5 dicas de como montar uma loja virtual e a importância de um CRM

Quer saber como montar uma loja virtual? Acesse o artigo completo no blog da Omie e entenda quais são os passos!

20/Abr/2021
Empreendedorismo

Se você quer saber como montar uma loja virtual, o momento é ideal para isso, afinal, a grande maioria da população está em casa, em regime home office e por isso, as compras online aumentaram consideravelmente e cerca de 70% dos consumidores passaram a utilizar esse sistema.


Por isso, essa é a melhor opção para quem deseja iniciar o seu próprio negócio ou até mesmo fazer com que sua loja física cresça para outros estados e regiões. E o melhor é que essa é uma opção barata comparada a uma loja física, principalmente porque custa cerca de R$1 mil. 


E pensando em auxiliar os empreendedores iniciantes, apresentamos algumas dicas de como montar uma loja virtual e a importância de ter um ERP para e-commerce. Acompanhe!

1. Escolha uma plataforma


Esse é o primeiro passo para saber como montar uma loja virtual com qualidade e a segurança que o seu cliente precisa. A plataforma e-commerce nada mais é do que o site que vai dar a possibilidade de você ter a base do seu negócio. 


Dessa forma, os seus consumidores vão conseguir visualizar seus produtos, cadastrar seus dados e realizar o pagamento, passando por todas as etapas do funil de vendas. No mercado, é possível encontrar várias opções diferentes, e cabe ao empreendedor avaliar qual se encaixa melhor às suas necessidades de suporte, custo-benefício, soluções de pagamento, frete e aplicações de descontos. 

2. Faça uma pesquisa de mercado e entenda seu cliente

Outro ponto positivo ao montar uma loja virtual é conseguir conhecer o seu consumidor e ter um contato próximo com ele através de mensagens diretas das redes sociais. 

Além disso, você pode fazer uma pesquisa de benchmarking para entender quais são as ações que os seus concorrentes fazem. Observe os comentários, as dúvidas, os produtos e faça uma análise detalhada de todos os hábitos de compra. Porém, lembre-se de não repetir o seu concorrente, apenas busque referências. 

3. Marketing e divulgação


Esse passo pode parecer algo fácil de fazer, porém é importante ter algo bem estruturado que faça sentido com o seu plano de negócios, principalmente se você quer conquistar novos clientes e fazer a divulgação de lançamentos. Por isso, aposte forte na segmentação do seu público e estratégias de Inbound Marketing. 

4. Segurança

Ao abrir uma loja virtual é super importante se preocupar com a segurança do processo de compra. Isso porque, os compradores vão se sentir mais confortáveis para comprar em sua loja se visualizarem os certificados de segurança, principalmente por precisarem colocar os dados do seu cartão. 


E para manter o seu site seguro, é preciso contar com pelo menos duas opções, que são a SSL (Secure Socket Layer) e o Scan de Aplicação de IP. Sendo o primeiro, até mesmo um requisito de operadoras de pagamento, funcionando como uma proteção de todos os dados preenchidos, impedindo furtos e roubos. Já o scan funciona para encontrar problemas e vulnerabilidades. 

5. Atendimento personalizado e suporte

E por último, é preciso ter um canal de contato ao abrir uma loja online, para que o cliente tenha um local exclusivo para tirar suas dúvidas e receber orientações de compra. Ou seja, um ambiente que ele consiga fazer solicitações em qualquer processo, desde o início, quando ele está olhando os produtos, até a finalização do pedido.


Se achar mais viável e não tiver uma equipe própria, contrate fornecedores que te ajudem com o atendimento, eles podem ficar disponíveis por 24 horas por dia e até mesmo durante o final de semana. 

Por que ter um ERP para e-commerce?

O ERP significa Enterprise Resource Planning ou Planejamento de recursos de uma empresa, porém, também pode ser conhecido como sistema de gestão. Por isso, um ERP para e-commerce pode auxiliar os profissionais a gerir informações fundamentais da empresa. 


Os dados podem estar relacionados à área financeira, recursos humanos e até mesmo à logística. E o melhor é que você não precisaria ter várias planilhas e tabelas, pode manter todos os dados em apenas um lugar.


E com isso, o ERP é uma alternativa para tornar essa gestão muito mais eficiente, possibilitando uma consulta de dados que pode mudar vários pontos da sua empresa, desde estoque, contas a pagar e emissão de notas fiscais. 


E agora que você já sabe como abrir uma loja online e os principais passos para ter um bom site e expandir suas vendas, não deixe de usar um software de qualidade. Afinal, não adianta ter todos os passos e não se atentar a manter a qualidade com os seus consumidores, não é mesmo?


Descubra todas as facilidades e funcionalidades do sistema de gestão Omie, faça o teste grátis e aumente o sucesso das suas vendas pela internet com um atendimento incrível. Confira!


Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas