Big Data: o que é e como pode ajudar empresas?

Conheça o conceito de Big Data e saiba como usar grandes volumes de dados a favor do seu negócio!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Conforme a internet foi se tornando acessível para toda a população, o mundo tem gerado cada vez mais dados todos os anos. Atualmente, é produzida tanta informação no planeta que já existe o conceito de big data.

Se você trabalha com tecnologia, já deve ter ouvido alguma vez a frase “dados são o novo petróleo”, do matemático Clive Humby. Essa citação é popular porque os dados se tornaram peças fundamentais para que um negócio alcance o sucesso.

Neste artigo, você irá descobrir o que significa big data analytics e conhecerá as vantagens que ele traz para os negócios. Continue a leitura e aprenda a lidar de maneira mais eficiente com os dados da sua empresa!

O que é Big Data?

O termo big data se refere ao armazenamento e ao manejo de um grande volume de dados. Esse conceito surgiu, entre outros fatores, como um resultado da popularização da internet, que fez com que ainda mais informações fossem geradas diariamente no mundo.

O grande desafio que o big data traz para as empresas não é apenas quantitativo – esses dados são diversos e se transformam muito rapidamente. Por isso, analisá-los de forma convencional é uma tarefa difícil.

No entanto, já existem tecnologias e ferramentas poderosas que permitem extrair, processar, armazenar e gerar insights a partir dessas informações de forma mais prática e efetiva.

Onde aplicar o Big Data?

O big data pode ser aplicado em diferentes tipos de negócios e segmentos do mercado. Confira, a seguir, como ele se relaciona com algumas áreas.

  • Comportamento do usuário: é possível coletar e analisar dados relacionados ao perfil demográfico e ao histórico de compras dos usuários, para aprimorar serviços e produtos ou otimizar o orçamento de campanhas;
  • Saúde: o big data pode ser aplicado na área da saúde para processar um grande volume de dados médicos, o que permite identificar padrões de uma nova doença ou comprovar a eficácia de um tratamento;
  • Logística: permite lidar de forma mais eficiente com as inúmeras informações ligadas aos processos de logística empresarial, como as rotas, a localização dos pacotes em cada parte do processo de entrega, os endereços dos destinatários etc.;
  • Financeiro: possibilita reunir com mais praticidade as informações financeiras da empresa, como transações, custos operacionais, gastos com logística, entre outros. Com isso, o time pode focar na geração de insights e em fazer um planejamento financeiro assertivo;
  • Marketing: a equipe pode aproveitar os dados gerados sobre o comportamento do usuário e a situação financeira da empresa para criar estratégias de marketing mais personalizadas, criativas, bem direcionadas e eficientes.

4 vantagens do Big Data

Como vimos anteriormente, o big data analytics é aplicável em diferentes cenários, promovendo o melhor uso de dados em cada setor. Além disso, ele traz outras vantagens valiosas para o negócio.

Mapear os resultados

Com essa ferramenta, você pode de reunir e manejar diferentes informações relevantes para avaliar o desempenho da sua empresa, como:

  • Número de vendas;
  • Receita mensal;
  • Resultados de campanhas;
  • Leads adquiridos;
  • Retorno sobre investimento etc.

Com esses dados em mãos, é possível observar tendências, entender a performance de produtos específicos, identificar possíveis melhorias para os anúncios e planejar as ações do período seguinte com muito mais clareza do que funciona efetivamente.

Entender melhor seus clientes

Geralmente, as informações referentes aos clientes são captadas por diversas ferramentas, que coletam dados diversos e os processam de maneira diferente. Com o uso do big data, você consegue lidar melhor com esse alto volume de dados. 

Assim, a empresa se torna mais capacitada para entender o perfil dos consumidores, estudar padrões de comportamento e prever tendências.

Otimizar as campanhas

Todas as informações sobre os compradores podem ser utilizadas para otimizar campanhas e obter resultados ainda melhores. Isso porque, com dados certeiros, você é capaz de direcionar anúncios para o público certo, fazer ajustes no orçamento e a compreender o desempenho das ações de marketing.

Ajudar na tomada de decisão

Com dados precisos e confiáveis em mãos, os gestores podem tomar decisões estratégicas para o negócio de forma segura. Dessa forma, erros são evitados e a saúde financeira não fica comprometida.

Como funciona o Big Data

O big data processa e analisa dados estruturados e não estruturados em grande quantidade. Para que isso aconteça, é preciso coletar informações de diversas fontes e armazená-las em um banco de dados -, o que é feito de forma automática.

Em seguida, os dados necessitam passar por uma validação que elimine aqueles incorretos, corrompidos ou inconclusivos para que a análise seja executada. Por fim, deve-se apresentar as informações de forma visual, o que facilita a compreensão.

Interpretação de dados

Para interpretar dados corretamente, é preciso considerar seus tipos e o modo como estão organizados: 

  • Dados estruturados: são dados que possuem estrutura rígida e pouco flexível. Por seguirem uma padronização, são mais fáceis de serem armazenados e processados pelos bancos de dados. Alguns exemplos de dados estruturados são: nomes, datas, horários, endereços, números de documentos, entre outros;
  • Dados não estruturados: são aqueles que não possuem um formato padronizado, como áudios, imagens, vídeos e textos digitados livremente. Por não terem uma estrutura pré-definida, o processamento dessas informações é mais complexo.

Big Data e Business Intelligence

Business Intelligence (BI) é um termo em inglês que significa inteligência comercial. Essa é a área responsável por transformar dados em insights úteis para o negócio. Por isso, ela está fortemente relacionada ao big data.

Basicamente, as duas expertises estão relacionadas devido ao fato de que o big data extrai dados de diversas fontes e os armazena de forma centralizada, para, posteriormente, serem utilizados por BI para gerar novas ideias para o negócio. No blog Omie, você pode compreender ainda mais o que é e como funciona o business intelligence.

Gerencie os dados com expertise

Para potencializar ainda mais o big data, é interessante contar com ferramentas que potencializam o armazenamento e a análise de dados, como um sistema ERP. Essa solução possibilita automatizar inúmeros processos e gerar relatórios de forma rápida e prática.

Agora que você já sabe o que é big data, é hora de começar a transformar a relação da sua empresa com os dados! Conheça o sistema de ERP Omie e alavanque o futuro do seu negócio!

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Pessoa fazendo governança de dados.
Tenha uma gestão transparente e mais estratégica com a implementação da governança de dados.
automação de processos
A automação de processos impulsionada pelo ERP melhora a eficiência da sua empresa. Saiba como!
sistema de fluxo de caixa
Descubra porque o sistema de fluxo de caixa pode ser essencial para sua empresa e como escolher o ideal.