O que é fluxo de caixa, por que é importante e como aplicá-lo na sua empresa?

Controle o caixa da sua empresa de maneira eficiente! Saiba como o fluxo de caixa pode ajudar as finanças do seu negócio.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O fluxo de caixa é um jeito de controlar o dinheiro que entra e sai da sua empresa. Assim, é importante para você ter o controle das suas finanças e evitar problemas.

Com o fluxo de caixa, você acompanha todas as movimentações financeiras do seu negócio, desde as entradas de dinheiro (como vendas, pagamentos de clientes) até as saídas (como pagamentos de fornecedores, despesas operacionais).

Neste guia, você vai entender o que é o fluxo de caixa, porque é importante e como aplicá-lo. Acompanhe a leitura!

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é o registro de todas as movimentações de dinheiro que entram e saem do caixa da sua empresa. É importante ter um controle financeiro rigoroso e detalhado, anotando todas as receitas e despesas, mesmo as menores.

Essa ferramenta é muito importante porque te ajuda a entender como o dinheiro está sendo usado na sua empresa. Com ela, você consegue ver se está tendo lucro ou prejuízo, se está gastando mais do que deveria e onde pode economizar.

Por exemplo, se você vê que está gastando muito com fornecedores, pode negociar melhores preços. Ainda, se perceber que precisa de mais dinheiro para investir, pode buscar opções de financiamento.

Isso é essencial para ter uma visão realista da gestão financeira do seu negócio. Ao olhar apenas para as entradas de dinheiro, sem considerar os gastos futuros, pode-se criar uma ilusão de que tem mais dinheiro disponível do que realmente tem.

Qual a importância do fluxo de caixa?

Ao adotar a gestão do fluxo de caixa, você consegue alinhar as finanças da sua empresa aos objetivos estratégicos. Isso significa que sua empresa estará preparada para enfrentar as oscilações do mercado e ter uma posição financeira sólida e flexível.

Com o gerenciamento e controle de todas as movimentações financeiras, você terá uma visão clara da situação do seu negócio. Isso te permite planejar melhor no curto, médio e longo prazo.

O fluxo de caixa é importante para todos os tipos de negócio, não importa o tamanho ou segmento. Ele ajuda a otimizar o capital de giro, auxilia na definição de preços e apoia diversos processos da empresa.

Além disso, o fluxo de caixa traz uma visão realista da situação financeira da empresa. Por exemplo, pode revelar que uma semana que parecia muito boa em vendas, na verdade, gerou receitas que mal cobrem as despesas.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Tipos de fluxo de caixa

Existem diferentes tipos de fluxo de caixa que podem ser usados para controlar as finanças da sua empresa. Confira:

  • Fluxo de caixa operacional: registra as atividades do negócio principal, como as receitas e despesas relacionadas às operações diárias. Ele destaca o faturamento e o capital de giro da empresa.
  • Fluxo de caixa financeiro: considera as atividades de financiamento e investimento, além das operacionais. Isso ajuda a entender como a empresa obtém recursos externos para financiar suas operações e investimentos.
  • Fluxo de caixa direto: registra as entradas e saídas de dinheiro diretamente das atividades operacionais, sem considerar os descontos.
  • Fluxo de caixa indireto: é um método mais complexo que leva em conta informações contábeis e índices econômicos. Ele se baseia em demonstrativos contábeis da empresa.
  • Fluxo de caixa para investimentos: acompanha as entradas e saídas de dinheiro relacionadas a investimentos em ativos de longo prazo, permitindo avaliar os impactos financeiros desses investimentos.
  • Fluxo de caixa projetado: é uma estimativa futura das entradas e saídas de dinheiro com base em previsões e projeções feitas a partir de dados históricos, previsões de vendas, despesas e outros fatores.
  • Fluxo de caixa livre: utiliza relatórios para projetar a capacidade da empresa de gerar receitas e capital em diferentes cenários de curto a longo prazo.
  • Fluxo de caixa descontado: técnica de avaliação financeira que estima o valor presente dos fluxos de caixa futuros de um investimento. É usado para determinar o valor real de uma iniciativa e apoiar decisões sobre a viabilidade de projetos.

Uma diferença entre o fluxo de caixa direto e o indireto é que o direto mostra as transações de caixa reais sem descontos, enquanto o indireto se baseia em informações contábeis, como os lucros e prejuízos indicados na Demonstração de Resultados do Exercício (DRE).

Principais vantagens do fluxo de caixa

O fluxo de caixa traz diversos benefícios para o seu negócio. Confira alguns deles:

  • Ele te dá uma visão clara e atualizada das suas finanças, em tempo real.
  • Você pode tomar decisões com base em informações reais sobre o dinheiro disponível.
  • Ajuda a planejar estratégias financeiras tanto para o curto quanto para o longo prazo.
  • Permite identificar e prever problemas de falta de dinheiro antes que se tornem grandes crises.
  • Evita que você se endivide demais, ajudando a controlar os gastos.
  • Facilita o controle e ajuste dos gastos conforme necessário.
  • Ajuda a identificar boas oportunidades de investimento para o crescimento e inovação da empresa.
  • Fornece informações valiosas para negociações com fornecedores e parceiros.
  • Garante o pagamento pontual de despesas e obrigações.
  • Ajuda na estimativa precisa das obrigações fiscais.

Como colocar o fluxo de caixa em prática

Acompanhar as operações financeiras com o suporte do fluxo de caixa é um passo indispensável para quem empreende. Para colocar isso em prática, aqui estão algumas dicas:

Registre todas as movimentações

Anote todos os gastos e receitas da sua empresa, sem exceção. Isso inclui desde os valores mais baixos até os investimentos e pagamentos mais altos.

Categorize receitas e despesas

Classifique suas receitas e despesas em categorias, como fixas ou variáveis. Isso ajudará a organizar seu fluxo de caixa e criar diferentes categorias para contas a pagar e receber.

Faça projeções

Com todos os dados inseridos e divididos por categorias, você pode gerenciar seu fluxo de caixa e usá-lo como uma ferramenta para planejamento financeiro. Assim, com base nos dados, estude o que pode ser melhorado ou corrigido.

Atualize-o sempre

O segredo para o sucesso do fluxo de caixa a longo prazo é mantê-lo atualizado. Não deixe de registrar nada e faça uma revisão periódica das informações.

Com que frequência devo atualizar o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta muito importante para qualquer tipo de negócio, para MEIs, micro e até grandes empresas. Para que ele seja eficiente, é essencial mantê-lo sempre atualizado.

A recomendação é que você atualize o seu fluxo de caixa diariamente ou de acordo com o volume de transações do seu negócio. Isso significa que, a cada nova entrada ou saída de dinheiro, é importante registrar essas informações no seu fluxo de caixa.

É fundamental acompanhar o fluxo de caixa com frequência para ter um maior controle e visibilidade das finanças da empresa. Como regra geral, é recomendado analisar e atualizar os dados do fluxo de caixa pelo menos uma vez por semana.

O que não fazer ao gerenciar o fluxo de caixa

Durante o processo de uso do fluxo de caixa, é comum cometer alguns erros que podem comprometer a eficiência do seu controle financeiro. Saiba o que evitar:

  • Não atualizar os dados com frequência: pagamentos e recebimentos acontecem diariamente, e é importante registrar essas informações regularmente. Isso evita ter dados desatualizados e imprecisos no seu fluxo de caixa.
  • Não fazer um planejamento financeiro: o fluxo de caixa deve ser utilizado como uma ferramenta para planejar o futuro da empresa. Portanto, é essencial usá-lo ativamente para análise e estudo, ajudando a tomar decisões financeiras mais acertadas.
  • Projetar grandes lucros: é importante estabelecer metas realistas e trabalhar com valores que estejam dentro da média. Projetar grandes lucros pode levar a expectativas irreais e até mesmo a prejuízos financeiros. Seja prudente ao estabelecer suas metas.
  • Não investir em um bom sistema de gestão: ter um sistema de fluxo de caixa eficiente é fundamental. Um bom programa integrará todas as informações da empresa, facilitando a análise de dados por meio de dashboards e relatórios.

Perguntas frequentes

Qual a diferença entre fluxo de caixa e faturamento?

O faturamento se refere ao valor total das vendas da empresa, enquanto o fluxo de caixa é o dinheiro disponível após a dedução de custos para pagar despesas e investimentos.

O que diminui o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é afetado quando ocorrem mais saídas do que entradas de recursos financeiros. Isso pode acontecer devido às despesas intensas e volumosas que o negócio enfrenta. Ainda, até mesmo a produção pode fazer com que um negócio perca dinheiro. 

Quais as contas que entram no fluxo de caixa?

Deve-se considerar as contas a receber, contas a pagar, lucros e vendas.

Qual é a finalidade do fluxo de caixa direto e indireto?

Enquanto o fluxo de caixa direto te informará sobre a disponibilidade de recursos no caixa da empresa, o fluxo de caixa indireto identificará se a empresa teve lucro ou prejuízo no período de análise.

Otimize a gestão do seu fluxo de caixa 

Existem várias formas de implementar o controle do fluxo de caixa, como planilhas e anotações manuais. No entanto, a maneira mais profissional e precisa é utilizar um sistema de gestão, como um ERP.

Os sistemas ERP automatizam o registro das movimentações financeiras e geram relatórios detalhados. Também oferecem soluções financeiras integradas com bancos, permitindo a geração de boletos, notas fiscais, pagamentos e recolhimento de impostos, tudo em um só lugar!

Aproveite as vantagens de ter um bom controle do fluxo de caixa e faça isso com mais eficiência e praticidade utilizando a tecnologia. Conheça as soluções financeiras da Omie!

Banner experimente - reduza os custos e ganhe mais eficiência em suas operações

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Sociedade Anônima: sócios conversando ao redor de mesa
Entenda como se organiza uma Sociedade Anônima e saiba quais as características desse tipo de empresa. Tire suas dúvidas com
nome fantasia: casal em frente a notebook
Saiba o que é e como escolher o nome fantasia adequado para sua empresa.
como manter os clientes engajados
Entenda a importância de durante o processo de implementação de um novo produto ou serviço manter os clientes engajados e