Franquia de contabilidade: como funciona?

Uma proposta inovadora no mercado de contabilidade, a franquia pode ser uma estratégia interessante e rentável para crescer os negócios.

28/Out/2020
Contabilidade

Quando você caminha por um shopping center, vê muitas lojas de marcas tanto novas quanto já conhecidas. Quando vai visitar um outro shopping center, é bem provável que veja estas mesmas marcas por lá, e andando pelas ruas de comércio da sua cidade, vai encontrá-las novamente.

Se você entrar em qualquer loja de uma mesma marca, seja em diferentes shoppings ou em lojas de rua, possivelmente vai encontrar os mesmos produtos,  e um conjunto de identificação visual, abordagens e atendimentos também muito semelhantes entre elas, tendo a sensação de que se trata de uma empresa só.


Porém,  estas lojas que exploram a mesma marca não necessariamente são a mesma empresa. São empresas distintas, com CNPJs próprios, sócios diferentes, mas que exploram a mesma marca e o mesmo modelo de negócio. 


Todos eles seguem modelos de padronização de operação comuns, compram dos mesmos fornecedores, treinam suas equipes da mesma forma e atuam em conjunto para fortalecer a marca. Estes são os princípios básicos de uma franquia.


As franquias de contabilidade são modelos de negócios nos quais, dependendo de cada franqueador, você poderá fazer parte de uma rede de contabilidade, seguindo procedimentos idênticos e crescendo em grupo.


O que é e como funciona uma franquia de escritório de contabilidade

Embora o ramo de franquias já exista há muitas décadas, modelos de negócios como franquias de tecnologia ou franquias de contabilidade são razoavelmente recentes – 2013 para cá.

As franquias de serviços de contabilidade oferecem diferentes características e propostas de valor, dependendo do franqueador, e você precisa conhecer em detalhes as regras do franqueador para poder identificar quais vantagens a franquia poderá trazer para seus planos, e que desafios você enfrentará.


Uma franquia contábil é um modelo de negócios através do qual uma empresa já existente no segmento de prestação de serviços contábeis, se aproxima de um empreendedor que deseja abrir um escritório de contabilidade, e oferece a ele possibilidades que, dependendo do franqueador, vão cobrir aspectos como:


  1. Uso da mesma marca
  2. Atuação conjunta na captação de clientes
  3. Execução conjunta de serviços
  4. Apoio e consultoria técnica
  5. Transferência de tecnologia
  6. Transferência de know how
  7. Co-marketing


Quais serviços uma franquia de contabilidade pode oferecer aos clientes?

O contrato de franquia prevê quais serviços o franqueado poderá oferecer a seus clientes, mas, em geral, a maioria deles cobre:

  • Serviços de contabilidade;
  • Serviços tributários e de escrituração fiscal,
  • Serviços de folha de pagamento.


Em alguns casos, o contrato ainda pode permitir ao franqueado que também explore serviços diferenciados, como:




Como abrir uma franquia de contabilidade?

Comece conhecendo em detalhes a proposta do franqueador. Todo franqueador é obrigado pela lei a oferecer ao interessado um documento chamado COF – Circular de Oferta de Franquia, e permitir ao franqueado que analise este documento em detalhes. Concentre-se nesta etapa, relacione todas as suas dúvidas, como quanto custa uma franquia de contabilidade, e esclareça-as com o franqueador.


É comum que os franqueadores ofereçam planos de negócios aos franqueados, demonstrando inclusive o tempo de retorno de investimento estimado. O franqueador também deve oferecer à você uma estimativa detalhada dos gastos para implantação da sua franquia e do capital necessário para manter seus operações até atingir o ponto de equilíbrio. Analise também estes aspectos com profundidade.


Na sequência, é importante também analisar aspectos como:


  • Registro do franqueador na Associação Brasileira de Franchising;
  • Força da marca e do know how do franqueador,
  • Depoimento de outros franqueados.


Ao final, se você estiver convencido de que a proposta de franquia faz sentido para o seu plano de negócios, então você estará pronto para prosseguir.


No modelo tradicional de franquia, você constitui seu escritório contábil, com CNPJ próprio e assina o contrato de franquia, para depois se submeter ao treinamento fornecido pelo franqueador.


Já tenho meu escritório contábil, posso me tornar um franqueado?

O modelo de franquias de contabilidade pode ser também útil para escritórios contábeis já existentes. Se você sofre de algum dos sintomas abaixo, pode valer a pena entender um pouco mais sobre como um franqueador de contabilidade pode te ajudar:


  • Dificuldade de captar novos clientes;
  • Baixa produtividade;
  • Elevado custo operacional;
  • Falta de controles internos consistentes;
  • Dificuldade de implementar novas tecnologias;
  • Gap de habilidades na equipe;
  • Perda de clientes por disputa por preço;
  • Falta de tempo para planejar a estratégia do seu negócio,
  • Ausência de novos serviços para oferecer aos clientes.


Esses sintomas indicam que seu escritório contábil está passando por um momento que exige revisão do modelo de negócios e vale a pena ouvir um franqueador sobre como ele pode te ajudar.


No caso de escritórios contábeis pré existentes, é preciso uma atenção especial para a adaptação ao novo modelo. O franqueador trará novas práticas e regras, que a médio prazo trarão benefícios à você, mas que no início podem ser desgastantes e difíceis de serem postas em prática. Discuta isso com o franqueador antes de embarcar nesta transição.


Há também o modelo de rede credenciada, na qual você pode manter a marca do seu escritório contábil em conjunto com a do franqueador. Para dar um exemplo, você já deve ter visto na sua cidade alguma escola, por exemplo “Colégio São Paulo” com Método Anglo ou Método Objetivo. 


Isso indica que, mesmo mantendo a marca própria, aquele colégio utiliza de uma metodologia franqueada por alguma dessas marcas. Existem franquias de contabilidade que permitem esta forma de operação.


Quais os benefícios oferecidos pela franqueadora?

Existem no Brasil alguns diferentes modelos de franquia de contabilidade, e os benefícios oferecidos variam para cada modelo. Veja o quadro abaixo.


De quem são os clientes numa franquia de contabilidade?

Este é um aspecto que merece especial atenção. Nos modelos de franquia tradicional, os clientes são do franqueado que, ao possuir CNPJ próprio para seu escritório contábil, formaliza contrato de prestação de serviços contábeis diretamente com seus clientes e, em paralelo, um contrato de franquia com o franqueador de contabilidade para ter o apoio deste. Neste modelo, o franqueado tradicional paga royalties ao franqueador.


Porém, existem no Brasil modelos de credenciamento de contadores por redes de contabilidade, nos quais o contador credenciado não é o titular do contrato com o cliente final. Neste caso, o contador credenciado atua como uma espécie de representante do franqueador, trazendo clientes para ele. 


Sendo assim, a remuneração se inverte, ou seja, o franqueador paga uma remuneração ao contador credenciado para os clientes que trouxer. A execução dos serviços também se inverte, e neste modelo o franqueador é quem executa os serviços vendidos ao cliente final.


Desvantagens de uma franquia contábil

Se por um lado ser um franqueado de contabilidade pode trazer muitos benefícios, por outro existe uma contrapartida. As franquias costumam ter um modelo rígido e pré definido de operação, o que significa que o franqueado pode ter um pouco menos de liberdade para atuar do seu jeito.

Mas lembre-se que essa é uma relação de troca, onde você abre mão de total liberdade, para ganhar muito em outros benefícios, como atuar em uma marca já consolidada no mercado e, assim, já iniciar os negócios com muito mais credibilidade.



Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas