O que é ESG e por que é importante implementar?

Entenda mais sobre o ESG e como sua implementação é o segredo das empresas inovadoras.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A prática de ações ambientais, sociais e de governança tem se tornado cada vez mais presente em empresas que buscam se destacar no mercado. A sigla ESG está diretamente relacionada à inovação e sucesso, garantindo, ainda, resultados no impacto social.

Além de contribuir significativamente para o crescimento da empresa, o ESG atrai grandes oportunidades de investimentos, integrando aspectos econômicos, ambientais, sociais e de governança corporativa. Esqueça o raciocínio de que elementos sociais e ambientais não contribuem para o lucro de um negócio.

Pesquisas recentes mostram que 87% das empresas listadas na Bolsa contam com práticas ESG (Estadão). Em outras palavras, é uma maneira de conseguir mostrar o comprometimento e a responsabilidade ambiental e social, transformando isso em lucro. Continue lendo para entender mais sobre o tema!

62a1f7437a5e6b5e2f216d35 CTA Banner Empreendedor 2 opt2 v2 55

ESG: o que é?

ESG é a sigla do termo em inglês para Environmental Social and Governance e, traduzido para o português, significa: Ambiental, Social e Governança. É um conjunto de práticas utilizadas para indicar e orientar não só as organizações, mas também os investimentos a serem focados e centrados em questões sustentáveis.

A preocupação com a responsabilidade social das empresas vem crescendo cada dia mais. Mais do que uma tendência de comportamento, se tornou uma importante estratégia para que as organizações impulsionem seu crescimento de forma saudável, respeitando questões ambientais, sociais e de gestão corporativa.

O conceito surgiu ainda em 2005, durante um relatório chamado “Who Cares Win”, realizado em uma conferência da ONU – Organização das Nações Unidas. No momento, estavam reunidas cerca de 20 instituições financeiras, representando 9 países.

A ideia do encontro era desenvolver soluções que contemplassem todos os âmbitos que fazem parte de questões ambientais, sociais e de governança corporativa. A conclusão foi que esses pilares promoviam um novo formato de atuação no mercado, muito mais focado na sustentabilidade e ações que promovam tais práticas de forma rentável.

Sendo assim, podemos dizer que o ESG (Environmental, Social and Governance), nas empresas, está diretamente relacionado às ações voltadas para que consigam minimizar os impactos que suas atividades causam no meio ambiente, enquanto contribuem para uma sociedade melhor e uma gestão mais otimizada.

ESG no Brasil

No Brasil, o ESG ainda está dando seus primeiros passos. Mas isso não significa que deve ser deixado de lado. Ao contrário, esse é o momento ideal para começar um empreendedorismo sustentável e prosperar nos negócios.

Para ter uma ideia da importância do ESG, a empresa de consultoria BCG promoveu um estudo e constatou que os negócios que investem nessas ações, de responsabilidade social, conquistaram impactos positivos, tanto na produtividade quanto nos lucros.

Além disso, no Brasil, os pilares do ESG se tornaram fundamentais para a tomada de decisão de investidores, servindo como indicador para análises de risco. Isso porque, para os investidores, não vale a pena investir em uma organização que não possui práticas e ações sustentáveis.

Um dos índices utilizados para essa avaliação é o ISE B3, ou Índice de Sustentabilidade Empresarial. Seu objetivo é avaliar a performance média dos ativos das empresas com base em seu compromisso com a responsabilidade sustentável.

Sendo assim, fica claro que, apesar de novo no Brasil, o ESG já é capaz de impulsionar significativamente o crescimento dos negócios, sejam eles grandes ou pequenos.

Quais são os indicadores ESG?

Como você viu, as práticas do ESG são formadas com base em três pilares. Cada um deles está ligado a um aspecto específico e importante para que as ações sejam realmente significativas e satisfatórias, não só para a empresa, mas para todos os que estão relacionados.

Social

O ESG social, como o próprio nome dá a entender, está ligado às relações que uma empresa possui. Isso engloba seus colaboradores, fornecedores, clientes e a comunidade ao seu redor.

Nesse caso, são considerados aspectos como a satisfação dos clientes, segurança, privacidade e proteção de dados, diversidades das equipes, engajamento e produtividade, relação com a comunidade ao redor, respeito aos direitos e normas trabalhistas, entre outros.

Governamental

O ESG governamental, por sua vez, está ligado às práticas administrativas da empresa. Ou seja, ela contempla todos os aspectos de gestão. Isso inclui a composição e criação de um conselho administrativo, comitê de auditoria, condutas corporativas, relação com o governo, existência de canais de denúncias, entre outros.

Ambiental

Por fim, há também o ESG ambiental. Talvez o mais simples de ser entendido, ele abrange todos os aspectos de proteção e conservação do meio ambiente. Para isso, são realizadas ações para evitar o aquecimento global, emissão de gás carbono e poluentes, desmatamento, e também aumentar a biodiversidade, eficiência energética e a gestão correta de resíduos.

Por que implementar ESG na sua organização?

Todas as pautas abordadas dentro dos pilares do conceito contribuem significativamente para um mundo melhor, sem deixar de lado a gestão da empresa.

Você pode investir em práticas sustentáveis e ainda impulsionar o crescimento da sua empresa. Outro detalhe importante são as vantagens que esse conjunto de ações oferece. Confira algumas:

  • Maior produtividade;
  • Gestão mais assertiva e eficiente;
  • Processos mais estratégicos;
  • Redução de custos;
  • Maior contribuição para o meio ambiente;
  • Maior satisfação dos clientes e comunidades ao redor;
  • Mais chances de investimentos;
  • Competitividade a longo prazo;

Seja no empreendedorismo ou empreendedorismo social, o ESG chegou para ficar e abrir uma nova gama de oportunidades, levando sua empresa a atingir lugares cada vez mais estratégicos no mercado e tornando sua gestão mais eficiente.

Ao investir nessa tendência, você aumenta a visibilidade da marca, consegue atrair novos talentos e impulsionar um crescimento saudável.

Sistema ERP Omie

Enquanto uma grande tendência, o ESG tem grande potencial para ser um aliado estratégico da sua empresa. Mais do que mostrar ao mercado sua preocupação com as questões ambientais, sociais e de governança, ele torna o ambiente de trabalho muito melhor e, ainda, ajuda a atrair investidores.

Para tornar os resultados dessas práticas ainda mais eficientes, é essencial contar com um sistema de gestão completo, que te possibilite integrar as áreas e acompanhar de perto a execução de cada ação, assim como o ERP Omie. Isso tudo, é claro, sem utilizar um papel ou plástico, já que o sistema funciona inteiramente online!

Não deixe essa oportunidade de lado, implemente o ESG ao seu negócio e veja seus resultados crescerem, assim como a sociedade ao seu redor. Comece hoje mesmo a aprender mais sobre as práticas!

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
planejamento tributário
As obrigações fiscais têm pesado no bolso da sua empresa? O planejamento tributário é uma forma de otimização de custos
DASN Simei: homem com celular e notas

MEI

Aprenda como declarar e evite multas e juros pelo não envio das informações corretas.
Quanto custa abrir uma empresa
Desvende os custos de abrir uma empresa em 2024. Conheça taxas indispensáveis e inicie seu negócio com segurança!