O papel do contador na contabilidade gerencial

Entenda o papel do contador na contabilidade gerencial, como ocorre sua atuação e porque investir nessa área de prestação de serviços!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Toda empresa busca crescer e se manter financeiramente sustentável ao longo do tempo. Essa missão pode ser um desafio se a instituição não tiver metas claras ou não conseguir analisar seus resultados. A contabilidade gerencial é a ferramenta ideal para apoiar você nesse processo.

A partir dos dados gerados pelos negócios, é possível ter uma visão clara da sua situação. Assim, os gestores podem tomar melhores decisões. Diante dos desafios, o contador entra como uma peça fundamental, apoiando a aplicação desse formato de contabilidade e conquistando mais uma demanda do mercado em constante crescimento.

Neste artigo, vamos tratar sobre a importância do contador na gestão contábil da empresa e quais habilidades você, como profissional, deve focar para desenvolver. O oferecimento do serviço de contabilidade gerencial pode ser um diferencial sobre a concorrência – entenda tudo sobre o assunto. Boa leitura.

banner cta contador

 

Entenda o papel do contador na contabilidade gerencial

A contabilidade gerencial é um conjunto de ações e processos que trazem uma visão ampla e completam a situação da empresa, por meio da análise e interpretação de dados financeiros e estratégicos da companhia.

Embora o conceito seja relativamente simples, sua aplicação não é tão fácil, pois exige conhecimento sobre finanças, tributação, gestão, tecnologia e comunicação. Tudo isso o contador tem, sendo a pessoa ideal para implementar e monitorar a contabilidade gerencial e ainda informar líderes e gestores sobre quais passos devem ser seguidos.

Nesse contexto, seu papel é acompanhar os números da empresa, por meio de diversos relatórios contábeis, entender seu significado para a gestão e ajudar os gestores a escolher o melhor caminho a seguir.

Assim, o contador pode orientar formas de reduzir custos, maneiras de otimizar o planejamento tributário da instituição e sugerir demais estratégias que ajudem a atingir as metas estabelecidas.

A função desse profissional está inserida na gestão empresarial, que orienta a empresa em suas ações, pelo planejamento e acompanhamento do orçamento. Desse modo, o contador pode propor melhorias em processos e estratégias para apoiar o crescimento dos negócios, utilizando seu conhecimento em análise de dados, leitura de demonstrativos contábeis e gestão de despesas.

Conhecimentos importantes para atuar na contabilidade gerencial

Para atuar e se destacar na contabilidade gerencial, o contador precisa focar em desenvolver alguns conhecimentos e habilidades, pois terá contato com muitas pessoas, estará envolvido em muitos processos e sua palavra terá muito peso na empresa.

Veja que pontos devem receber atenção, dedicação e estudo por parte desse profissional:

  • Conhecimento em área tributária: ajuda a encontrar a melhor tributação para a empresa, o que pode implicar em economia e otimização de recursos;
  • Contabilidade financeira: saber como aprimorar o uso e gestão dos bens da empresa é importante para aproveitar oportunidades e mitigar ameaças que possam surgir no mercado da empresa;
  • Contabilidade de custos: entender onde é possível reduzir custos sem perder a qualidade dos produtos e serviços é uma habilidade essencial, ajudando a potencializar a lucratividade e a margem de lucro da companhia;
  • Economia: esse conhecimento ajuda no entendimento da situação externa à empresa e como isso impacta na sua gestão;
  • Elaboração de relatórios: uma das bases da contabilidade gerencial são os relatórios, que consolidam os dados, logo, é importante saber escolher os melhores documentos e criá-los para analisar as informações;
  • Trabalho em equipe: embora o contador seja fundamental para a contabilidade, ele precisará se relacionar com colegas de diversas áreas e cargos, recebendo e fornecendo informações, por isso deve haver cooperação entre todos;
  • Comunicação escrita e oral: para apresentar os dados e suas conclusões, é preciso ter uma comunicação clara, garantindo que todos consigam entender a relevância dos números e estratégias;
  • Liderança: se estiver inserido em uma empresa, o contador poderá assumir alguma função de coordenação ou gerência, pelo papel estratégico desempenhado. Mas se apenas prestar serviços para a instituição, também deve focar em se desenvolver nesse aspecto, para ser o responsável em mostrar o caminho que a companhia deve seguir;
  • Conhecimento em tecnologia: sem um bom aliado tecnológico, fica inviável implantar e utilizar a contabilidade gerencial, pois os processos são morosos e suscetíveis a erros, impedindo seu uso de forma plena e confiável. Fique por dentro das novidades e seja um contador 2.0.
Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Como utilizar a contabilidade gerencial para ajudar seus clientes

A contabilidade gerencial traz uma visão ampla e concreta da situação da empresa, pois analisa diversos relatórios, indicadores e dados de forma integrada. Assim, a interpretação desses números não é realizada de forma isolada, podendo gerar insights equivocados.

Como o contador é parte fundamental dessa análise gerencial, pode agregar ao seu rol de serviços prestados a contabilidade gerencial, aplicando seus conhecimentos para analisar os relatórios dos clientes que, muitas vezes, já são gerados sem uma interpretação adequada.

A empresa, por sua vez, ganha mais clareza na sua gestão, ao ter dados mais confiáveis sobre o mercado no qual está inserida, junto a informações sobre o ambiente interno da instituição.

Com base nos insights gerados pela contabilidade gerencial, os gestores ganham confiança para tomar melhores decisões, sabendo que os números foram observados e interpretados de maneira conjunta.

Outra vantagem de utilizar esse formato de contabilidade é que a empresa se mantém competitiva no mercado, porque acompanha com mais detalhes os custos, despesas e fontes de receita, podendo utilizá-los com mais eficiência.

Assim, em momentos de crise, a contabilidade gerencial provê informações importantes para reações rápidas e decisivas.

4 Dicas para fidelizar clientes

Com a grande concorrência no mercado de contabilidade, é essencial que o contador busque se destacar dos demais e fidelizar seus clientes contábeis. Afinal, é mais barato manter as empresas consigo do que ir em busca de novas oportunidades para compor sua carteira de clientes.

Pensando nisso, trouxemos 4 dicas para você aplicar na sua empresa. Acompanhe!

1. Entenda as necessidades do cliente

Um cliente permanecerá com seus fornecedores, inclusive o contador, se perceber que o serviço é prestado com qualidade, entregando aquilo que é esperado. Mas isso não acontece sem que o profissional entenda o que o consumidor precisa e ofereça a ele exatamente isso.

Na verdade, o ideal é entregar além do que foi definido com o cliente, gerando uma percepção maior do valor do serviço. Tudo deve ser estabelecido em contrato, detalhando exatamente o que será realizado pelo contador, para que o consumidor saiba o que esperar e possa se surpreender quando algo for além do determinado.

Além disso, é importante conhecer as necessidades das empresas dos seus clientes, porque cada segmento tem suas especificidades e tudo deve ser atendido da melhor maneira, principalmente para não gerar problemas para a gestão dessas companhias.

2. Conheça os diferenciais do negócio do cliente

Ao conhecer como funciona o negócio do seu cliente, é possível oferecer um serviço contábil mais específico e condizente com a realidade daquela empresa.

Com isso, também consegue-se aproveitar os pontos fortes da gestão do seu cliente para destacar essa empresa. Ao perceber que você, como contador da instituição, ajuda a gerar valor, a tendência é que a parceria profissional entre vocês se fortaleça e não seja quebrada facilmente.

3. Apresente e explique os relatórios de contabilidade gerencial

Para você deve ser muito usual e comum gerar relatórios e analisar os dados ali presentes, mas para seu cliente, talvez, essas informações não sejam tão claras. Por isso, sempre procure apresentar os relatórios da contabilidade gerencial explicando os principais pontos e qual a sua importância para a gestão da empresa. Foque em linguagem clara, acessível e com exemplos.

4. Ofereça atendimento personalizado

Procure entender o mercado em que a empresa está inserida, suas necessidades, objetivos e forma de trabalhar.

A partir disso, você poderá personalizar a forma como atende a esse cliente, pois sabe o que é mais importante para ele e conseguirá fazer entregas para aumentar o valor que seu serviço terá para essa empresa.

Faça a diferença para seus clientes

Para se destacar no mercado de contabilidade, é preciso entregar além do que seus concorrentes fazem e a contabilidade gerencial é uma excelente forma de alcançar esse objetivo. Essa ferramenta gera muito valor para seus clientes e pode ajudar a fidelizá-los aos seus serviços, com algumas técnicas simples e auxílio da tecnologia.

O mercado tem mudado, assim como os serviços contábeis. Atualmente, o papel do contador vai além das questões operacionais e está se tornando cada vez mais estratégico. Neste conteúdo, você aprendeu mais sobre como atuar na contabilidade gerencial, quais habilidades desenvolver e como oferecer esses serviços.

Para que você possa realizar esses processos com qualidade, conte com a tecnologia da Omie. O Painel do contador oferece integração contábil automática. Tenha agilidade, segurança e confiança nos dados, tudo em poucos cliques. Além disso, mantenha-se informado e sempre traga inovação a sua prática contábil!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
painel do contador
Saiba o que é o Painel do Contador, como ele funciona na prática e a quais módulos do sistema Omie
Modelo de proposta comercial
Um modelo de proposta comercial bem elaborado pode fazer toda a diferença na hora de fechar um contrato e demonstrar
funcionários conversando sobre Ponto de equilíbrio contábil
Você pode gerar valor para seu cliente ao ajudá-lo a definir o ponto de equilíbrio contábil. Saiba mais sobre sua