Empreendedorismo cooperativo: o que é, como funciona + exemplos!

O que é o empreendedorismo cooperativo, seus benefícios e como pode ser uma forma mais segura de empreender
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O empreendedorismo cooperativo vem sendo uma forma de escapar da instabilidade financeira para muitas pessoas. 

Com a crise econômica atual, diversos trabalhadores viram como saída deixar seus cargos para apostar no próprio negócio, mas muitas vezes se viram desmotivados por mudanças constantes no mercado.

Pensando nisso, a cooperação entre empreendedores veio como uma forma de dar confiança aos que buscam abrir uma empresa em cenários nem sempre otimistas, servindo como uma rede de apoio muito importante entre sócios.

Neste post, vamos falar mais a fundo sobre os objetivos do empreendedorismo cooperativo, como funciona na prática e outras informações importantes para entender de vez do que se trata esse conceito.

O que é empreendedorismo cooperativo?

O empreendedorismo cooperativo é um modelo de negócios que conta com vários donos trabalhando de maneira conjunta para dar andamento às atividades da empresa.

Nesse tipo de empreendedorismo, cada sócio é responsável por gerir uma parte do negócio, seja o financeiro, a concretização de ideias, o planejamento, entre outras áreas, e todos atuam visando a um bem comum.

História e cenário atual

Foi fundado em 1841 por tecelões ingleses durante a Primeira Revolução Industrial, que, em conjunto, buscavam uma alternativa ao difícil mercado de trabalho na época. 

Nos dias atuais, pode ser uma boa opção para quem quer abrir o próprio negócio, porém se vê intimidado pela ideia de gerir uma empresa em sua completude.

Esse tipo de empreendedorismo vem ganhando cada vez mais força em vários países pelo mundo, pois se trata da ideia de juntar diferentes pessoas com habilidades distintas que se completam, em prol do desenvolvimento da empresa.

Isso garante não só benefícios financeiros, mas também um maior desenvolvimento e integração entre pessoas das mais diversas áreas — aspecto muito valorizado na cultura organizacional de uma empresa.

Entenda o objetivo do empreendedor cooperativo

O empreendedor cooperativo busca criar uma dinâmica em que todos os sócios são donos e funcionários da empresa. 

Isso significa que todos os membros têm poder decisório e de ação e estão sempre em busca de alternativas para melhorar o desenvolvimento do negócio.

Isso faz com que seja possível detectar problemas e solucioná-los de forma muito mais ágil, já que as ideias virão de pessoas com perspectivas diferentes, mas com um objetivo em comum.

Muitas vezes, em especial para novos empreendedores, é difícil encontrar espaço em um mercado tão competitivo. 

O empreendedorismo cooperativo é uma forma de extrair dos sócios diferentes experiências, visões de mundo, habilidades técnicas e recursos em prol do melhor desenvolvimento e performance possíveis para a empresa.

Quais as características do empreendedor cooperado?

Para ser um empreendedor cooperado, é preciso, antes de tudo, saber trabalhar em equipe. As habilidades que cada um dos membros pode agregar ao time podem variar, mas algumas características devem ser comuns a todos que queiram empreender de forma cooperativa. São elas:

  • saber ouvir;
  • ter abertura para aceitar novas ideias;
  • capacidade de extrair o melhor de todos os membros da equipe;
  • altruísmo e empatia;
  • boa habilidade de comunicação.

Tudo isso é crucial para que o projeto vá adiante, mesmo em meio a vivências e ideias distintas.

Vale a pena ser empreendedor cooperado?

Essas são algumas das vantagens e pontos menos favoráveis de ser um empreendedor cooperado:

Vantagens

  • melhores ofertas de aquisição de recursos e equipamentos;
  • melhor capacitação profissional;
  • possibilidade de integração e troca com outros profissionais da área;
  •  aumento do poder de negociação com fornecedores;
  • maior probabilidade de identificar oportunidades de negócio, já que é possível contar com o insight de vários profissionais diferentes e aumentar a escala do negócio;
  • suporte nas decisões administrativas da empresa;
  • rede de apoio e menor incidência de riscos na gestão;
  • soluções de crédito facilitadas junto às cooperativas financeiras.

Desafios

  • pode ser difícil, em especial no começo, conciliar opiniões e visões de mundo diferentes;
  • pode também ser um desafio encontrar um grupo que não vise apenas ao ganho individual, mas ao benefício do grupo, o que é o princípio central do cooperativismo.

banner cta empreendedor

Exemplos de empreendedorismo cooperativo

A “Cooperativa de Crédito Mountain America”, nos Estados Unidos, oferece serviços bancários, empréstimos e consultoria financeira aos seus membros, proporcionando a eles a oportunidade de crescer financeiramente juntos, compartilhando os benefícios das operações.

Outro exemplo inspirador de empreendedorismo cooperativo é a “Mondragon Corporation” na Espanha. A Mondragon é uma cooperativa industrial que opera em diversos setores, desde manufatura até educação. 

Fundada em 1956, ela é conhecida por seu modelo de negócios baseado na participação dos trabalhadores. 

Os funcionários da Mondragon têm voz ativa nas decisões da empresa e participam dos lucros. Essa abordagem cooperativa ajudou a criar um ambiente de trabalho colaborativo e a transformar a Mondragon em um conglomerado global bem-sucedido, com mais de 80.000 membros em todo o mundo. 

Cooperativismo no Brasil

No Brasil, a “Cooperativa de Agricultura Familiar de Poço Fundo” (COOPFAM) é um destaque. 

Fundada em 1981, esta cooperativa é composta por agricultores familiares na região de Poço Fundo, no sul de Minas Gerais. 

A COOPFAM é especializada na produção de café orgânico de alta qualidade, promovendo a agricultura sustentável e práticas justas de comércio.

Empreendedorismo cooperativo e convencional: relação e diferenças

O empreendedorismo cooperativo, como o nome já diz, é também um tipo de empreendedorismo e guarda sinônimos com o significado original do termo. Existem, porém, características muito particulares a cada um deles.

Saiba qual a relação

O cooperativismo se relaciona intimamente com o empreendedorismo, afinal é possível, a partir da união de pessoas com habilidades diferentes, concretizar projetos que, de outra forma, não existiriam e trabalhar em prol de um mesmo objetivo.

Esse é o motivo pelo qual o empreendedorismo cooperativo pode ser uma ótima alternativa para quem busca empreender, mas não se sente seguro o suficiente para assumir uma empresa e todas as responsabilidades que vêm com ela.

E quais são as diferenças?

A principal diferença é que, no empreendedorismo corporativo, geralmente a empresa é chefiada por uma única pessoa que tem como objetivo principal obter lucros e a palavra final sobre todas as decisões ligadas ao negócio.

Já no empreendedorismo cooperativo, o desejo principal dos envolvidos é desenvolver meios de trazer vantagem para todos do grupo, ultrapassando o âmbito financeiro, sempre utilizando princípios da democracia e colaboração.

O empreendedorismo certo com as ferramentas certas!

À medida que exploramos os benefícios do empreendedorismo cooperativo e como ele pode impulsionar o sucesso dos negócios, é importante lembrar que as ferramentas certas desempenham um papel fundamental nesse processo. 

Um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) eficiente é uma dessas ferramentas que pode tornar a colaboração e a gestão de recursos ainda mais eficazes.

Se você está buscando fortalecer a colaboração em sua cooperativa ou organização, e deseja contar com um sistema ERP intuitivo, 100% on-line e com total segurança, nossa equipe está aqui para ajudar. Saiba mais e tenha a tecnologia como parceira no caminho do sucesso cooperativo.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Veja como fazer análise de risco, superar desafios de gestão e transformar ameaças em oportunidades de melhorias e lucros de
Aprenda como fazer a implementação de ERP na sua empresa de maneira simples. Confira um passo a passo explicativo do
persona
Saiba o que é persona, como criar a sua e entenda porque esse conceito é tão importante para direcionar suas