Payback Simples: como calcular o retorno de investimento do seu negócio

Quer saber qual retorno você terá em um investimento? Conheça o payback simples e desconta e como realizar! Acesse nosso blog.

18/Jan/2021
Finanças

A cada ano que passa mais pessoas decidem empreender e tirar do papel aquela ideia que existe há um tempo. Porém, sempre surge um receio sobre a certeza do negócio, por isso é essencial ter um bom planejamento e fazer o cálculo do payback simples


Esse é um dos métodos mais conhecidos para avaliação de novos negócios e projetos. Além disso, é uma excelente estratégia para calcular qual será o período de retorno do investimento inicial que foi realizado. Acompanhe o artigo e confira como realizar o cálculo do payback simples! Vamos lá?


O que é payback simples?

O termo payback significa “retorno” e como dito anteriormente é usado para indicar qual é o retorno de um investimento, inicial ou em um projeto, dentro de uma empresa. Sendo feito desde o momento inicial, até quando os rendimentos se tornam iguais a esse valor.


Assim, esse é um dos principais parâmetros usados para mensuração desse retorno. O resultado depende de qual foi o valor investido e o tipo de negócio e pode ser percebido em meses ou anos. Por isso, o cálculo payback é tão importante, seja para investidores ou empreendedores.


Para pequenas, médias e grandes empresas é essencial descobrir o retorno de investimentos em implementação de tecnologias e sistemas de inovação, novos equipamentos ou até mesmo abertura de filiais. Imagine as vantagens de saber se vale a pena seguir com um projeto ou adiar para não comprometer o caixa. É uma ótima decisão, não?


Agora, se você é investidor e está pensando em apostar em um projeto, é aquele ponto que falta para saber se o retorno será de acordo com o esperado, e assim saber se é um investimento que vale a pena para o planejado ou outro payback faria mais sentido para o momento.

Diferenças entre payback simples e descontado

O prazo de retorno de investimento simples, é responsável por acompanhar todos os movimentos de caixa que são acumulados na empresa, ou seja, tudo que existe de receita, menos as despesas. De acordo com os períodos que faltam para que o fluxo fique zerado.


Imagine que uma empresa faz um investimento de 1 milhão de reais em aparelhos novos para a operação, incluindo receitas e despesas e também o lucro que pode ser obtido. Com essa situação, o retorno acaba sendo dois anos, e por isso, pode-se dizer que o payback simples é de dois anos.


Já o payback descontado também tem seu cálculo feito a partir do fluxo de caixa, receitas e despesas. Porém, no momento em que ele é realizado, é acrescido de uma taxa que faz a correção dos valores de acordo com o período de investimento.  


A conclusão que se tem a partir disso é que a principal diferença entre payback simples e descontado é na segunda opção, o dinheiro investido pode ser diferente do valor da soma do tempo, mesmo que sejam parecidos ou iguais. Isso porque, é considerado ajustes monetários e até mesmo desvalorização da moeda. 


Como é feito o cálculo do payback?

Para fazer o cálculo do payback descontado ou simples, é preciso ter bastante atenção, principalmente nas variáveis. O planejamento nesse caso é essencial para fazer o fluxo de caixa corretamente. Faça a inclusão de custos do investimento, como gastos com equipamentos, funcionários e até mesmo despesas operacionais.


Basicamente, para fazer o cálculo do payback simples, é preciso usar a seguinte fórmula: 


Payback simples = investimento inicial / ganhos no período


Dessa forma, ao saber o valor de investimento inicial, é calculado o ganho que foi obtido e assim, saber quanto tempo ainda falta para cobrir o valor gasto.


Ao ter o resultado completo, é muito mais fácil saber qual o grau que está o investimento realizado. Porém, é preciso ficar atento! Apesar de ser muito prática a realização, ela deve ser realizada em combinação de outros indicadores. Veja a seguir:


  • ROI (Retorno sobre Investimento): retorno em porcentagem sobre o investimento;
  • VPL (Valor Presente Líquido): valor acumulado do fluxo de caixa, nesse caso é feito apenas no payback descontado,
  • TIR (Taxa Interna de Retorno): taxa de juros equivalente a zero.


Apesar de saber que toda empresa está sujeita a riscos e possíveis perdas, o payback, seja ele simples ou descontado, proporciona orientação na hora de avaliar projetos e investimentos. 


Não se esqueça de fazer investimentos com segurança, principalmente se a sua empresa é nova e ainda não tem capital de giro suficiente. Faça sempre uma reserva de emergência para possíveis imprevistos e necessidades do negócio.


Além disso, vale usar o payback simples ou descontado para tomada de decisões. Isso vai ajudar e fazer total diferença na escolha de investimentos e o modo como a sua empresa vai seguir na aplicação desse capital.


Por isso, para controlar o seu fluxo de caixa e resolver todos os problemas financeiros do seu negócio, é fundamental ter uma plataforma de gestão online que te ajude a criar relatórios e todos os documentos que você precisa para a empresa fluir. Conheça o sistema de gestão Omie e tenha agilidade em seus processos!

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas