Antecipação de recebíveis: o que é e como fazer?

A antecipação de recebíveis auxilia empresas a garantirem liquidez imediata, um alívio em diversas situações. Confira detalhes e as vantagens da operação.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A antecipação de recebíveis é uma prática utilizada por diversas empresas, que realizam a antecipação de recebimentos de um dinheiro de forma simples e rápida. A estratégia é utilizada para manter o fluxo de caixa sustentável e garantir a liquidez imediata, o que pode gerar alívio em muitas ocasiões. 

Siga com a leitura e entenda mais sobre os assuntos, além de descobrir as vantagens de realizar o adiantamento de recebíveis.

O que é antecipação de recebíveis?

De forma simples, antecipação – ou adiantamento – de recebíveis é antecipar dinheiro futuro. É transformar duplicatas de venda a prazo, vendas parceladas no cartão de crédito ou mesmo em cheques pré-datados de clientes em capital de giro para que assim seja possível quitar as contas atuais.

Supondo que você tenha um comércio e realize vendas no cartão de crédito em dez parcelas, esse parcelamento pode resultar em um gap no seu fluxo de caixa e te deixar sem capital de giro para pagar as recorrências da empresa naquele período.

Com a antecipação de recebíveis você pode obter de uma só vez todas as parcelas pagas pelo cliente e regularizar as contas pendentes.

Em diversas ocasiões, pode acontecer de uma emergência ocorrer e o negócio não ter caixa o suficiente para arcar com os pagamentos. Outro exemplo, pode envolver até mesmo a reposição de estoque.

Por isso, este recurso deve ser utilizado de forma estratégica para evitar problemas financeiros mais graves, como a geração de dívidas. 

Vantagens de fazer antecipação de recebíveis

Para fazer a antecipação de recebíveis, a empresa cede a dívida a uma instituição financeira, que realiza uma análise de crédito e estipula uma taxa de juros para a operação. O adiantamento de recebíveis pode ser vantajoso para a empresa por diversos motivos. Vamos conhecer algumas vantagens dessa modalidade.

Cobre imprevistos

Se surgir um imprevisto e a sua empresa precisar lidar com problemas inesperados que podem afetar diretamente o seu fluxo de caixa, essa modalidade pode ser uma boa opção, pois você consegue receber antecipadamente valores que já são seus e que te ajudarão a equilibrar o negócio.

Evita empréstimos

Ao antecipar recebíveis, a empresa não precisa recorrer a empréstimos para ter acesso a recursos financeiros. Como a operação envolve a venda de dívida, os juros são menores do que as taxas praticadas em empréstimos convencionais. 

Além disso, a antecipação de recebíveis não exige garantias adicionais, como imóveis ou veículos, o que torna a operação mais simples e rápida.

Facilita as negociações

Ao ter recursos financeiros disponíveis, a empresa pode negociar melhores condições de pagamento com seus fornecedores. A antecipação de recebíveis permite que a empresa tenha mais flexibilidade para negociar prazos e descontos, o que pode resultar em economia de recursos a longo prazo.

Conserva a saúde financeira do seu negócio

Ao antecipar recebíveis, a empresa consegue manter a sua saúde financeira em dia, evitando atrasos e inadimplência. A operação permite que a empresa tenha mais previsibilidade em relação ao seu fluxo de caixa, o que é fundamental para o planejamento estratégico e o crescimento do negócio.

banner cta empreendedor

Como a antecipação de recebíveis funciona?

A antecipação de recebíveis pode ser feita em três modalidades, sendo elas: bancos, Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDCS) e factoring. Dentre as opções disponíveis, é preciso analisar taxas e juros, sendo: 

  • Bancos: taxas competitivas com mais burocracia;
  • FIDCS: taxas menores, recebimento mais rápido e isenção de IOF;
  • Factoring: taxas maiores e menos burocracia do que as outras opções.

Para entender como a antecipação de recebíveis funciona, é importante seguir algumas diretrizes. Confira abaixo as principais etapas do processo.

  • Identificação das vendas a prazo: a primeira etapa é identificar as vendas a prazo que podem ser antecipadas. Isso pode ser feito por meio de um relatório de contas a receber, que mostra as vendas a prazo que ainda não foram pagas.
  • Seleção das vendas: a empresa deve selecionar as vendas que deseja antecipar, levando em consideração as suas necessidades de capital de giro e a taxa de juros que será cobrada pela operação. É importante avaliar o valor da venda, o prazo de pagamento e o perfil do cliente.
  • Negociação com a instituição financeira: após selecionar as vendas que deseja antecipar, a empresa deve negociar com a instituição financeira que realizará a operação. Nessa negociação, serão definidas as taxas de juros e os prazos para a antecipação dos recebíveis.
  • Cessão dos recebíveis: uma vez acordadas as condições da antecipação de recebíveis, a empresa cede os seus direitos creditórios à instituição financeira. Isso significa que a instituição financeira passa a ser a detentora da dívida do cliente da empresa.
  • Recebimento dos recursos: após a cessão dos recebíveis, a instituição financeira realiza o pagamento dos recursos para a empresa. O valor recebido corresponde ao valor nominal da venda a prazo, descontadas as taxas de juros e os encargos.
  • Pagamento da dívida: quando o cliente da empresa efetuar o pagamento da dívida, a instituição financeira recebe o valor correspondente e repassa o valor restante para a empresa. Em geral, a instituição financeira cobra uma taxa de serviço pelo gerenciamento dos recebíveis antecipados.

Qual a diferença entre a antecipação de recebíveis e empréstimo?

Antes de optar por qualquer forma de crédito disponível no mercado, é importante conhecer bem as práticas existentes. É comum recorrer ao empréstimo empresarial ou realizar a antecipação de recebíveis.

Anteriormente, destacamos que antecipação de recebíveis é quando você antecipa o recebimento de capital que é da própria empresa, isto é, troca recebíveis futuros por dinheiro, aumentando e dando margem para o fluxo de caixa.

Vale ressaltar que este valor, mesmo sendo um patrimônio da empresa, sofre com a cobrança de taxas para ser resgatado antecipadamente, isto é, a antecipação de recebíveis gera juros, cobrados pelas instituições realizadoras dos adiantamentos.

Já o empréstimo bancário é um contrato entre o cliente e a instituição financeira pelo qual o primeiro recebe uma quantia que deverá ser devolvida ao banco em prazo determinado.

Para determinar qual das duas formas é mais vantajosa para o empresário, é importante que este realize todos os cálculos necessários e veja qual das duas taxas é a mais vantajosa para o seu negócio.

O empréstimo pode ser mais indicado quando a empresa precisa de um valor maior e não tem garantias para oferecer. Nesse caso, é importante avaliar as condições de pagamento, já que o valor do empréstimo será acrescido de juros e outras taxas, o que pode encarecer a operação.

Geralmente, os valores a serem pagos pela antecipação de recebíveis são mais compensadores e atraentes do que aqueles pagos às financiadoras de crédito.

Uma diferença importante entre a antecipação de recebíveis e o empréstimo é a forma de pagamento. Na antecipação de recebíveis, o pagamento é feito a partir dos valores que já foram vendidos, enquanto no empréstimo, é preciso pagar parcelas fixas ao longo de um período determinado.

Como fazer antecipação de recebíveis de forma fácil?

Antes de fazer a antecipação de recebíveis é imprescindível que sua empresa tenha uma vida financeira organizada. Isso porque, ao ter total controle financeiro da empresa, o empreendedor tem mais chances de tomar decisões acertadas.

A operação também pode ser feita por meio de sistemas de gestão empresarial (ERP), como na Omie. A empresa possui parceria com a fintech Weel, permitindo um acesso prático e rápido na antecipação de crédito por meio do adiantamento dos recebíveis. 

O processo dentro do ERP é integrado e sem burocracias. Ele é destinado aos clientes Omiexperience. Os que já são clientes, podem acessar o módulo finanças e clicar no menu “relatórios”. 

Antecipação de recebíveis: uma operação fácil e útil para os negócios 

Ao longo deste artigo, vimos detalhes sobre o conceito da antecipação de recebíveis, quais são as vantagens e como escolher entre as opções disponíveis no mercado financeiro. 

Para regularizar uma determinada situação e não gerar mais dívidas, o adiantamento do recebimento do valor de vendas a prazo é uma opção a ser considerada pelos empreendedores. 

Se você busca uma gestão empresarial baseada em dados, com antecipação de recebíveis de forma rápida e sem burocracia, experimente grátis um sistema ERP.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
entenda o que é danfe
Se você ainda precisa entender o que é DANFE e qual a sua importância, confira aqui neste texto.
Mulher apresentando demonstrações financeiras
Entenda o que são e como analisar corretamente as demonstrações financeiras do seu negócio.
tarifa de boletos bancários
Descubra como funcionam as tarifas de boletos bancários e quais são os valores e conheça soluções para otimizar este custo.