Qual é a história do franchising?

Descubra qual o significado e a história do franchising. Tire todas as suas dúvidas e aplique as melhores estratégias hoje mesmo!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O franchising é um modelo de negócios conhecido ao redor do mundo, com milhares de empresas físicas e online em funcionamento. Somente no Brasil, são 156 mil unidades de franquias em funcionamento, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Além disso, o franchising é um modelo de negócios lucrativo e tem atraído cada vez mais empresários que procuram empreender ao utilizar uma marca que já conquistou um nome no mercado, ao invés de começar do zero.

Em 2021, segundo a ABF, as franquias faturaram cerca de R$ 185 bilhões, o que demonstra a capacidade de sustentação e lucro desse tipo de empreendimento. Com elementos como a extensão do território nacional e comportamentos específicos de um determinado público-alvo, o fasching tem se mostrado um modo rentável de empreender no Brasil.

Saiba tudo sobre o que é franchising e como ele surgiu. Neste conteúdo, explicamos todos os detalhes, além de indicar estratégias, benefícios e boas práticas. Acompanhe a leitura!

62a1f7437a5e6b5e2f216d35 CTA Banner Empreendedor 2 opt2 v2 80 1

Franchising: o que é?

A origem da palavra franchising vem da década de 50, dos Estados Unidos. O termo é utilizado para designar a concessão do uso de uma marca pelo franqueador ao franqueado. Assim, quando alguém investe em um negócio franqueado, está comprando o uso de uma marca, tornando-se um franqueado de determinado segmento de mercado.

A utilização de uma marca é feita por meio de uma taxa inicial, também chamada de capital inicial, que varia de acordo com o tamanho do negócio. As franquias vão desde empresas pequenas até gigantes do fast food, por exemplo.

A concessão de uma marca não significa que um franqueado deverá tocar o negócio sozinho. Pelo contrário. O franqueador deve prestar diversos tipos de suporte ao franqueado, responsável por seguir um padrão adotado pela marca.

Entre os suportes prestados pelo franqueador, estão:

  • transferência de conhecimento e método de atuação;
  • suporte com publicidade e marketing;
  • treinamento e materiais de capacitação;
  • fiscalização da atuação de franqueados.

É importante entender, também, a diferença entre franchising e franquia. Franquia é uma unidade de uma franqueadora. Por exemplo, no seu bairro, aquela lanchonete de uma grande marca é uma franquia, enquanto o franchising é o modelo de negócio que rege o funcionamento das franquias.

Entenda a história do franchising no mundo

Depois de conhecer um pouco sobre o que é o franchising, é o momento de voltar na história e saber mais sobre as origens desse modelo de negócios.

Os Estados Unidos são considerados o berço do franchising no mundo. Mas, o surgimento está ligado há muito tempo, na Idade Média. Alguns pesquisadores apontam que a Igreja Católica foi a primeira a utilizar um sistema similar ao franchising.

Na Europa, já em meados do século XII, existiam práticas comerciais que remetem ao modelo atual. Franchising, na Idade Média, durante o sistema feudal, significava dividir as tarefas entre a igreja e a nobreza para designar a transferência de um direito ou a atribuição de privilégios.

Nesse contexto, a nobreza tinha a autorização de cobrar impostos dos camponeses. Parte era repassada ao clero, e os senhores ricos poderiam ficar com um percentual do valor cobrado. Isso deu origem ao termo franchising.

Em que país surgiu o franchising?

O franchising, como conhecemos hoje, nasceu nos Estados Unidos, sendo a primeira franquia criada no ano de 1850. A marca era de máquinas de costura Singer. Ela passou a licenciar outros comerciantes para vender os produtos em outras regiões, gerando uma expansão.

Ao longo da história, outras grandes marcas de vários segmentos de mercado seguiram pelo mesmo caminho, ampliando as possibilidades de atuação e as estratégias que mantém a ideia original de colaboração entre um empreendedor novo e um empreendedor consolidado.

Quem criou as franquias?

O modelo de franquias não tem um criador, tendo em vista que remonta há muito tempo. Mas, se formos considerar a criação como a conhecemos hoje, podemos considerar que foi o fabricante de marcas de costura Singer Sewing Machine Company.

A história do franchising no Brasil

No Brasil, as primeiras franquias são de 1960, dez anos após a expansão nos EUA. Elas foram escolas de idiomas, o CCAA e a Yazigi. Nos anos 70, os franchisings começaram a expandir no país, alcançando outros mercados, como o de perfumaria, beleza e moda.

Hoje em dia, existem diversas marcas brasileiras que já adotaram esse modelo. O franchising no Brasil abarca cerca de 2.800 marcas, que expandiram os seus negócios, segundo balanço feito pela ABF.

A ABF é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1987 e é responsável por representar, oficialmente, o sistema de franquias brasileiro.

A legislação também auxilia o modelo de negócios e determina os deveres e as obrigações de todos os envolvidos no processo de compra e venda de uma franquia. A Lei nº 13.966 dispõe sobre o sistema de franquia empresarial.

Como está o franchising no Brasil atualmente?

No Brasil, o modelo de franquias cresce cada vez mais. Somente no primeiro trimestre de 2022, o setor de franquias apresentou um crescimento de 8,8% em relação ao ano passado.

O número coloca as franquias no mesmo patamar em que estavam no período antes da pandemia, mostrando que possuem forte poder de recuperação, mesmo após crises.

Ainda durante esse período, os setores com maior crescimento foram moda (13,5%), saúde, beleza e bem-estar (13,4%), casa e construção (9,3%), foodservice (9,1%) e alimentação — comércio e distribuição (7%).

Conheça as franquias de tecnologia Omie

O setor de tecnologia é um dos que mais crescem na atualidade e, quando nos referimos a franquia, também existem possibilidades de aberturas nesse segmento. A Omie é uma empresa ERP que trabalha com dois modelos: microfranquia e franquia.

São duas opções para escolher qual cabe no seu bolso. Com a microfranquia, o capital inicial é menor, enquanto, na franquia tradicional, esse número é maior. Porém, os dois modelos são bastante rentáveis para o franqueado.

Tudo depende do quanto se quer investir inicialmente e se a operação é menor ou maior. Em uma microfranquia, você pode atuar individualmente. Já no modelo tradicional, é necessário contar com outros colaboradores.

E para o seu negócio funcionar ainda melhor, a Omie oferece suporte aos franqueados, que, dentre inúmeros benefícios, oferece:

  • RH especializado;
  • consultoria;
  • marketing especializado;
  • suporte aos clientes;
  • times inbound e outbound.

Franchising: o modelo de negócio que cresce ano após ano

Neste conteúdo, você aprendeu que o modelo de franchising possui uma longa história e tem se reinventado de tempos em tempos. A partir das informações sobre o que é o franchising, como surgiu e as principais características, é possível analisar o contexto do seu empreendimento e começar a investir hoje mesmo.

Existem diversos segmentos e tamanhos de franquia para investir, basta saber qual melhor se encaixa na sua realidade de empreendedor. Planeje com cuidado seus objetivos, traçando metas reais e estratégias. Conte com as possibilidades de colaboração com um franqueador, considerando investir em mercados inovadores, como os de tecnologia.

Conheça mais detalhes sobre as franquias Omie. Acesse e solicite atendimento. Além disso, mantenha-se informado sobre esse e outros temas do mundo dos negócios no Blog Omie.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Notebook aberto em boleto bancário
Descubra como funciona o boleto bancário e como essa forma de pagamento traz vantagens para sua empresa
Gestão contábil
Descubra a importância da gestão contábil e benefícios para sua empresa. Saiba como implementar e aproveitar ao máximo!
risco sacado