O que é gestão de qualidade e por que é tão importante para as empresas?

Com a gestão de qualidade, você otimiza os processos da empresa e melhora a satisfação dos seus clientes!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A gestão de qualidade garante a satisfação dos clientes, além de beneficiar as relações profissionais com fornecedores, parceiros e investidores. Assim, é uma estratégia imprescindível para ocupar o topo do mercado.

Neste artigo, abordaremos o que é a gestão de qualidade e seu reflexo em sua empresa, seja qual for o segmento. Apresentamos também os 7 princípios da gestão da qualidade, suas vantagens e outras informações sobre o tema.

O que é gestão de qualidade?

A gestão de qualidade engloba diferentes processos e tarefas voltados para garantir um padrão de qualidade em produtos ou serviços, atendendo e superando, assim, as expectativas dos clientes. Pode ser ainda uma ação voltada para a melhoria de qualidade.

É uma estratégia relacionada com a gestão de processos de diferentes setores da empresa, que envolve ainda fornecedores, distribuidores e parceiros, ou seja, toda a cadeia produtiva.

A rede McDonald’s é um exemplo de como a gestão de qualidade trouxe melhorias em seu percurso. Em meados de 1940, os irmãos McDonald perceberam que grande parte das lanchonetes dos EUA deixavam muito a desejar na produção e serviço.

Assim, ao fundar a primeira lanchonete McDonald’s, eles implantaram um sistema de pedidos sem que houvesse a interferência de garçons, reduziram seu portfólio para um melhor atendimento e focaram no desempenho, que era a base de estudo do negócio.

Esse processo ficou conhecido como Speedee, sendo um sistema passado de filial para filial, mantendo o padrão tanto de alimentos quanto de atendimento, ponto essencial que levou à expansão.

Como surgiu a gestão de qualidade?

A gestão de qualidade passou a ser uma estratégia conhecida na Revolução Industrial por conta da produção em série e padronização dos produtos fabricados.

Porém, essa série de processos ganhou força nas décadas de 1930 e 1940, especialmente no Japão e Estados Unidos, que buscavam métodos produtivos mais otimizados, com controle estatístico da produção, técnicas de amostragem e outras ferramentas.

Qual o objetivo da gestão de qualidade?

A gestão de qualidade visa assegurar que produtos e serviços sejam entregues ao consumidor no mesmo padrão e de acordo com atributos pré-estabelecidos.

Assim, todos os processos e etapas precisam ser rigorosos, ou seja, é preciso que todos os colaboradores estejam envolvidos com a cultura da qualidade, garantindo a melhoria contínua dos produtos e processos otimizados, evitando desperdício, erros e retrabalho.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Como funciona a gestão de qualidade?

A gestão de qualidade baseia-se em um conjunto de normas que facilitam a orientação das empresas para que seja implementado com sucesso. Estamos falando da ASQ (American Society for Quality).

Atuante em mais de 130 países, é uma entidade internacional que define os conceitos e padrões referidos em sua QMS (Quality Management System), ou seja, seu sistema de gestão da qualidade.

Na prática, é preciso que os gestores coordenem as estratégias de gestão de qualidade, envolvendo diferentes departamentos da empresa e usando tecnologias, como um software de gestão, para automatizar e otimizar processos.

Um exemplo de como funciona a gestão de qualidade é o setor de qualidade de uma empresa, que conta com diferentes atribuições, sendo importante para o sucesso do negócio, pois:

  • estabelece os padrões para a produção dos produtos;
  • realiza a conferência do que está sendo produzido;
  • verifica se as normas estão sendo devidamente aplicadas;
  • corrige as falhas.

Qual a importância da gestão de qualidade para as empresas?

Com a concorrência de mercado, as empresas precisam entregar qualidade ao cliente, que está cada vez mais exigente e que tem mais ofertas à disposição por conta da tecnologia.

Diante disso, para crescer em um setor, não há outro caminho: é preciso ter foco na qualidade, mas sem elevar demais os custos e, consequentemente, os preços.

Então, as empresas precisam de processos eficientes e enxutos e ainda oferecer um diferencial para o cliente, tanto nos produtos e serviços, quanto nas entregas e no atendimento de forma geral.

Com isso, podem aumentar sua fatia no mercado, conquistar e fidelizar clientes, tornando-se uma marca de referência em seu segmento.

Banner experimente - simplifique sua rotina e integre todas as áreas da sua operação

Quais são as vantagens da gestão de qualidade?

A gestão de qualidade traz diversos benefícios para um negócio, entre eles:

  • otimização de processos e etapas;
  • entrega valor para os clientes;
  • garante a entrega de qualidade;
  • reduz custos e falhas, melhorando a saúde financeira da organização;
  • possibilita a prevenção de erros;
  • aumenta a produtividade;
  • conquista a satisfação do cliente.

Conheça os 7 princípios da gestão de qualidade

Para implementar a gestão de qualidade, é importante conhecer seus 7 princípios. Confira o que cada um contempla:

1. Foco no cliente

O principal objetivo da gestão é feito por três regras: entender, atender e exceder as necessidades do cliente. Por isso, quanto mais os processos estiverem alinhados com a satisfação do consumidor, maior será a qualidade dos serviços e produtos.

2. Liderança

Os líderes da empresa devem envolver colaboradores na cultura da qualidade e valorizar o trabalho de todos, oferecendo ferramentas, equipamentos e treinamentos necessários para poderem entregar o melhor trabalho e contribuir com a conquista das metas da empresa.

3. Gestão dos relacionamentos

Cada empresa precisa construir e investir na relação com fornecedores e colaboradores, reconhecendo os pontos positivos de cada um e ajudando em seu desenvolvimento, sustentando, assim, o pilar do crescimento.

4. Melhoria contínua

As empresas devem aplicar a melhoria contínua em todos os processos, antecipando riscos e buscando sempre o aprimoramento.

5. Engajamento das pessoas

A empresa deve valorizar seus profissionais, envolvendo-os nos objetivos da organização para trabalharem motivados e engajados.

6. Abordagem de processos

Para garantir resultados consistentes, é preciso que todos conheçam suas atribuições e possam trabalhar de forma alinhada. Assim, a comunicação interna deve ser eficiente e todos os processos precisam ser claros.

7. Tomada de decisão baseada em fatos

As empresas devem tomar as decisões baseadas em fatos concretos. Esses princípios são definidos pela Norma Internacional para Gestão da Qualidade – ISO 9001:2015, cujo objetivo é orientar as organizações para um melhor desempenho em gestão de qualidade.

Por que usar a tecnologia para implementar a gestão de qualidade?

A tecnologia contribui para a automação de processos e para a integração de diferentes setores da empresa. Assim, é possível melhorar a produtividade e reduzir ruídos de comunicação e atrasos. Tudo isso se reflete na entrega de qualidade para o cliente.

Assim, o sistema de gestão de qualidade é uma das soluções para ajudar na implementação das metas da organização, permitindo uma visão mais assertiva quanto ao conjunto de políticas, processos e procedimentos da empresa.

Ter a ajuda de um sistema ERP possibilita uma visão 360° sobre as demandas da empresa. Além de auxiliar em uma gestão de qualidade, a tecnologia padroniza os processos e integra os times, melhorando, assim, a comunicação e o fluxo de trabalho.

Busca um sistema para melhorar a rotina da sua empresa, garantindo processos de mais qualidade? Fique por dentro das funcionalidades do sistema ERP Omie!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
como manter os clientes engajados
Entenda a importância de durante o processo de implementação de um novo produto ou serviço manter os clientes engajados e
escala de trabalho
A escala de trabalho organiza horários de funcionários, promovendo eficiência e equilíbrio. Aprenda a calcular e implementar uma escala eficaz.
Aprenda sobre amortização, seus benefícios e como funciona para facilitar o pagamento de dívidas de forma econômica e eficiente.