Limite de crédito: como calcular de forma ideal?

Confira a importância de definir bem o limite de crédito e como isso pode garantir qualidade nos serviços contábeis!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O crédito é muito importante para qualquer empresa, pois é o que torna possível o investimento no negócio de maneira a impulsionar seu crescimento. Mas esse recurso exige respeito ao limite de crédito, uma maneira de evitar o acúmulo de dívidas.

Para entender qual o limite de crédito ideal, é preciso contar com ajuda especializada. Assim, muitos empreendedores recorrem ao contador, um profissional indispensável para a boa saúde financeira.

O contador ajuda a evitar a aquisição de dívidas, organizar o fluxo de ganhos e gastos e criar planejamentos estratégicos. Isso também garante uma gestão mais inteligente e responsável.

Neste post, você aprenderá como calcular o limite de crédito, porque trabalhar com esse tipo de serviço e como conseguir clientes em diversos ramos do mercado. Continue a leitura e descubra como calcular o limite de crédito ideal!

Por que trabalhar com um limite de crédito?

Quando o cliente solicita crédito, é preciso estabelecer um limite para definir até que ponto a empresa pode se comprometer pelo valor concedido. Este representa o limite máximo de riscos que a companhia pode assumir.

Para uma empresa, estabelecer um limite de crédito empresarial é uma forma de proteger suas finanças. Sendo assim, é papel do contador estudar as necessidades e as características de seu cliente para levar tais fatores em conta ao calcular o limite de crédito ideal.

Veja, a seguir, os principais motivos pelos quais é importante trabalhar com um limite de crédito:

Planejamento e viabilidade

Um dos maiores receios dos gestores é realizar grandes transações e depois correr o risco de o cliente não cumprir com o acordo. Isso pode fazer com que a empresa credora contraia dívidas e sofra prejuízos no caixa.

No entanto, quando se sabe qual é o limite de crédito dos seus clientes, o gestor não terá mais essa preocupação. Isso porque, com informações precisas, é possível ter o embasamento necessário para planejar e decidir o valor viável para a empresa realizar as suas transações.

Gestão financeira

Outro motivo para calcular o limite da linha de crédito empresarial é o maior controle que a contabilidade pode ter sobre as finanças de seu cliente. Ao definir um limite, fica mais fácil saber se os clientes serão capazes de honrar seus compromissos, o que também ajuda na projeção de recebíveis.

Dessa forma, você, contador, não precisa se preocupar com inadimplência nem com a falta de recursos para cobrir os pagamentos que o seu cliente precisará fazer. O gestor também pode ficar mais tranquilo ao saber que a saúde financeira da sua empresa está segura e bem-cuidada por um especialista em contabilidade empresarial.

Tomada de decisão mais assertiva

Em uma empresa, a contabilidade é fundamental para que seja possível tomar decisões assertivas sobre o planejamento estratégico da companhia.

É por esse motivo que fazer com que o cliente conheça o limite de crédito de sua empresa melhora a tomada de decisão. Dessa forma, a empresa pode não somente aumentar sua lucratividade, como também promover transações com mais qualidade.‍

Como calcular o limite de crédito de empresas

As diferentes formas de como calcular limite de crédito vão depender de fatores exclusivos de cada cliente avaliado. Entretanto, é possível seguir alguns passos básicos para evitar inadimplência. Acompanhe a leitura.

Análise financeira

É extremamente importante fazer uma análise financeira da empresa antes de conceder um limite de crédito. Nesse momento, devem ser levados em conta fatores como:

  • o tipo de atividade que ela desenvolve, o seu ramo e a sua quantidade média de vendas;
  • o tamanho da empresa e o tempo de mercado;
  • o capital social e as fontes de financiamento;
  • o balanço patrimonial;
  • as referências no mercado;
  • os preços dos produtos/serviços ofertados;
  • os prazos de pagamento;
  • a classificação de risco;
  • a Demonstração do Resultado de Exercício (DRE).

Apresentação de documentação comprobatória

O primeiro passo para evitar a inadimplência é solicitar documentos que comprovem a renda do cliente e que este será capaz de honrar com seus compromissos. Isso pode ser feito por meio da apresentação do contrato social e de suas últimas transações financeiras.

Outro documento que pode servir para a comprovação é o demonstrativo do faturamento bruto dos últimos meses, que informa se a empresa está com o seu faturamento regular.

‍Faça uma consulta de proteção de crédito

Outra medida eficiente que pode ser tomada é fazer uma consulta em órgãos de proteção de crédito para verificar se há restrições do cliente. Assim, você poderá saber se a empresa do cliente solicitante do crédito possui algum tipo de pendência e, caso haja, a data do registro da dívida.

Essa medida é especialmente válida no caso de clientes novos, que ainda não fizeram nenhuma transação do tipo com a empresa para a qual você está prestando serviço. Isso porque ainda não se tem um histórico conhecido sobre como eles lidam com as próprias dívidas.

Determine o limite de crédito

Após fazer todas essas avaliações, é necessário decidir se a empresa solicitante do crédito está apta para obtê-lo. Em caso positivo, você precisará definir de quanto será esse limite, levando em conta que ele não deve ser muito alto nem muito baixo.

O limite de crédito precisa condizer com as condições do solicitante em pagá-lo. O mais recomendado é evitar assumir riscos concedendo um limite que não poderá receber depois. Entretanto, um limite muito baixo poderá limitar as vendas da empresa.‍

Como a tecnologia pode ajudar?

Neste post, você aprendeu a importância de calcular o limite de crédito, como ele pode garantir o bom funcionamento financeiro dos seus clientes e, ainda, oferecer uma visão estratégica do negócio como um todo. O papel do contador é indispensável e esse serviço abre todo um novo campo de atuação a ser explorado.

Após entender mais sobre o que é limite de crédito e como calculá-lo, é possível constatar a sua importância para evitar a inadimplência. No entanto, lidar com o gerenciamento dos limites de crédito pode não ser uma tarefa fácil, até para um escritório de contabilidade.

Por isso, é sempre possível contar com a ajuda de um sistema ERP. A Omie é a empresa que ajuda você a gerir tais limites e facilita a administração das finanças dos seus clientes, com tecnologia e opções voltadas aos serviços de contabilidade.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Saiba mais sobre o papel da contabilidade para MEI para o crescimento das microempresas e confira os serviços que você
Demonstrações contábeis
Entenda o que são e quais são os objetivos das demonstrações contábeis e saiba o que a lei diz sobre
rotinas contábeis
Descubra como otimizar as rotinas contábeis e o que priorizar em empresas do Simples Nacional e MEI.