Como sacar o FGTS para investir ou abrir um negócio?

Conheça as principais situações onde é possível realizar o saque do FGTS e saiba como utilizar esse benefício para investir ou iniciar um empreendimento.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você sabia que é possível utilizar o FGTS para investir ou abrir um negócio? Ter esse dinheiro em mãos é um grande benefício para a vida do trabalhador que precisa resolver pendências, principalmente na fase inicial da empresa. 

Neste post, vamos ajudar você a entender tudo sobre FGTS, como sacar, qual sua função, além de apontar dicas para realizar o processo com segurança. Trata-se de um dinheiro que deve ser usado com inteligência, evitando negligências financeiras e complicações na vida do futuro empreendedor. Acompanhe! 

banner cta contador

Qual a função do FGTS?

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é um direito trabalhista de todos os trabalhadores registrados no regime CLT. Esse valor é depositado pela empresa contratante e fica “bloqueado” no banco, sendo possível realizar o saque parcial ou total em situações muito específicas. 

O valor do FGTS é depositado em uma conta da Caixa Econômica, que tem um manual de movimentação e pode ser consultado no site oficial do banco. Ainda, permite que o saque seja realizado dentro de algumas condições. Saiba quais são as situações mais comuns: 

  • Demissão por parte do empregador (sem justa causa);
  • Aposentadoria do funcionário;
  • Aquisição e financiamento de imóveis; 
  • Acordos por parte do empregador e do funcionário; 
  • Falecimento do empregador;
  • Desastre natural ou estado de calamidade pública;
  • Falência da empresa; 
  • Doença grave do trabalhador ou de algum de seus dependentes;
  • Quando o trabalhador atingir 70 anos;
  • Se permanecer 3 anos ininterruptos sem depósito de FGTS na conta vinculada;
  • Determinação judicial em casos específicos.

Como sacar o FGTS para investir ou abrir um negócio?

Poucas pessoas pensam sobre o assunto, mas é possível utilizar o saldo do FGTS para investir ou abrir um negócio. Essa é uma ótima vantagem para as pessoas que estão iniciando no empreendedorismo e precisam de um dinheiro extra para investir em diferentes tipos de empresa.  

Existem algumas opções de saques especiais que podem ser solicitadas pelo empreendedor com o adiantamento de uma parcela ou de uma porcentagem do saldo disponível na conta da Caixa.

Uma dessas é o “saque aniversário”, no qual há um calendário a ser seguido conforme a data de nascimento do colaborador. Essa é uma modalidade com algumas regras que é preciso estar atento, pois, em caso de demissão, o trabalhador pode não conseguir sacar o valor integral. 

Outra opção é o “saque emergencial”, que começou a ser disponibilizado por uma Medida Provisória do Governo, que permite o saque do valor de até R$ 1.000,00. Por meio do aplicativo da Caixa “Meu FGTS”, você pode consultar sua condição cadastral, valores disponíveis e outras informações. 

Dicas para usar o FGTS no negócio com segurança

Caso você opte por realmente fazer o saque extraordinário do seu FGTS para investir no seu negócio, saiba que alguns cuidados precisam ser tomados. Primeiramente, é necessário ter controle financeiro empresarial para usar o dinheiro, pois, esse é um direito do trabalhador pensado em garantir emergências, para que ele não fique sem auxílio. 

Caso o dinheiro vá ser usado para empreender, é preciso organização e comprometimento. Confira algumas dicas de como abrir uma empresa

Tenha um plano

Faça um bom planejamento e saiba exatamente onde esse dinheiro será aplicado. É recomendado também que um plano seja feito para repor esse valor, considerando como um empréstimo. Assim, não fará falta em algum momento da trajetória do negócio, garantindo que sempre existirá uma reserva financeira para imprevistos. 

Sem um plano, será muito difícil tomar a decisão de onde aplicar o dinheiro sacado no FGTS, correndo o risco de não obter alguns prejuízos para sua empresa. 

Entenda todo o cenário do empreendimento

Estude muito bem o mercado de atuação em que o empreendimento se estabelecerá. Conheça as oportunidades, os riscos, os pontos de melhoria e tudo o que for preciso para ter uma visão geral sobre o cenário. Caso seja necessário, você pode contar com planos de ação para ajudar nesse desafio, como a análise SWOT

Conhecendo mais sobre as condições em que o seu empreendimento será estabelecido, será mais fácil definir os principais pontos de atenção para o sucesso do negócio, evitando falhas no caminho. 

Não misture pessoa física e jurídica 

Independente de estar começando agora ou não a empreender, nunca misture o financeiro de pessoa física e pessoa jurídica. Esse é um ponto fundamental para que a saúde de uma empresa seja consistente do começo ao fim. Além disso, é preciso entender e visualizar as condições do negócio, compreender os custos e sua viabilidade, sempre separando da vida pessoal. 

Banner CTA

Inicie um negócio com organização e objetividade 

Agora, você já sabe mais sobre como fazer o saque do FGTS em rescisão, saque extraordinário, dentre outras categorias disponibilizadas pelos órgãos públicos. Dessa forma, conseguirá ter mais autonomia e liberdade para tomar decisões e utilizar o dinheiro da melhor forma possível. 

Independente do seu objetivo com o dinheiro e, principalmente, caso vá utilizá-lo para empreender ou abrir um negócio, é importante organização, objetividade e responsabilidade. 

Uma forma inteligente de começar um negócio é investir em tecnologia, contando um sistema ERP de qualidade. A ferramenta reúne todas as informações que você precisa em um só lugar, otimizando o seu tempo e ajudando o seu negócio a crescer. Conheça o sistema ERP da Omie

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
CNPJ: empresário sorrindo

MEI

Entenda tudo sobre CNPJ com nosso guia especial e aprenda como criar o seu e usufruir de todos os seus
junta comercial

MEI

A Junta Comercial é um órgão importante para quem vai abrir uma empresa. Descubra como ela funciona!
Como gerar NIRE MEI e ficar em dia na Junta Comercial?
O NIRE MEI é fundamental para a formalização e operação legal do Microempreendedor Individual, conferindo credibilidade e acesso a serviços