Crédito fiscal: por que oferecer aos seus clientes?

Veja neste artigo como o crédito fiscal pode se tornar um recurso para evidenciar a importância do papel do contador no crescimento de uma empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Provavelmente, você já deve estar familiarizado com o termo crédito fiscal. Ele é um dos benefícios criados pelo governo federal com o objetivo de reduzir o número de casos de sonegação e ônus tributário no Brasil.

Além de gerar benefícios para os negócios, essa prática pode valorizar ainda mais  os serviços prestados pela contabilidade. Afinal, essa pode ser a oportunidade perfeita para que o contador demonstre os benefícios dos serviços de uma assessoria contábil e especializada.

Como uma forma de diminuir os gastos fiscais de uma empresa, entender o que é crédito fiscal e como oferecê-lo aos seus clientes influi no trabalho do contador. Para ficar por dentro do assunto, acompanhe o conteúdo a seguir.

Use MPs e benefícios acessórios a favor do seu cliente

Constantemente em mudança, a legislação brasileira é uma das mais dinâmicas e extensas do mundo. Por isso, é extremamente necessário que os empresários optem pela assistência de um escritório contábil.

Muitos empreendedores se aventuram em tentar seguir as normas fiscais por si mesmos. Mas para conseguir fazer o melhor uso das MPs (Medidas Provisórias) e benefícios acessórios, como o crédito fiscal, é importante ter a ajuda de um especialista. É neste momento que entra a importância do papel do contador.

A dedução fiscal com o crédito é uma manobra que, em geral, somente os contadores saberão praticar com excelência, já que exige experiência e conhecido nas áreas contábeis.

Confira os tributos contemplados

O crédito fiscal é um benefício concedido pelo governo para empresas de pequeno e médio porte, que abrange vários tipos de empresas. Além disso, seus clientes enquadrados em sistemas tributários como Lucro Real, Simples Nacional e Lucro Presumido fazem parte do público que pode ser assessorado pelo seu serviço.

Apesar de você já conhecer o regime tributário do Brasil, este não é um assunto simples, por isso, o crédito fiscal é um recurso que te ajuda a gerar economia para seus clientes na incidência de impostos como:

  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • PIS (Programa de Integração Social);
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços),
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Ajude os seus clientes a aproveitarem esse benefício fiscal

Com o crédito fiscal, você consegue demonstrar a importância de uma assessoria contábil para os empreendedores, para ajudar a entender desde a diferença entre crédito fiscal e tributário até as vantagens do crédito ICMS.

Por exemplo, assim como o crédito fiscal, o crédito de ICMS é um recurso incluso nessa prática. Com o mesmo objetivo de abater os custos com a aquisição de produtos, mercadorias e serviços, este é um tipo de atividade que pode ser um diferencial quando você, contador, ofertar suas habilidades a possíveis clientes.

A importância do planejamento fiscal

Para que o crédito fiscal seja eficiente, é importante que as decisões sejam tomadas com um planejamento como base. Isso porque ele evita possíveis penalizações e aumenta a rentabilidade do cliente, o que consequentemente afeta positivamente o escritório contábil.

Essa é uma forma de oferecer a contabilidade consultiva aos seus clientes, o que melhora o seu relacionamento com eles e faz com que as decisões fiscais e contábeis sejam tomadas de modo muito mais assertivo e eficaz.

É nesse momento também que o contador se mostra como um elemento crucial no crescimento e desenvolvimento de um negócio. Ou seja, ao desenvolver um plano estratégico eficiente para os seus clientes, é possível demonstrar que o contador pode desempenhar um papel mais importante do que somente cuidar das papeladas e gerar guias de impostos.

Itens do planejamento

Para que esse planejamento seja completo e desempenhe um papel estratégico na hora de demonstrar a importância da análise de crédito fiscal para os empresários, o contador precisa desenvolver estes cinco elementos:

  • Planejamento das obrigações fiscais;
  • Previsão de contas;
  • Lucro bruto;
  • Lucro líquido,
  • Análise do regime tributário.

Aproveite os benefícios de uma tecnologia integrada

Você sabia que um sistema de gestão completo e que executa integração contábil automaticamente com o seu escritório, pode ser um excelente instrumento para aprimorar a comunicação entre você e os seus clientes? Então, que tal conhecer o software da Omie?

Converse com os nossos consultores e veja como a Omie pode te ajudar a ter processos mais rápidos e seguros, com integração automática de dados fiscais e contábeis ao seu software contábil e automatização total de tarefas. Saiba mais!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
DFC: Demonstrativo de Fluxo de Caixa
Veja como montar uma DFC para a saúde financeira e longevidade da sua empresa.
Contabilidade societária
Entender sobre contabilidade societária é fundamental para oferecer serviços mais completos e estratégicos para empresas com sócios.
Descubra o certificado digital A3, entenda como ele se diferencia do A1 e aprenda a usá-lo no seu trabalho para