Passo a passo de como declarar o Imposto de Renda

Você sabe como declarar o Imposto de Renda? Confira o artigo e aprenda tudo o que precisa para não errar na sua declaração.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Em 2022, a Receita Federal recebeu quase 29 milhões de declarações de Imposto de Renda. Dentre essas pessoas, muitos tiveram que fazer isso pela primeira vez. Nesse ano, esse pode ser o seu caso também e, então, surge uma dúvida muito comum: como declarar o Imposto de Renda? 

A boa notícia é que é mais simples do que você imagina. O processo de preenchimento do formulário é realizado totalmente online. O principal é ter em mãos todos os documentos e os valores que precisam ser declarados. 

Por isso, a gestão financeira ao longo do ano é tão importante. Seja para pessoas físicas ou jurídicas, ter a documentação do quanto você recebe e também dos valores que podem ser deduzidos faz toda a diferença. Confira o artigo para saber mais. 

Entenda quando você deve declarar o Imposto de Renda

O Imposto de Renda tem a função de informar ao Governo Federal qual é a sua renda, tanto a tributável quanto a não tributável. Ele também permite que o governo acompanhe o desenvolvimento da renda média dos brasileiros e aquisição de bens, por exemplo. 

Além disso, o Imposto de Renda também é uma forma de prestar contas sobre suas movimentações financeiras. A declaração também tem um papel fiscalizador e, claro, por meio dela você irá pagar o tributo sobre sua renda.

Talvez você esteja se perguntando: como saber se tenho que declarar Imposto de Renda? De acordo com o site da Receita Federal, são obrigadas a declarar as pessoas que:

  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40.000,00;
  • Obtiveram receita bruta anual decorrente de atividade rural acima de R$ 142.798,50;
  • Pretendem compensar prejuízos da atividade rural deste ou de anos anteriores com as receitas deste ou de anos futuros;
  • Tiveram a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro do ano-calendário, de bens ou direitos, inclusive terra nua, acima de R$ 300.000,00;
  • Obtiveram ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto;
  • Optaram pela isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro, no prazo de 180 dias;
  • Realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Passaram à condição de residentes no Brasil, em qualquer mês, e nessa condição se encontravam em 31 de dezembro do ano-calendário.

Se você se encaixa em uma ou mais destas categorias, deve entregar a declaração do Imposto de Renda entre o primeiro dia útil de março até o último dia útil de abril. Fique atento a este prazo, pois se não fizer a declaração, você deverá pagar uma multa e na consulta do seu CPF constará a pendência da regularização do Imposto de Renda.

Quais são os documentos necessários?

Uma parte fundamental para compreender como declarar o Imposto de Renda sem erros é reunir os documentos relacionados aos seus rendimentos e também os gastos que podem ser deduzidos. Dentre os documentos requeridos, estão: 

  • Informe de rendimentos do empregador, pessoa jurídica;
  • Informe de rendimentos de instituições financeiras, como o banco de investimentos;
  • Comprovante de recebimento de pensão ou aposentadoria, caso aplicável;
  • Notas fiscais de serviços médicos e de educação, entre outros;
  • Informe de valores recebidos e bens.
Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Passo a passo: como declarar o Imposto de Renda?

A declaração do Imposto de Renda é feita totalmente online, mas requer muita atenção para que você não precise fazer uma retificação depois. 

1. Junte os documentos para fazer a declaração

O primeiro passo de como declarar o Imposto de Renda é reunir todos os documentos relacionados aos seus rendimentos e serviços que podem ser deduzidos, para que você não deixe de preencher nenhum dado necessário. 

2. Faça o download do programa do Imposto de Renda da Receita Federal

Você pode optar por fazer o download do programa do Imposto de Renda e então preencher o formulário. Outra alternativa é preencher online, sem a necessidade de baixar qualquer aplicativo. Você pode, inclusive, começar a preencher, salvar o que já inseriu e depois retomar de onde parou.  

3. Preencha a declaração do Imposto de Renda

Após escolher por qual meio deseja preencher a declaração, é hora de inserir todos os dados. Reserve um tempo exclusivo para isso,  complete o formulário com cautela e confira os números e todas as outras informações. 

4. Decida entre declaração simplificada e completa

Com o formulário preenchido, a Receita Federal te oferece duas opções: fazer a declaração simplificada ou a completa. A primeira é indicada para aqueles que não possuem muitas coisas a deduzir. Porém, se você tem várias despesas que podem ser declaradas para a dedução, é recomendado optar pela declaração completa. 

5. Verifique as informações antes de finalizar

Antes de clicar em enviar, revise toda a declaração. Certifique-se de que não ficou faltando acrescentar nada e de que as informações colocadas estão todas corretas. 

Retificação do Imposto de Renda: como funciona?

Caso, mesmo após ter revisado todas as informações, você tenha preenchido algum dado errado, é possível fazer a retificação do Imposto de Renda. Para isso, acesse o site do Imposto de Renda da Receita Federal e escolha a opção “Declaração Retificadora”. Selecione o que precisa ser alterado e preencha os dados certos. Após enviar a declaração retificadora, ela irá substituir a anterior. 

Mantenha a sua situação do Imposto de Renda sempre regularizada

Agora que você já aprendeu como declarar o Imposto de Renda, caso esteja nas categorias que são obrigadas a fazer a declaração, já marque no calendário o período de entrega. Aproveite este tempo também para se certificar de que você está com toda a documentação necessária.

Evite deixar para enviar o Imposto de Renda nos últimos dias, pois nesse período o tráfego do site é muito alto e pode dar erros. Enviar a declaração no tempo certo e com tudo preenchido corretamente irá te evitar muita dor de cabeça, inclusive a possibilidade de pagar multas. Fique atento.

Se você é MEI, microempreendedor individual, confira como fazer a declaração de Imposto de Renda MEI de forma fácil, consulte o blog da Omie para aprender mais.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
pessoa segurando folha de pagamento de papel
Saiba como funciona a folha de pagamento, aprenda os itens necessários e como otimizar a sua folha empresarial.
Conheça a cnae: homem e mulher a frente de notebook
Aprenda como consultar e classificar corretamente sua empresa conforme suas atividades com o CNAE.
IPI - Imposto Sobre Produtos Industrializados
Descubra o que é IPI, como ele impacta seu negócio e como calculá-lo corretamente.