valores utilizados pelas empresas na confecção de produtos, contratação do quadro de colaboradores e comercialização de bens materiais e serviços.


Em outras palavras, pôr em prática essa estratégia é entender onde e como se comportam os custos dentro de um meio empresarial. Dessa forma, é preciso colocar na ponta da caneta todos os gastos com matéria-prima, mão de obra e contas em geral.


Para ter acesso ao custo contábil existem diferentes modos de obter esses valores dentro de uma empresa. Entre os mais conhecidos pelos contadores e donos de negócios estão:


  • Custeio por absorção: esse é um método que envolve a soma de todos os gastos envolvidos na fabricação de um produto;
  • Custeio variável: já esse sistema consiste em avaliar os custos variáveis de uma produção, que variam conforme o produto principal é fabricado,
  • Custeio ABC: enquanto isso, essa estratégia leva em consideração todos gastos das atividades, serviços e produção, ou seja, tudo que gerou despesas.


Tipos de custos: diretos e indiretos

Para que a contabilidade de custos seja feita de maneira correta, você precisa entender que os gastos são divididos de duas maneiras: diretos e indiretos. Esses tipos de custos são separados pelo modo com que eles se relacionam com a fabricação de produtos.


Enquanto o custo direto é atrelado diretamente aos produtos e serviços, o indireto é determinado pelos gastos usados na execução da produção, mas não podem ser identificados no produto final.


Isso quer dizer que a matéria-prima, por exemplo, é classificada como direto. Enquanto isso, os gastos com aluguel, marketing e maquinários são ditos como como custos indiretos.

 

Custos fixos e variáveis

Além das classificações que citamos acima — custo indireto e direto —, eles também podem ser chamados de custos fixos e variáveis. Os primeiros são aqueles gastos que não dependem da produção, como folhas de pagamentos e contas de luz e água, que são fixos independentemente de haver lucro ou não.


Já os custos variáveis são os gastos que variam conforme a produção da empresa. Ou seja, se houver aumento na fabricação ou prestação de serviços, os valores podem aumentar.


Qual o objetivo da contabilidade de custos?

Você conhece o custo de produção da sua empresa? E os gastos atrelados à manutenção do empreendimento? Na contabilidade de custos você descobre esses valores que te ajudam a fazer um planejamento a médio e longo prazo. Veja abaixo as principais funções dessa ferramenta.

 

Estimativa de custos

Para um planejamento bem-sucedido é necessário que você tenha uma estimativa de custos. Com essas informações, poderá tomar decisões mais assertivas que vão impactar a projeção de vendas.


Com a contabilidade de custos, você ainda poderá ter uma visão geral e mais organizada sobre todas as saídas de capital. Dessa forma, é mais fácil prever os custos futuros e os períodos de lucro e prejuízo.


Controle da margem de lucro

Caso você ainda não aplique a contabilidade de custos, saiba que a sua empresa pode estar trabalhando com uma margem de lucro reduzida ou nula. Isso quer dizer que sem um controle do fluxo de caixa fica difícil conhecer os gastos reais do empreendimento.


Por isso, engana-se quem pensa que a atenção de um bom empresário e contador deva estar somente no faturamento. Para obter bons resultados, a contabilidade de custos e cálculos analisa tanto a margem de lucro como o custo médio.


Análise do corte de custos

A redução de custos não é uma tarefa fácil. Porém, com a contabilidade de custos como um controle de rotina empresarial, definir os momentos em que o corte é necessário fica mais fácil.


Da mesma forma, entender os impactos de alguns tipos de custos do processo de produção pode te ajudar a identificar quais gastos precisam ser revistos e como o orçamento pode ser melhor direcionado no próximo planejamento de custos.  


Saiba as perspectivas do mercado contábil

Como você viu, a contabilidade de custos é só mais uma ferramenta do setor contábil que ajuda na hora de controlar o fluxo de caixa e a margem de lucro do seu empreendimento. Por isso, descubra mais sobre mercado contábil em 2020 no blog da Omie.


Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas