Contabilidade rural: o que é e como funciona?

A contabilidade rural foca na gestão financeira e contábil de propriedades rurais. Entenda como as empresas rurais aumentam sua produtividade e destacam-se.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

A contabilidade rural é uma parte importante da gestão de qualquer propriedade do setor agrícola, agropecuário, agroindustrial e zootécnico, sendo responsável por garantir que as finanças da propriedade sejam bem geridas e que todas as transações financeiras sejam registradas adequadamente. 

Por se tratar de companhias que possuem características bastante específicas, é preciso que o contador se especialize na contabilidade agrícola para estar apto a atender esse tipo de demanda.

Neste artigo, vamos nos aprofundar no assunto, explicando o que é a contabilidade rural e como ela funciona para que se tenha êxito atuando nesse segmento.

O que a contabilidade rural inclui?

A contabilidade agronegócio inclui a gestão financeira de empreendimentos agrícolas, pecuários ou de produção agroindustrial, avaliando seus resultados econômicos, além dos princípios contábeis aplicáveis na área rural. 

Ela também compreende o registro contábil de todas as operações relacionadas à produção e comercialização de produtos agropecuários, a análise financeira dos ativos e passivos, a elaboração de relatórios gerenciais e a avaliação de projetos de investimento, se diferenciando dos processos de companhias comuns quanto a tributos e operações.

Custos com animais

A contabilidade rural inclui o monitoramento dos custos associados à criação de animais, como alimentação, cuidados veterinários, vacinas, insumos para pastagem, e outros, que precisam ser considerados na contabilidade. 

Seu objetivo é auxiliar os proprietários de empresas rurais a entender quais custos são necessários para manter seus animais saudáveis e produtivos, bem como entender quais são os melhores investimentos a se fazer para melhorar a produção e a qualidade dos animais. Portanto, é uma aplicação essencial para ajudar os fazendeiros a maximizarem seus lucros e minimizarem seus custos com animais.

Os animais originários de cria, recria ou engorda devem passar por avaliações conforme seus valores originais. Assim, é necessário levar em conta todos os custos, tanto diretos quanto indiretos, durante toda a operação.

Avaliação de bens

Também faz parte da contabilidade rural, já que os rendimentos vindos das culturas permanentes ou temporárias devem ser avaliados segundo seu valor original. Estes bens podem incluir imóveis, equipamentos, maquinário, veículos, sementes, animais, insumos, entre outros.

A avaliação de bens patrimoniais rurais deve ser realizada de acordo com as leis locais vigentes. O valor dos bens avaliados pode ser determinado com base na taxa de mercado, no custo de aquisição, no custo de produção, no custo de manutenção ou na taxa de depreciação.

Os bens rurais avaliados devem ser incluídos nos registros contábeis da propriedade. Esta informação pode ser usada para fins fiscais, já que os impostos devidos ao governo são baseados no valor total dos bens.

Estoque

Outro fator importante que precisa entrar na contabilidade rural são os custos específicos de uma colheita e sobre a sua estocagem. É preciso levar em conta seu respectivo beneficiamento, acondicionamento e os custos com sua armazenagem.

Além de apenas registrar, ainda permite que os agricultores monitorem o que está sendo utilizado e o que está sendo adquirido. A gestão de estoque na contabilidade rural também é usada para calcular o custo médio, indispensável para determinar o preço de venda dos itens. Esta informação é importante para determinar a margem de lucro e a eficiência da operação.

Ativos

Os ativos de uma empresa rural precisam incluir os custos de produção, conforme a expectativa de concretização, sendo que os ativos circulantes devem conter as informações a respeito das despesas com o estoque e com os recursos necessários para a próxima safra. Já os ativos permanentes imobilizados são aqueles que trarão benefícios a longo prazo.

Além disso, os ativos também são usados para financiar operações e aumentar a rentabilidade da propriedade, bem como melhorar a qualidade de vida dos agricultores. Por esses motivos, a gestão de ativos é extremamente importante na contabilidade rural para garantir que os bens sejam bem utilizados, aumentando assim a produtividade da propriedade.

Como funciona a contabilidade rural?

Também conhecido como Elenco de Contas, o plano de contas rural é um grupo previamente definido, com o papel de orientar o trabalho de organizar os registros contábeis da empresa, podendo servir como um parâmetro para as demonstrações contábeis serem realizadas.

Para elaborar esse planejamento, são consideradas todas as especificidades do negócio do seu cliente. Informações sobre ativos, passivos e custos, por exemplo, precisam fazer parte do plano de contas. Entretanto, esses dados de contabilidade produtor rural devem estar representados de forma bem detalhada.

Estabelecer uma boa comunicação com seu cliente é essencial para que ele forneça todos os dados relevantes a respeito da empresa para a elaboração do plano de contas rural. O papel do contador é conhecer todas as normas legais que envolvem as atividades do negócio de seu cliente, assim como as questões tributárias e fiscais e criar uma relação de parceria na jornada de crescimento do seu negócio.

O plano de contas rural é um sistema contábil composto por diversas contas que registram todas as entradas e saídas de recursos financeiros e produtivos na propriedade, como, por exemplo, a conta de mão de obra, a conta de custos com insumos, a conta de compra de mercadorias, etc.

Além de permitir que os produtores tenham maior controle financeiro rural sobre suas propriedades, o plano de contas rural é essencial para serem tomadas melhores decisões de produção e gestão.

Existem desafios a serem enfrentados. Dentre os principais, estão a dificuldade em implementar um plano de contas completo e adequado, a falta de conhecimento dos produtores sobre o tema, bem como a dificuldade em manter o sistema atualizado para que o produtor tire o máximo proveito dos dados fornecidos.

Libere seu crescimento - banner omie desplanilhe-se

Vantagens da contabilidade rural para o negócio 

A contabilidade rural é uma ferramenta poderosa para auxiliar os agricultores, produtores de gado e outros proprietários de terra a monitorar e otimizar o desempenho do negócio, permitindo que você tenha uma visão abrangente dos resultados financeiros da sua empresa, além de fornecer informações valiosas sobre a saúde do seu negócio. 

Conheça algumas das muitas vantagens da contabilidade rural.

Controle financeiro

A contabilidade rural possibilita um maior controle financeiro, pois tem o objetivo de organizar e controlar as finanças do empreendimento, permitindo que o proprietário tenha uma visão clara da situação financeira do negócio.

Visualização do negócio

A contabilidade rural fornece informações e relatórios detalhados para auxiliar na tomada de decisões, tornando mais fácil para o proprietário identificar e priorizar as áreas que precisam de ação, injetando mais eficiência.

Melhoria de resultados na empresa

A contabilidade rural ajuda o empreendedor a planejar as suas obrigações fiscais e aproveitar as oportunidades de isenções e incentivos, reduzindo assim os custos e aumentando os lucros do negócio.

Como implementar a contabilidade rural? 

A implementação da contabilidade rural é relativamente simples, pois envolve apenas a criação de um sistema que controle os gastos e receitas da propriedade rural. Porém, é importante ter em mente que a contabilidade rural deve ser personalizada e adaptada às necessidades e peculiaridades da propriedade. 

Alguns passos ajudam nessa adaptação. Confira os pontos mais importantes na hora de fazer:

1. Levantamento patrimonial 

O Levantamento patrimonial é uma parte essencial na implementação da contabilidade rural, possibilitando que o proprietário rural tenha uma visão geral de todos os seus ativos, como terrenos, máquinas, equipamentos, estoques de produtos, contas a receber, entre outros. 

Deve ser iniciado com a identificação dos bens e direitos, passivos e obrigações. É importante que todos os bens e direitos sejam identificados e que sejam realizados inventários, se necessário. 

Uma vez identificados, deve-se determinar seu valor de mercado, para ser possível mensurar o valor dos bens e direitos e dos passivos e obrigações. Em seguida, o balanço patrimonial deve ser acompanhado de um relatório de contabilidade, o qual deve conter todas as informações necessárias para a compreensão dos resultados obtidos. 

2. Detalhamento dos processos e atividades 

Para isso, reúna todos os documentos necessários para a implantação da contabilidade rural, como a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e a Nota Fiscal de Entrada e Saída

Defina as regras, princípios e procedimentos necessários para a implantação e manutenção da contabilidade rural, criando um plano de contas para registrar as entradas e saídas de recursos da atividade rural.

Em seguida, desenvolva o mapeamento dos fluxos de recursos e das atividades realizadas no meio rural, como as culturas plantadas, os gastos com insumos e outras despesas e documente todas as operações realizadas no campo.

Registre as entradas e saídas de recursos no plano de contas, assim como o saldo contábil da propriedade rural. Por fim, analise os dados contábeis obtidos para avaliar a saúde financeira da propriedade rural.

3. Definição do fluxo de caixa

A Definição do Fluxo de Caixa (DFC) é uma ferramenta importante de gestão para a contabilidade agro. É a base para planejar, controlar e acompanhar as entradas e saídas de recursos financeiros e físicos da propriedade rural. 

A DFC começa com a análise dos dados históricos e análise das tendências, seguida por uma previsão de entradas e saídas de caixa. Em seguida, é necessário estabelecer um orçamento para cada uma das atividades da propriedade rural. 

Por último, o fluxo de caixa agrícola deve ser monitorado de forma contínua para verificar se as previsões estão sendo seguidas, assim como analisar o desempenho financeiro da empresa.

4. Automatização da gestão 

A automatização da gestão é uma aplicação prática para otimizar o processo de controle de recursos e informações relacionadas à agricultura. Utilizando sistemas de software, é possível automatizar processos de controle de fluxo de caixa, controlar estoques, acompanhar o ciclo de produção, monitorar o crescimento da lavoura, entre outros. 

Conheça o sistema ERP da Omie e entenda como o uso desta tecnologia permite que a contabilidade rural tenha maior precisão nos dados, proporcionando melhores resultados para os agricultores. Além disso, o sistema Omie possibilita a redução de custos, aumento da produtividade e maior controle dos negócios agrícolas.

banner cta empreendedor

A ferramenta para o sucesso das propriedades agrícolas

A contabilidade rural é fundamental para o sucesso das empresas agrícolas, pois permite que os proprietários rurais possam entender melhor seus negócios, tomando decisões informadas e aproveitando ao máximo suas oportunidades de lucro. Ao mesmo tempo, também pode ajudar a aumentar a produtividade, aprimorar os processos de produção e, com isso, melhorar o desempenho geral das empresas agrícolas. 

Portanto, a contabilidade rural é um meio essencial para alcançar o sucesso na área agrícola. Para isso, conte com uma ferramenta poderosa para fomentar e alavancar sua gestão rural: o Sistema ERP para contabilidade rural da Omie, com soluções para facilitar o seu dia a dia e fazer o negócio crescer. Entre em contato com nossos consultores e solicite uma proposta.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
Saiba mais sobre o papel da contabilidade para MEI para o crescimento das microempresas e confira os serviços que você
Demonstrações contábeis
Entenda o que são e quais são os objetivos das demonstrações contábeis e saiba o que a lei diz sobre
rotinas contábeis
Descubra como otimizar as rotinas contábeis e o que priorizar em empresas do Simples Nacional e MEI.