Veja como fazer a migração de ERP de maneira eficiente

Fazer a migração de ERP parece um processo complicado, porém estas dicas podem ajudar a torná-lo mais simples. Entenda as vantagens do ERP Omie!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Muitos gestores adiam a migração de ERP por se tratar de um processo complexo, que envolve todos os setores da empresa. Entretanto, permanecer com um sistema que não apoia os negócios pode prejudicar tanto a produtividade quanto os resultados.

Por isso, apesar do receio dos desafios, essa é uma atividade que precisa ser realizada. O lado positivo é que existem caminhos para que a migração de ERP seja feita de maneira eficiente. E isso você vai descobrir aqui.

Como funciona a migração de um ERP?

A migração de um ERP (Enterprise Resource Planning) é um processo que envolve transferir dados, configurações, processos e funcionalidades de um sistema ERP antigo para um novo. Veja como esse processo pode ser conduzido:

1. Avaliação e planejamento

  • Identifique as limitações, problemas e necessidades no sistema atual
  • Estabeleça objetivos para a nova solução e o que você espera alcançar
  • Identifique o sistema que melhor atende às suas necessidades

2. Preparação dos dados

  • Elimine dados desnecessários e organize os dados que serão migrados
  • Identifique como os dados serão movidos do sistema antigo para o novo

3. Configuração e customização

  • Ajuste as configurações de acordo com as preferências e necessidades da sua empresa
  • Adapte o sistema para se alinhar aos processos específicos

4. Testes

  • Verifique se todas as funcionalidades estão operando conforme o esperado
  • Garanta que os dados migrados estejam corretos e completos

5. Treinamento e implementação

  • Prepare seu time para usar o novo sistema
  • Migre em fases ou por módulos para reduzir impactos negativos

6. Monitoramento e suporte:

  • Verifique como o sistema está funcionando após a migração
  • Esteja preparado para lidar com problemas e fornecer assistência à medida que a equipe se adapta ao novo ERP

Quando é a hora de fazer a migração?

A hora certa para migrar o ERP da empresa geralmente é determinada por uma combinação de fatores. 

Por exemplo: quando o sistema atual não consegue atender às necessidades da empresa, apresenta limitações para acompanhar o crescimento ou impõe barreiras à inovação, é hora de considerar a migração. 

Além disso, mudanças significativas nos processos de negócios, novos requisitos regulatórios ou uma clara oportunidade para melhorar a eficiência e a integração entre departamentos também podem sinalizar o momento ideal para realizar essa transição. 

O importante é ter um planejamento cuidadoso, avaliar os benefícios da migração e escolher dentre os tipos de sistemas de ERP o que melhor resolve seus problemas. Só assim será possível determinar o timing mais adequado.

Para isso, é importante construir um plano detalhado, envolver todos os stakeholders relevantes, garantir a segurança dos dados durante a migração e estar pronto para lidar com desafios inesperados. 

Além disso, contar com a ajuda de profissionais especializados ou consultores pode facilitar muito o processo de migração. Aprenda como fazer uma migração através desse passo a passo!

Passo 1: Escolha o sistema ideal

Escolha um sistema que solucione os problemas atuais do seu negócio e seja mais eficiente do que o atual. A recomendação é considerar as opções mais eficazes e, principalmente, os diferenciais do novo ERP.‍

Passo 2: Mapeie os processos

Faça o mapeamento de processos para definir quais módulos do ERP serão necessários para compor o sistema e otimizar essas atividades o máximo possível.‍

Passo 3: Treine sua equipe

Treine os colaboradores da empresa, a fim de que utilizem todas as funcionalidades do software sem problemas. Isso porque, caso os profissionais tenham dificuldades em usar a nova ferramenta, a produtividade pode ser impactada.

Passo 4: Monitore o uso

Após a implementação, monitore o uso da ferramenta para saber se ela está sendo eficaz. Além disso, pode haver a necessidade de ajustar processos ao longo do tempo. Por isso, é interessante acompanhar de perto o uso do sistema.‍

Desafios e benefícios de fazer uma migração ERP na empresa

A migração de ERP pode apresentar uma série de desafios para uma empresa, desde questões técnicas até impactos organizacionais. Veja alguns deles que podem acontecer durante o processo:

  1. Customização e adaptação
  2. Integração de dados
  3. Treinamento da equipe
  4. Riscos de interrupção nos negócios
  5. Segurança e conformidade

Entretanto, existem diversos benefícios que, na maioria das vezes, se sobrepõem aos desafios. Ou seja, valem o trabalho. São eles:

  1. Eficiência operacional
  2. Melhoria na tomada de decisões
  3. Maior integração e colaboração
  4. Redução de custos no longo prazo
  5. Possibilidade de escalar e crescer com rapidez

Por que migrar para o ERP da Omie?‍

Como vimos ao longo do artigo, a mudança de sistema pode exigir alguns cuidados, porém, traz muitos benefícios para o negócio.

O sistema ERP da Omie oferece diversas funcionalidades que atuam para simplificar a rotina administrativa das companhias – seja uma grande ou pequena empresa, do varejo ou de qualquer outra área.

Veja a seguir as principais vantagens em fazer a portabilidade de ERP para Omie:‍

Sistema totalmente online‍

O sistema de gestão empresarial da Omie funciona totalmente online, sem precisar de instalação. Por isso, pode ser acessado de qualquer lugar e a qualquer momento. Assim, você ganha mais flexibilidade e tem acesso aos dados da empresa rapidamente.

Por ser online, também não é preciso investir em uma estrutura cara ou em computadores muito sofisticados. Basta ter uma máquina com acesso à internet. Além disso, o sistema online só pode ser acessado através de usuário e senha, o que torna tudo mais seguro.

Integração de processos‍

A tecnologia Omie também permite que a comunicação interna seja mais eficiente, já que todos os colaboradores podem acessar as informações e ver as atualizações em tempo real de todas as áreas da empresa (de acordo com a sua autorização), em um só lugar.

Assim, todos os setores sempre estarão na mesma página quanto às movimentações da empresa. Isso é útil especialmente para processos que dependem de várias áreas, como a compra de material – que envolve o setor financeiro, de compras e de controle de estoque. ‍

Relatórios personalizados‍

Outra vantagem de fazer a migração de ERP para a Omie é poder contar com diversos tipos de relatórios personalizados e precisos, nos módulos. Essas informações em tempo real são muito úteis para tomar decisões mais estratégicas e melhorar a gestão de dados.

Além disso, o gestor estará sempre por dentro de toda a situação da empresa, tanto na aquisição de novos clientes quanto no financeiro, e será possível elaborar melhores estratégias para reduzir custos e manter as finanças da companhia protegidas.‍

Fácil de usar

Muitos ERPs são complexos e difíceis de utilizar, o que exige tempo para que os colaboradores aprendam a usar o sistema de forma independente. Esse é um fator que pode afetar a produtividade da equipe, já que atrapalha a execução das atividades diárias.

Mas o sistema ERP da Omie é totalmente intuitivo e possui uma interface amigável. Ele é todo pensado para facilitar a rotina de trabalho, além de oferecer treinamentos e um suporte dedicado a solucionar dúvidas e eventuais problemas.

O sistema de gestão da Omie possui todas as funcionalidades para tornar a administração da sua empresa mais eficiente e simples. Após conhecer mais sobre as vantagens do software, mude para a Omie e veja como é mais fácil ter controle de toda a sua empresa em um só lugar.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Contabilidade societária
Entender sobre contabilidade societária é fundamental para oferecer serviços mais completos e estratégicos para empresas com sócios.
Descubra o certificado digital A3, entenda como ele se diferencia do A1 e aprenda a usá-lo no seu trabalho para
o que é SEFAZ
Afinal, o que é SEFAZ? Entenda como esse órgão se relaciona com os seus negócios.