10 Ferramentas de Lean Manufacturing para usar na sua empresa

Conheça as 10 ferramentas Lean Manufacturing que você precisa considerar para serem utilizadas na sua empresa.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você sabe o que são ferramentas de Lean Manufacturing e como elas ajudam a otimizar e melhorar os processos da sua empresa? Com um mercado cada vez mais competitivo e acelerado, é essencial utilizar metodologias que acompanhem essas mudanças e transformações.

É aí que entra o Lean, com diversos métodos e técnicas que ajudam as empresas a melhorarem seus processos, considerando os aspectos de gestão e produção. Ainda, buscando produzir mais, enquanto utiliza menos recursos. 

Quer entender mais sobre o que é Lean Manufacturing e como ele melhora a rotina do seu negócio? Continue a leitura!

Para que serve o Lean Manufacturing? 

Conhecido também como “Toyota Production System”, o Lean Manufacturing ou, em português, manufatura enxuta, é um método de gestão desenvolvido durante a época de reconstrução do Japão, após a Segunda Guerra Mundial. 

O responsável pela sua criação foi Taiichi Ohno, executivo da empresa Toyota na época. O objetivo era fazer com que a companhia entregasse o máximo de qualidade em suas produções, mas em menor tempo e com menos recursos. Para isso, era necessário eliminar os desperdícios e padronizar os processos. 

Desse modo, já dá para ter uma ideia de para que serve o Lean Manufacturing. Com o passar do tempo e o avanço da tecnologia, essa metodologia ganhou novos mercados e atuações, deixando de focar apenas na produção e considerando todos os aspectos de uma empresa. 

Assim, é possível identificar e eliminar os desperdícios em diferentes áreas e processos do negócio, tornando-o mais significativo, melhorado e estratégico. 

Qual é a estrutura da manufatura enxuta? 

Para que o Lean Manufacturing funcione, é preciso conhecer sua estrutura, ou seja, os princípios que guiam sua construção. Isso porque, são eles que buscam maximizar os resultados da empresa, enquanto reduzem os desperdícios e garantem que você entregue tudo o que precisa com a qualidade e prazo necessários. 

Por isso, a manufatura enxuta considera os seguintes tópicos para garantir esses resultados:

  • Valor: tudo aquilo que atende às necessidades do cliente, com base no que é mais importante para ele;
  • Cadeia de produção ou fluxo de valor: são todas as etapas que levam o produto até o cliente;
  • Fluxo contínuo: quando a produção é feita por partes, seguindo um fluxo contínuo para evitar o desperdício;
  • Demanda ou produção Just In Time: neste ponto, entende-se que a empresa deve produzir pela demanda e não empurrar aos clientes seus produtos. Assim, garante que o produto tenha o máximo de valor agregado;
  • Perfeição ou melhoria contínua: nesse caso, ela só é alcançada quando todos os outros aspectos estão sendo cumpridos. Isso com base na análise e identificação dos problemas e eliminação de desperdícios. 

Esses princípios servem para resolver os maiores problemas que as empresas enfrentam, como transporte e logística, excesso de produção, gastos extras, tempo de espera, gestão de estoque e pessoal, entre outros. 

Ao aplicar essa estrutura, você garante que todos os seus processos se alinhem e que a rotina se torne mais otimizada e estratégica. Ainda, evita erros que podem prejudicar suas operações e entregas.

10 ferramentas de Lean Manufacturing para usar na sua empresa 

Apesar de ser uma metodologia que pode ser utilizada sozinha, o Lean Manufacturing, quando acompanhado de outras ferramentas, torna os resultados ainda melhores.  

Você não precisa utilizar todas elas e sim conhecer as principais para entender quais podem contribuir para seu alcance na melhoria dos processos e uma gestão mais estratégica.

Agora, confira a lista que separamos com as 10 ferramentas de Lean Manufacturing para a sua empresa!

1. Mapeamento de Fluxo de Valor

Conhecido pela sigla VSM, o mapeamento de fluxo de valor é um tipo de fluxograma que serve para analisar, ilustrar e melhorar as etapas necessárias para que você entregue seu produto ou serviço. 

Ele é essencial na metodologia enxuta, principalmente porque reúne todas as informações desde a origem até o momento de entrega. Além disso, permite que você entenda quais são os processos que mais geram valor e as que precisam ser revisadas. 

2. Métricas Lean

São as métricas mais utilizadas no Lean Manufacturing e servem para acompanhar as etapas da metodologia e garantir que elas estão saindo conforme o planejado. Entre as principais métricas utilizadas pelas grandes empresas estão:

  • Lead Time: ligada ao tempo em que você recebe a demanda até a sua entrega;
  • Cycle Time: aqui, você deve considerar o tempo gasto na produção até a entrega final do produto;
  • Throughput: essa é uma métrica que você utiliza para acompanhar como anda a frequência de entrega dos colaboradores. O objetivo, nesse caso, é entender quais os índices de produtividade de cada um deles. 

3. Kaizen

O foco dessa metodologia é a qualidade do trabalho, ou seja, é uma ferramenta que ajuda a mostrar aos colaboradores que todos devem se esforçar para atingir as metas da empresa, como a redução de custos. 

Segundo o princípio da metodologia, você não precisa de muitos investimentos para melhorar a qualidade do trabalho, apenas engajar e motivar seus funcionários. 

4. Kanban

Muito associado à fabricação, o Kanban ganhou espaço dentro dos escritórios. Isso porque, a metodologia permite que você tenha maior gerenciamento de tempo e produtividade, organizando as tarefas por meio de cartões que estão ligados às etapas: fazer, fazendo e entregue. 

O foco da ferramenta é a otimização de tempo e processos, tornando-os mais ágeis e produtivos. 

5. Padronização

A padronização é um sistema que pode ser muito vantajoso para sua empresa. Basicamente, consiste em uniformizar a produção e atividades do seu negócio, visando a redução de lucros e diminuição de erros no processo. 

Para isso, considera as maneiras mais seguras, simples e confiáveis para garantir qualidade e excelência em suas entregas e processos, sempre alinhado com a gestão de custo da empresa.

6. 5S

Talvez uma das ferramentas Lean Manufacturing mais conhecidas pelas empresas. O 5S é de origem japonesa e busca garantir melhorias contínuas no negócio com base em cinco aspectos: 

  • Seiri: reduzir o mau uso dos recursos e a falta de espaço no ambiente;
  • Seiton: garantir a organização do ambiente de trabalho para que as atividades sejam mais efetivas e qualitativas;
  • Seiso: certificar-se de que o ambiente de trabalho estará sempre limpo e organizado;
  • Seiketsu: estabelecer normas para manter o espaço arrumado, saudável e limpo;
  • Shitsuke: garantir que todos os colaboradores estejam alinhados, participando ativamente das atividades da empresa. 

Com base nesses cinco aspectos, o 5S se torna uma ferramenta perfeita para a gestão da qualidade. Isso porque ajuda a acabar com os desperdícios, monitorando e avaliando o que precisa ser feito, como e quando, para que isso aconteça.

7. Redução de setup

Conhecida também como SMED, a redução de setup é uma ferramenta utilizada pelas empresas para diminuir o tempo gasto na preparação de equipamentos e máquinas usadas nas produções. O objetivo é garantir que o processamento não interfira na produção e muito menos a atrase. 

8. Manutenção Total Produtiva (TPM)

O TPM ou Manutenção Produtiva Total é um conjunto de técnicas que buscam garantir que todos os maquinários estão em pleno funcionamento para os processos de produção. Assim, você não tem surpresas desagradáveis e nem sofre com a paralisação por conta de atrasos e problemas nas máquinas. 

9. Gestão visual

Talvez você não conheça essa ferramenta de Lean Manufacturing por esse nome, mas podemos garantir que ela é muito utilizada. A gestão visual consiste em utilizar quadros bem visuais e intuitivos para aumentar a compreensão e dinamismo dos times.

Dessa forma, pode ser utilizada para orientar e determinar quais etapas cada um deve cumprir para entregar os resultados finais. 

10. Poka-Yoke

O Poka-Yoke é outra das ferramentas baseadas na metodologia Lean. Seu objetivo é prevenir o aparecimento de erros nos processos da empresa, servindo como uma ferramenta para gestão de riscos, por exemplo.

Nesse sentido, faz uma análise detalhada do que pode ou não acontecer nos processos, eliminando as possíveis causas geradoras de cada problema. Dessa forma, você consegue ter uma visão antecipada dos erros e problemas que podem surgir, propondo ações corretivas.

Utilize a tecnologia ao seu favor!

As ferramentas de Lean Manufacturing, sem dúvidas, serão grandes aliadas do seu negócio. Como vimos, elas permitem que a sua produção e processos sejam mais otimizados e qualitativos. 

Mas, para garantir que tudo isso aconteça de forma correta, é essencial conhecer e contar com as funcionalidades de um sistema ERP. O sistema garante que você utilize todas as ferramentas de forma adequada, além possibilitar que melhore e torne a sua gestão mais estratégica. 

Por fim, tanto as ferramentas de Lean Manufacturing quanto o sistema ERP utilizam o que há de mais moderno na tecnologia e transformação digital, para que você conquiste os melhores resultados! Não deixe de utilizá-los em favor da sua empresa. Comece hoje mesmo! 

banner cta empreendedor

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
duas pessoas conversando sobre como abrir uma empresa
Se você quer ter o próprio negócio, precisa entender o passo a passo para abrir uma empresa de forma simples
vantagens do ERP: pessoa no computador utilizando o software ERP.
Otimize processos e aumente sua produtividade com um sistema de gestão ERP!
Conheça as vantagens e a importância de contar com um software de gestão na sua empresa.