Receita operacional: o que é e como calcular?

Neste artigo, você descobrirá o que é receita operacional, sua importância e como calculá-la.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

O cálculo da receita operacional é algo extremamente importante para empresas de todos os setores, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. Ele serve como um indicador se a companhia tem bons resultados financeiros ou se está em crise.

Se o resultado da receita operacional não for positivo isso é um sinal de que os negócios não vão bem e que é preciso identificar formas de crescer e obter lucro. Sendo assim, é preciso compreender como calculá-lo e manter esse dado sempre atualizado. Confira o artigo para aprender mais sobre isso.

O que é receita operacional?

A receita operacional pode ser definida como a soma de todos os recursos de uma empresa que são frutos das vendas ou serviços prestados por ela. Através deste cálculo, você obtém a receita operacional bruta, ROB, valor total com a dedução de impostos

Calcula-se também a receita operacional líquida, ROL, a receita obtida após o pagamento de todos os impostos que a empresa deve pagar sobre as vendas ou prestação de serviços

Ou seja, a receita operacional é um forte indicador do quanto de lucro uma empresa gera através da venda de produtos. 

Qual a importância da receita operacional?

A receita operacional é um dado de alta relevância por indicar qual foi o lucro que a empresa obteve e também para analisar o controle financeiro desta. Afinal, a partir dele, é possível avaliar com precisão o quanto foi recebido pelas vendas e prestação de serviços e analisar se há um retorno sobre o investimento feito para o crescimento do negócio. 

A receita operacional líquida tem que ser suficiente não somente para cobrir gastos como compra de matéria-prima, produção de produtos, pagamento dos funcionários, mas também para a obtenção de lucro. 

Se ela é abaixo do esperado, isso pode ser um indicativo de que é hora de repensar os processos na empresa e criar soluções para atingir os resultados esperados. A receita operacional pode diminuir por diversos fatores, sejam eles externos, como crises econômicas e escassez de matéria-prima, ou internos, como falta de planejamento e desorganização. 

Quando a empresa mantém um controle contínuo dos números da receita operacional bruta e líquida, as chances de perceber uma possível crise antes que ela se torne incontornável, são maiores. Através dela também avalia-se a boa gestão de uma empresa e a eficiência das estratégias traçadas para o sucesso das vendas. Além disso, a receita operacional é a primeira informação apresentada no Demonstrativo de Resultados do Exercício, DRE.

Receita operacional e receita não-operacional

É importante entender também a diferença entre receita operacional e receita não-operacional. Esta última diz respeito aos valores que uma empresa recebe, mas que não são provenientes dos serviços prestados ou produtos comercializados. Por exemplo, rendimento de poupança e dividendos de aplicações financeiras. 

Ela também influencia nos lucros da empresa e nos seus resultados e deve ser levada em consideração ao analisar a situação de uma companhia em um todo. A receita não-operacional é parte do lucro dos negócios, é preciso entender qual porcentagem ela representa. 

Como calcular cada tipo de receita operacional

A receita operacional inclui dois cálculos diferentes: o da receita operacional bruta e da líquida. Ambos são necessários para obter uma perspectiva completa do desempenho das vendas e do impacto que os impostos geram no lucro final. Para calculá-los com precisão é fundamental ter controle do inventário, dos gastos com a produção dos produtos e também com o pagamento de impostos.

Receita operacional bruta

Como a receita operacional bruta é o valor total das vendas ou dos serviços comercializados sem deduzir os impostos, o cálculo é feito através da somatória de todas as mercadorias vendidas, menos os custos operacionais.

Suponha que uma empresa vendeu 4 mil produtos, cada um deles no valor de R$25,00. A renda obtida é de R$100.000. Desse valor, é preciso subtrair o custo da mercadoria e das despesas operacionais. Se as despesas e o custo dão um total de R$35.000, é preciso subtrair esse valor de R$100.000. Ou seja, o ROB é de R$75.000.

Receita operacional líquida

No caso da receita operacional líquida, ela representa o valor obtido através da prestação de serviços e vendas de produtos já subtraindo os impostos que devem ser pagos. Ou seja, representa o lucro que a empresa obteve e ainda indica a eficiência da gestão de vendas

É preciso subtrair os impostos do valor da receita operacional bruta. Se os impostos somam, por exemplo, R$25.000 e a ROB é de R$75.000, a receita operacional líquida é de R$50.000. 

Receita operacional como um indicador de performance

Agora que você pôde compreender melhor o que é a receita operacional e como ela é calculada, fica claro sua relevância para analisar a performance de uma empresa. Ela certamente é um dado a ser levado em consideração para conquistar novos investidores para um negócio ou como um alerta de que é preciso mudar os planos. 

Gestores que possuem bons resultados de receita operacional podem usar este número como uma forma de demonstrar o seu bom trabalho. Assim como resultados negativos também influenciam na troca de gestores. 

Além dos cálculos, é preciso entender o que está por trás dos números e quais são os fatores que influenciam a queda ou o crescimento das vendas. Desenvolver uma visão ampla do contexto em que sua empresa está inserida pode ajudar muito para melhorar a receita operacional e obter mais lucro. 

O sistema de gestão da Omie pode te ajudar a ter um controle maior sobre todos os processos da sua empresa. Você evitará perder dados importantes e poderá acompanhar as vendas e a movimentação do estoque em uma só plataforma. Conheça!

banner cta empreendedor

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Veja como fazer análise de risco, superar desafios de gestão e transformar ameaças em oportunidades de melhorias e lucros de
Aprenda como fazer a implementação de ERP na sua empresa de maneira simples. Confira um passo a passo explicativo do
persona
Saiba o que é persona, como criar a sua e entenda porque esse conceito é tão importante para direcionar suas