Guia de Mercado de Capitais: saiba o que é e como investir

Conheça os conceitos e como funciona o mercado de capitais para dar início ao caminho dos investimentos e manter uma gestão financeira eficiente na sua empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O mercado de capitais é um dos responsáveis pela estrutura financeira do país, isso porque ele auxilia a direcionar os recursos econômicos e aproxima investidores de quem precisa do dinheiro para financiar os projetos do seu negócio. Dessa forma, a economia brasileira é movimentada e ocasiona em um desenvolvimento.

Por isso, compreender os conceitos e saber como funciona o mercado financeiro é importante para dar início ao caminho dos investimentos e ter uma gestão financeira eficiente. Afinal, ele supre necessidades dos agentes econômicos e também oferece recursos com prazo indeterminado.

E para saber mais sobre o mercado de capitais, confira abaixo o guia completo que preparamos para você. Vamos lá?

Mas, o que é mercado de capitais?

Provavelmente agora você deve querer saber o que é mercado de capitais, certo? Saiba que basicamente ele pode ser um ambiente em que você compra ou vende produtos financeiros. Sendo assim, o mercado de câmbio, crédito e monetário.

E dentro disso, existem dois papéis essenciais nesse mercado e são o dos investidores e das pessoas que precisam do capital. Ou seja, é um sistema que distribui valores mobiliários e proporciona liquidez aos títulos para viabilizar o processo de capitalização.

Alguns dos títulos negociados e que representam o capital social são as ações, debêntures, bônus de subscrição e papéis comerciais. Porém, é importante lembrar que o mercado de capitais se difere do mercado monetário, que movimenta os recursos a curto prazo.

Classificação do mercado de capitais

É importante saber que para a negociação dos títulos aconteça, é preciso de uma regulamentação, que no Brasil é representada pela Comissão de Valores Imobiliários – CVM, com classificações divididas entre duas maneiras:

Mercado primário

Nesse modelo, acontece a emissão de títulos em que as empresas ganham recursos financeiros para os investimentos e os bancos proporcionam esse capital para financiamento.

Mercado secundário

Já no mercado secundário, os títulos são emitidos no mercado primário e negociados entre os proprietários. Dessa forma, ele gera liquidez aos ativos financeiros. Podendo ser citados na bolsa de valores e no open market, ou mercado aberto.

Existem outros tipos de mercado no sistema financeiro

Além do mercado de capitais, o sistema conta com a divisão de outros tipos de mercado financeiro, e são eles:

  • Mercado monetário: Ele é responsável por ativos de curto prazo, com alto grau de liquidez, negociando diretamente com o tesouro direto, papéis comerciais e o CDB, certificado de depósito bancário;
  • Mercado de crédito: Nesse caso, todas as operações de financiamentos e crédito são feitas junto às instituições financeiras para capital de giro ou consumo;
  • Mercado de câmbio: Nesse mercado é onde acontecem todas as transações envolvendo moedas estrangeiras através de financeiras autorizadas sendo um dos segmentos do mercado financeiro que é administrado pelo Banco Central.

Como funciona esse mercado?

Outro ponto importante, é saber que o mercado de capital é composto por alguns componentes com funções específicas que influenciam em um ótimo funcionamento do mercado. Confira:

Bolsas de valores

A bolsa de valores é um veículo que permite que as negociações sejam feitas dentro do Brasil. O responsável por isso aqui no país é a B3 e através dela, as empresas podem realizar a Oferta Pública Inicial, IPO e se tornarem grandes companhias com capital aberto.

Corretoras de valores

Já nas corretoras de investimentos, você pode investir de forma fácil e com aplicações e custos mais baixos que os tradicionais bancos. Além disso, oferecem em sua grande maioria assessoria especializada, que te ajuda a decidir onde investir o seu dinheiro de acordo com seus objetivos.

Instituições financeiras autorizadas

Nas instituições, é possível otimizar a alocação e o giro de capital através de títulos privados.

Como começar a investir no mercado de capitais?

Agora que você já sabe como funciona o mercado, vale aprender como começar a investir, certo? E isso é fácil! Basta conhecer seu perfil de investidor e onde você quer apostar, quais seus objetivos e metas. Veja abaixo:

1. Conheça o seu perfil de investidor

Esse é o primeiro passo, saber qual é o seu perfil de investidor e quão disposto você está em correr riscos e variações. Por isso, entender qual sua tolerância a essas tomadas de decisões vai fazer toda a diferença.

2. Abra uma conta em uma corretora de valores

As corretoras de valores são a ponte entre o perfil de investir e o mercado de capitais, e por isso, abrir uma conta em uma corretora vai facilitar a sua vida e te proporcionar o suporte necessário.

3. Faça a transferência do seu dinheiro e invista

E para começar a investir, transfira o seu dinheiro para a conta da corretora e faça uma análise dos ativos que você quer investir. Escolha os títulos adequados às suas expectativas e necessidades e faça a compra.

E agora que você já sabe como investir e já tem os passos principais para iniciar. Que tal aprender ainda mais sobre o mundo financeiro? Com o e-book da Omie sobre gestão financeira para PMes você pode mudar a sua vida financeira. Não deixe de baixar o seu!

5ee8e891f65f49c4bef18191 CTA Blog ebook gestao financeira pmesCTA Blog
Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
EFD-Reinf
EFD-Reinf: confira o que é, quais são as mudanças para 2024 e como ficar dentro da conformidade.
a importância de gestão de custos
Confira o que é gestão de custos, como diferenciar custos fixos e variáveis e como melhorar lucratividade e a eficiência
tabela icms
O ICMS é um tributo fundamental e pode afetar o seu negócio. Confira a tabela 2024 atualizada com os valores