Orçamento contínuo: significado, exemplos e como usar

Descubra o que é orçamento contínuo e veja exemplos práticos. Saiba os desafios, vantagens e como usar em sua empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você já ouviu falar em orçamento contínuo? Sabe o que é e como funciona essa ferramenta de gestão? Se você é um empresário que tem dificuldade em planejar e controlar as finanças do seu negócio, então este texto pode ser muito útil para você. 

Neste artigo, vamos explicar o que é orçamento contínuo, quais são as suas características, benefícios, exemplos, desafios e dicas de como fazer um de forma eficiente. 

Além disso, vamos responder algumas dúvidas frequentes sobre esse tema e mostrar como um sistema ERP pode te ajudar a implementar essa metodologia na sua empresa.  

Banner CTA

O que é orçamento contínuo?

Orçamento contínuo, também chamado de rolling forecast ou orçamento rolante, é um tipo de orçamento que está sempre atualizado, cobrindo um período de 12 meses. 

Isso significa que a cada mês, trimestre ou semestre (dependendo da frequência escolhida), o orçamento empresarial é revisado e ajustado de acordo com as mudanças no cenário do negócio. 

Assim, a empresa sempre tem uma visão atualizada e realista das suas receitas, despesas, lucros e metas para os próximos meses.

Características de um orçamento contínuo

Um orçamento contínuo possui algumas características que o diferencia de um orçamento anual tradicional, que é feito uma vez por ano e não sofre alterações ao longo do tempo. Veja quais são elas:

  • É flexível e adaptável às mudanças no ambiente de negócio
  • É focado no futuro e não no passado
  • É baseado em premissas e cenários variáveis
  • É integrado com os processos operacionais e estratégicos da empresa
  • É monitorado e avaliado constantemente pelos gestores
  • É participativo e envolve todos os setores da empresa

Benefícios do orçamento contínuo

O orçamento contínuo traz uma série de benefícios para a gestão financeira da empresa. Veja alguns deles:

  • Redução de incertezas: ao revisar o orçamento periodicamente, a empresa consegue antecipar e mitigar os riscos e as oportunidades do mercado, se adaptando às novas demandas dos clientes, fornecedores, concorrentes e reguladores.
  • Melhoria na tomada de decisões: ao ter uma visão mais clara e atualizada da situação financeira da empresa, os gestores podem tomar decisões mais rápidas e assertivas, alinhadas com os objetivos estratégicos do negócio.
  • Comparação com o orçamento anual tradicional: ao comparar o orçamento contínuo com o orçamento anual tradicional, a empresa pode avaliar o seu desempenho e identificar os pontos fortes e fracos do seu planejamento financeiro.

Exemplos de orçamento contínuo na rotina da empresa

  • Uma empresa que vende produtos sazonais pode usar o orçamento contínuo para ajustar as suas projeções de vendas de acordo com as variações da demanda ao longo do ano.
  • Uma empresa que atua em um setor dinâmico e competitivo pode usar o orçamento contínuo para acompanhar as tendências do mercado e as mudanças no comportamento dos consumidores.
  • Uma empresa que está em fase de expansão ou reestruturação pode usar o orçamento contínuo para planejar os investimentos necessários para o seu crescimento ou adaptação.

Desafios no uso do orçamento contínuo

Apesar dos benefícios, o orçamento contínuo também apresenta alguns desafios para a sua implementação e manutenção. Veja quais são eles:

  • Exige mais trabalho e dedicação dos gestores e colaboradores, que precisam revisar e atualizar o orçamento com frequência.
  • Exige uma mudança de cultura e de mindset na empresa, que precisa abandonar o modelo tradicional de orçamento anual e adotar uma visão mais dinâmica e flexível.
  • Exige um sistema de informação confiável e integrado, que coleta, processa e analisa os dados financeiros da empresa de forma ágil e precisa.

Como fazer um orçamento contínuo de forma eficiente

Para fazer um orçamento contínuo de forma eficiente, é preciso seguir alguns passos. Veja quais são eles:

Defina o período e a frequência do orçamento contínuo

Escolha se o seu orçamento vai cobrir 12 meses, 18 meses ou outro período, e se ele vai ser revisado mensalmente, trimestralmente ou semestralmente.

Estabeleça as premissas e os cenários do orçamento contínuo

Defina quais são as variáveis que vão influenciar o seu orçamento, como taxa de câmbio, inflação, juros, crescimento econômico etc., e crie cenários otimistas, pessimistas e realistas para cada uma delas.

Elabore o orçamento contínuo inicial

Com base nas premissas e nos cenários definidos, projete as suas receitas, despesas, lucros e metas para o período escolhido.

Monitore e avalie o orçamento contínuo

Acompanhe os resultados financeiros da empresa e compare-os com o orçamento contínuo inicial, identificando os desvios e as causas.

Revise e atualize o orçamento contínuo

A cada mês, trimestre ou semestre, faça os ajustes necessários no orçamento contínuo, adicionando um novo mês, trimestre ou semestre no final do período.

Outras dúvidas sobre o tema

Ainda tem dúvidas sobre o que é orçamento contínuo e como usá-lo na sua empresa? Veja algumas perguntas e respostas rápidas sobre esse tema:

Qual é a característica principal de um orçamento contínuo?

A característica principal de um orçamento contínuo é que ele está sempre atualizado, cobrindo um período de 12 meses.

O que quer dizer orçamento contínuo ou Rolling Forecast?

Orçamento contínuo ou Rolling Forecast são termos sinônimos que se referem ao mesmo conceito de orçamento que está sempre atualizado.

Como escolher o Sistema ERP certo para o seu negócio

Se você quer implementar o orçamento contínuo na sua empresa, você vai precisar de um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) que possa te ajudar nessa tarefa. 

Um sistema ERP é um software que integra todos os processos operacionais e financeiros da empresa em uma única plataforma. Com ele, você pode:

  • Automatizar as rotinas administrativas e contábeis;
  • Controlar o fluxo de caixa e o planejamento financeiro;
  • Gerenciar o estoque e as compras;
  • Emitir notas fiscais e boletos;
  • Acompanhar as vendas e os clientes;
  • Gerar relatórios gerenciais e indicadores de desempenho.

Para te auxiliar nessa organização, conte com o gerenciador financeiro da Omie

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Saiba o que é e entenda como funciona o Prazo Médio de Recebimento (PMR) e como calcular o da sua
como oferecer boleto parcelado
Entender como oferecer boleto parcelado traz conveniência tanto para os clientes quanto para os comerciantes, que expandem suas vendas e
boleto com baixa operacional
Entenda o que é e como funciona um boleto com baixa operacional e sua importância para a gestão financeira das