O que é empreendedorismo individual? Entenda a importância e confira tipos e exemplos

Saiba como o empreendedorismo individual acontece na prática e conheça seus tipos, exemplos e confira dicas de como começar.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Começar um negócio não precisa ser um desafio doloroso: o empreendedorismo individual é uma realidade. Com planejamento, conhecimento e organização, é possível ter uma empresa de sucesso. 

Seja você alguém que aspira a transformar uma ideia em negócio ou está em busca de flexibilidade profissional, vamos investigar o que realmente significa ser um empreendedor individual. Pronto para explorar essa jornada? Vamos em frente.

Banner - da gestão financeira à organização de contratos

O que é empreendedorismo individual?

O empreendedorismo individual é a prática de criar e administrar um negócio por conta própria. Nesse modelo, você é o condutor exclusivo das operações, responsável por desenvolver e implementar ideias, gerir recursos e tomar decisões. 

Esse tipo de empreendedorismo oferece autonomia e flexibilidade, permitindo que você se torne o mestre de sua própria jornada empresarial. O empreendedorismo individual coloca você no centro do palco, capacitando-o a moldar seu próprio sucesso. É o início de uma trajetória que pode ganhar novos patamares. 

A tendência do cenário brasileiro

O empreendedor individual ficou mais conhecido com a formalização por meio da modalidade de Microempreendedor Individual (MEI). Para isso, é essencial aprimorar suas habilidades e adquirir conhecimentos sobre: 

  • finanças;
  • gerenciamento de negócios;
  • atração e retenção de clientes;
  • básico em marketing.

Nos últimos anos, a Receita Federal aponta um aumento notável no número de microempreendedores individuais (MEI). Conforme os registros de fevereiro de 2020 para maio de 2023, as MEIs passaram de 9,7 milhões para 15,1 milhões, representando um notável avanço de 55,6%. 

Este dado ressalta o ímpeto crescente de pessoas que estão abraçando a jornada do empreendedorismo individual. Ao ampliar seu conhecimento, o empreendedor individual pode ter muito sucesso na área escolhida.

Tipos de empreendedorismo individual

Um novo CNPJ pode vir de muitos segmentos e nichos de mercado. Há espaço para diversos tipos de empreendedorismo e segmentos diversos. O caminho é se aprofundar no conhecimento do nicho em que você deseja atuar.

Vale ressaltar que após a pandemia do Coronavírus, as possibilidades de empreendedorismo individual aumentaram consideravelmente. 

Freelancer ou consultor

Esse profissional oferece seus serviços para clientes. Isso pode incluir áreas como design, redação, programação, marketing, entre outros.

Venda direta

Empreendedores de vendas diretas comercializam produtos ou serviços diretamente aos consumidores, muitas vezes por meio de redes de contatos pessoais. Exemplos incluem representantes de vendas de cosméticos, suplementos nutricionais e utensílios domésticos.

Empreendedor digital

Este tipo de empreendedorismo envolve a criação e gerenciamento de negócios online. Isso pode incluir blogs, comércio eletrônico, marketing de afiliados, produção de conteúdo digital, entre outros.

Empreendedor de franquia individual

Algumas franquias oferecem oportunidades para empreendedores individuais operarem uma unidade de negócio. O proprietário segue os procedimentos e padrões estabelecidos pela franquia. Neste caso, o empreendedor é responsável por todo o processo.

Há muitos caminhos para quem busca construir sua jornada no empreendedorismo individual. É preciso conhecer cada um deles e entender qual se adapta melhor às suas competências e gostos pessoais. 

Independentemente do tipo escolhido, o empreendedor individual geralmente enfrenta desafios únicos. Alguns deles, são a necessidade de equilibrar múltiplas funções dentro do negócio e a responsabilidade direta pelo sucesso ou fracasso da empreitada.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Exemplos de empreendedorismo individual

Na prática, podemos listar alguns cases de sucesso que começaram pelo empreendedorismo individual. Atualmente, esses negócios cresceram e se tornaram empresas que são autoridades em seus segmentos. 

  • Saúde e bem-estar: a busca pela qualidade de vida tem sido prioridade na vida dos brasileiros. Entre os tipos de empreendedorismo, podemos citar Cris Arcangeli, empreendedora que atua no mercado de beleza e cosméticos, e fundou a Beauty’in, marca que produz suplementos nutricosméticos
  • Varejo: Luiza Trajano é presidente do conselho do Magazine Luiza, uma das maiores redes varejistas do Brasil e se destacou por liderar a expansão da empresa no mundo digital, além de promover iniciativas de inclusão e diversidade no ambiente de trabalho. 
  • Fintech e serviços financeiros: a Nubank, embora não seja mais uma pequena empresa, teve início como um empreendimento individual com uma visão inovadora para o mercado financeiro. Sua missão foi reinventar a forma como as pessoas lidam com finanças.
  • Alimentação: Bela Gil, uma chef de cozinha e apresentadora compartilha receitas nutritivas, dicas de alimentação balanceada e aborda questões de sustentabilidade. Além de seus livros e programas de televisão, também oferece workshops e palestras.

Um dado relevante sobre o cenário do empreendedorismo individual no Brasil é que os nichos em 2023 que mais fizeram sucesso são:

  • E-commerce e varejo online;
  • Saúde e bem-estar;
  • Tecnologia e startups.

Essa informação é crucial para saber qual rumo é mais promissor. Mas, não é só isso: é importante conhecer dicas de empreendedorismo para começar com o pé direito nesse processo. 

Como começar o empreendedorismo individual

Iniciar o empreendedorismo individual envolve várias etapas importantes. Aqui está um guia básico em para você começar:

1. Escolher o nicho de mercado

Comece refletindo sobre suas paixões, interesses e habilidades. O que você adora fazer? No que você é bom? Encontrar algo que você seja apaixonado e talentoso é um ótimo ponto de partida e também é essencial para que você supere os desafios.

2. Considerar as responsabilidades

Aqui estão algumas das principais responsabilidades que um MEI, empreendedor individual, pode ter:

  • Registro e legalização: realizar o registro formal como microempreendedor. Isso envolve a obtenção de um CNPJ;
  • Pagamento de impostos: cumprir as obrigações fiscais, que inclui o pagamento de impostos, taxas ou contribuições;
  • Emissão de notas fiscais: emitir NFs quando necessário em transações comerciais. 

3. Mãos à obra!

Com toda questão burocrática resolvida, é hora de colocar o seu negócio em funcionamento. Nesse caso, não há receita pronta do empreendedorismo individual: é preciso vivenciar o processo, encontrar caminhos, testar, errar/acertar e seguir em frente.

Isso também envolve definir horários de trabalho, estabelecer metas temporárias ou semanais, priorizar tarefas, separar tempo para planejamento, execução e avaliação. É uma busca constante pela excelência – sem deixar de aproveitar a jornada. 

Novo negócio: como escolher um caminho?

É inegável a importância do empreendedorismo individual para o crescimento pessoal do empresário e, é claro, para o mercado em si. É por meio de iniciativas como essa que há crescimento, desenvolvimento e inovação. 

Apesar do desejo latente de empreendedor, muitas pessoas resistem a dar o primeiro passo porque sentem dúvidas e medos em relação a qual caminho escolher. Por isso, estar atento a algumas questões pode ajudar:

  • Pesquisa de mercado: avalie o cenário, faça pesquisa com potenciais clientes, analise o desempenho de concorrentes, converse com outros empreendedores;
  • Tipos de negócios: existem diversas opções de acordo com o negócio, tamanho e outros fatores. MEI é destinado a pessoas que trabalham por conta própria com um faturamento anual limitado. Microempreendedor (ME). é uma categoria empresarial que se refere a empreendimentos de pequeno porte.
  • Formalização: é preciso registrar legalmente a atividade comercial, obtendo um CNPJ e definindo a estrutura jurídica adequada.  Isso garante a conformidade com as leis e acesso a benefícios fiscais e previdenciários. 
  • Documentação: é necessário providenciar a documentação essencial, como registros pessoais; comprovante de endereço; inscrição no CNPJ; obtenção de licenças e alvarás pertinentes à atividade (se for negócio físico).

Empreendedorismo individual: planejamento, execução e sucesso

Ao entender o que é o empreendedorismo individual e apreciar sua importância, o futuro empreendedor está melhor preparado para explorar as possibilidades e superar os desafios que essa jornada oferece. Conhecimento e informação são a base dessa trajetória.

Aqui, você encontrou dicas e conceitos que são essenciais para quem quer se aventurar no mundo do empreendedorismo. Cada uma delas é valiosa para seguir o sucesso. 

Um Sistema ERP online, integrado e sem complicação também não pode faltar. Essa é uma ferramenta crucial para organizar os processos e manter a ordem do negócio. Afinal, você estará com toda responsabilidade e poder contar com uma gestão centralizada faz toda a diferença. Conheça o Omie e empreenda com sucesso.

Banner experimente - simplifique sua rotina e integre todas as áreas da sua operação
Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
PIS: homem com mão no queixo
Conheça o que é PIS, seu funcionamento, benefícios e como garantir os direitos dos colaboradores da sua empresa.
junta comercial

MEI

A Junta Comercial é um órgão que desempenha um papel muito importante para empreendedores. Confira qual é sua função e
qual a importancia de um sistema erp para mei

MEI

Descubra como um sistema ERP para MEI pode levar sua empresa a um novo patamar de eficiência e crescimento. Confira