Risco de imagem: o que é e como é possível evitá-los

Saiba como proteger a imagem da sua empresa, evitando problemas e preservando a boa reputação através de estratégias inteligentes.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você já ouviu falar no risco de imagem? Muitas pessoas acreditam que ele está ligado apenas à imagem da empresa, mas seu conceito é ainda mais abrangente: engloba todos os setores de produção, não só como é visto no mercado.

Para te ajudar a entender melhor sobre o assunto, qual é a importância de conhecer e prever os riscos de imagem da sua empresa, preparamos este artigo com algumas informações essenciais que você precisa saber.

Banner CTA

O que é risco de imagem?

Conhecido também como risco reputacional, os riscos de imagem são os problemas e danos ligados à imagem ou marca de uma organização. 

São eventos, ações ou situações que possam prejudicar a percepção pública de uma empresa, marca ou organização, afetando negativamente sua reputação, credibilidade e relação com clientes e fornecedores, investidores e o público em geral.

4 tipos de riscos de imagem que podem afetar empresas

Existem quatro tipos de riscos que você precisa conhecer e se atentar, principalmente porque eles podem ser controlados internamente. Veja só:

Risco Ético

Geralmente é caracterizado por ações voltadas à fraude ou corrupção, com envolvimento de pessoas ou empresas que não seguem as diretrizes propostas pela cultura e ética da organização. Também é conhecido como risco legal.

Risco Financeiro

Está relacionado aos riscos que uma empresa pode sofrer quando o assunto é dinheiro, como: inadimplência, falta de pagamento dos colaboradores, entre outros.

Risco de Produto ou Serviço

Esse risco de imagem da empresa está relacionado à qualidade do produto ofertado e à responsabilidade que a empresa possui de indenizar o cliente caso ele apresente defeito ou algum dano.

Risco de Segurança

O risco de segurança está ligado à segurança de uma empresa, seja ela física ou digital. É qualquer ação que coloque o colaborador, clientes, parceiros ou investidores em perigo, afetando sua integridade e o bem-estar. 

Quando falamos no âmbito digital, a LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, chegou para aumentar a segurança dos dados e informações, evitando esse risco de imagem.

Principais consequências dos riscos de imagem para empresas

Os riscos de imagem causam diversos problemas às empresas, nas mais diversas áreas. No final das contas, as consequências se tornam uma verdadeira bola de neve. Confira:

  • Perda de confiança: Os clientes podem perder confiança na empresa, afetando suas vendas e relacionamento com o público e gerando problemas na reputação.
  • Impacto nas receitas: A queda na confiança do consumidor pode resultar em perda de receitas e oportunidades de negócio, principalmente devido à diminuição da credibilidade no mercado. 
  • Desvalorização da marca: Quando o mercado tem menos confiança na marca, ela perde valor no mercado, afetando seu posicionamento em relação aos concorrentes.
  • Dificuldade de recuperação: Reconstruir uma imagem danificada pode ser difícil e demorado, exigindo esforços significativos de relações públicas e marketing – e muito investimento de tempo e dinheiro.

Fatores que contribuem com o risco de imagem

Existem muitos fatores que contribuem de alguma forma com o risco de imagem. Afinal, inúmeras questões podem afetar negativamente a imagem de uma organização. Veja alguns deles:

  • Corrupção: Possui um conceito bem amplo, mas é caracterizada por uma pessoa ou grupo de pessoas que buscam obter vantagens de forma ilegal.
  • Fraudes: Está mais relacionada à omissão e alteração de dados em benefício próprio. Também é comum estar ligada aos furtos, desperdícios voluntários, entre outros. É um dos principais fatores que podem ameaçar uma empresa.
  • Associação: Acontece quando a imagem da sua empresa é vinculada a outra que teve a imagem afetada. Ou seja, a empresa tem sua imagem prejudicada por estar associada a outra que passou por algum escândalo.

Problemas que o risco de imagem pode causar para empresas

Apresentado o conceito e quais riscos podem afetar a imagem de uma empresa, vamos aos problemas que eles podem causar. Assim como existem diversos fatores que levam ao risco, suas consequências também são reais e muito prejudiciais.

Os problemas não afetam apenas a reputação da empresa, mas também sua credibilidade e relação com os seus públicos. Da mesma forma, passa a ter dificuldades para fazer novos negócios e leva a marca a um desgaste imensurável.

Todas essas consequências refletem em um ponto principal: a área financeira. Ou seja, além de sofrer publicamente, a empresa ainda sofre internamente, perdendo a sua lucratividade e vendo a receita diminuir.

O que fazer para evitar os riscos de imagem na empresa

Dificilmente será possível evitar os risos de imagem de uma empresa. Afinal, ainda que muitos fatores estejam sob controle interno, as pessoas são imprevisíveis e nem sempre é possível conhecê-las por completo.

Entretanto, existem maneiras de reduzir o risco de imagem. Uma das maneiras mais efetivas é o compliance.

Essa área reúne um conjunto de técnicas que tem como principal objetivo fazer com que os colaboradores sigam corretamente todas as normas e regulamentos da empresa. São essas técnicas que ajudam a prevenir os riscos antes mesmo deles surgirem.

Outra ação que pode ser utilizada em conjunto com o compliance é a gestão de risco. Para isso, existem ferramentas que auxiliam a identificar fatores que podem prejudicar a empresa de alguma forma.

Quanto mais você se antecipar para prevenir os riscos de imagem, melhores serão suas chances de evitá-los e, assim, proteger a empresa e todos os que estão envolvidos com ela.

Como gerenciar o risco de imagem?

Se essas ações não funcionarem, saiba que será necessário realizar um bom gerenciamento de crise. 

Nesse momento, é importante criar um comitê de crise, que deve ser multidisciplinar. É importante ter algum profissional de marketing ou relações públicas, alguém da área de contabilidade e uma pessoa advogada.

Esse time será o responsável por cuidar das ações estratégias para reduzir os danos, sempre considerando o cenário e as recomendações do compliance, caso exista.

Risco de imagem é possível ser evitado

Como você viu até aqui, o risco de imagem é um grande problema, não só para a reputação de uma empresa, mas também para a sua sobrevivência. E são inúmeros fatores que podem desencadeá-lo, desde ações internas e externas.

Mas esse risco pode ser prevenido e gerenciado, com a ajuda de processos e sistemas inteligentes, evitando que a empresa sofra um grande impacto caso ocorra algum problema.

Saiba que empreender é desafiador, mas não deve ser exaustivo. Por isso, é importante que você saiba usar as ferramentas certas a seu favor. Veja como é fácil simplificar a rotina de gestão da empresa com o apoio da tecnologia.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Quanto custa abrir uma empresa
Desvende os custos de abrir uma empresa em 2024. Conheça taxas indispensáveis e inicie seu negócio com segurança!
boas práticas na estruturação de operações de customer success
Neste artigo, falaremos sobre como implementar customer success em uma empresa.
Alvará de funcionamento
Alvará de funcionamento é um documento indispensável para empresas que querem garantir a regularidade das atividades. Saiba mais neste artigo!