Descubra o que é supply chain e todas as vantagens

Se a sua empresa opera no contexto de supply chain, acesse e confira as vantagens e como fazer a gestão correta da cadeia de suprimentos do seu negócio

13/Ago/2020
Gestão

Certamente você conhece ou já ouviu falar em supply chain, certo? Mas, você sabe o que é supply chain? Este termo provém de uma expressão inglesa que significa “cadeia de suprimentos”, ou “cadeia logística”. 


Em um mercado que visa melhoria contínua e cada vez mais otimização operacional, manter uma boa gestão de supply chain pode ser bastante estratégico para os negócios. 


Para garantir competitividade de mercado e todas as demandas do consumidor atendidas no tempo certo e da melhor forma possível, o supply chain é um modelo que pode, e deve, ser aplicado em todas as empresas do ramo.


Vamos entender como trazer esse contexto para dentro da sua empresa e descobrir as diversas vantagens que o supply chain oferece para os negócios. Acompanhe a leitura!


O que é Supply Chain? 


O conceito de Supply Chain, basicamente, é o conceito que envolve todo o conjunto operacional do produto até o consumidor final, ou seja, todos os métodos e operações envolvidas nas atividades do fluxo de materiais e produção, desde a compra de matéria prima até a distribuição e entrega ao consumidor.  


O gerenciamento da cadeia de suprimentos atua em todos os parceiros estratégicos da empresa, ou seja, fornecedores, transportadoras, clientes e qualquer outro envolvido, já que envolve todo o processo de compra, armazenamento, recebimento e distribuição.


O que é Supply Chain Management - SCM?


Pelo fato da cadeia de suprimentos representar uma enorme gama de processos, é extremamente necessário gerenciar corretamente essa cadeia de ponta a ponta. É nesse sentido que surge a necessidade do Supply Chain Management, ou apenas SCM, que é o conceito de gestão unificada de todas essas operações. 


O uso da tecnologia claramente se faz necessário e indispensável, uma vez que a integração de informações distintas precisa ser entregue com eficiência para manter a gestão de todas as movimentações de forma clara. 


Para um bom fluxo de dados de produto, matéria-prima, fornecedores e distribuidores, dentre outros, existem diversos tipos de softwares que organizam o SCM e prestam todo o suporte para os responsáveis em todas as fases da produção e distribuição. 


Como consequência principal do SCM, temos a redução de custos e aumento de lucros, além da diversificação e aumento na qualidade da relação direta entre clientes e fornecedores. 


A importância do Supply Chain


A estrutura de uma cadeia de suprimentos está totalmente vinculada aos processos logísticos de uma empresa, porém abrange muito mais operações. Quando bem gerenciada, pode trazer grandes impactos positivos para os negócios. 


Manter todos os elos da cadeia operando em conjunto permite que o gerenciamento se torne algo mais pròximo e tangível para os responsáveis, já que as análises se tornam mais profundas e alinhadas às estratégias da empresa. 


Por exemplo, com dados de mercado, é possível entender se o custo do seu produto está competitivo ou não. Com dados de estoque, o histórico de entradas e saídas e volume de vendas, o responsável pela área pode prover melhores avaliações de reposição, para evitar faltas ou excessos de produto, e garantir melhores preços e mais qualidade para o consumidor. 


Ou seja, o gerenciamento correto e estruturado do supply chain traz como principal benefício a identificação e mapeamento de possíveis falhas a tempo de evitá-las ou de resolvê-las de forma mais assertiva, com critérios mais específicos e ações eficientes. 


A relação entre Supply Chain e a logística 


Comparado à logística, o Supply Chain e o SCM tratam de conceitos um pouco mais evoluídos, já que realizam a integração de todas as fases da cadeia, e não só apenas procesos logísticos. Às vezes, seus contextos podem parecer sinônimos, mas não são. Vamos entender mais a fundo.


Por logística, podemos entender como todo o processo que envolve o transporte de materiais, todos os dados relacionados a esse movimento e também ao armazenamento.  


Já o conceito de cadeia de suprimentos, vai além do transporte. Envolve inteligência e estratégia para o sucesso da operação em todas as suas fases. Basicamente, a logística faz parte do supply chain como uma de suas fases, mesmo que ainda possa ser considerada uma parte “autônoma” em algumas empresas.


Ou seja, as operações logísticas podem acontecer sem a cadeia de suprimentos, porém o contrário não é possível, já que a logística é parte essencial do supply chain.


Como fazer uma boa gestão de Supply Chain?


Considerando que o conceito de supply chain é uma evolução dos conceitos de logística integrada, ou seja, envolve diversas áreas, é preciso criar um alicerce para todos esses processos para integrar o grande volume de informações que chega de cada um deles, monitorá-los e tomar as melhores decisões com os dados obtidos. 


Para isso, primeiramente, é importante estabelecer indicadores que monitoram de perto a rotina operacional da empresa e de uma forma que todas as ações sejam estratégicas e voltadas para a demanda exigida pelo consumidor. Adote ferramentas que permitam mensurar dados de forma confiável e segura. 


Através de softwares integrados, a empresa consegue automatizar inúmeros processos e ainda obter dados em tempo real sobre produtos. Dessa forma, é mais fácil otimizar o planejamento de vendas e garantir reposição de estoque na hora e na quantidade certa.


Leia mais em Just in time: saiba tudo sobre este processo de produção e logística


Além disso, com relatórios e dashboards didáticos e personalizados de acordo com as particularidades da operação, a visualização das informações e dos indicadores se torna mais dinâmica e ainda permite analisar e gerir melhor cada fase operacional.


Um ponto importante é que todos os envolvidos na sua operação de cadeia de suprimentos precisam estar integrados de forma que a solução de supply chain seja eficiente. Portanto, este é um bom momento para rever fornecedores e outros parceiros ou investir em inovação e transformação digital para que todas as etapas estejam integradas e funcionando corretamente.


Por fim, fica claro que a cadeia de suprimentos, ou supply chain, é um modelo totalmente voltado para resultados e viável para a maiorias das organizações. 


E lembre-se, para garantir os resultados positivos e esperados, é necessário acompanhar, gerenciar e mensurar periodicamente as ações e estratégias envolvidas. Descubra o que é ERP e como ele pode te ajudar nesse processo!

Receba as novidades

Assine nossa newsletter

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas

Posts Relacionados

Artigos por autor

Receba as novidades

Receba as novidades

Obrigado por se inscrever!

Oops! Verifique novamente se informações estão corretas