Holding patrimonial: o que é, quais os tipos, benefícios e exemplos

Uma holding patrimonial é essencial para gerenciar seus patrimônios. Descubra agora mesmo o que é, os principais tipos e benefícios.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Ao considerar estratégias para gerir patrimônio e ativos, a formação de uma holding patrimonial surge como uma boa alternativa. Afinal, esta estrutura, focada na administração e proteção de diversos ativos, é um caminho para otimizar a gestão e minimizar riscos. 

Entender como funciona uma holding, quais são seus benefícios e importância para empreendedores e famílias que buscam eficiência na gestão de seu patrimônio.

O que é holding patrimonial?

Uma holding patrimonial é uma estrutura empresarial que tem como foco principal a gestão de ativos e patrimônio. Geralmente, ela é criada para reunir e administrar bens como propriedades imobiliárias, investimentos financeiros, ações, entre outros ativos.

As holdings patrimoniais costumam ser utilizadas para proteger e organizar o patrimônio de famílias ou indivíduos. Já que, ao centralizar a propriedade de diferentes ativos sob uma única estrutura empresarial, reduz-se riscos e simplifica a administração financeira.

Além disso, essa estrutura pode proporcionar benefícios fiscais e tributários. Também pode facilitar a sucessão familiar, pois a holding pode ser utilizada para planejar e transferir o patrimônio para futuras gerações de maneira mais eficiente e estruturada.

Descubra como funciona uma holding patrimonial  

Uma holding patrimonial atua como uma empresa-mãe que detém participações em outras empresas subsidiárias e/ou diversos tipos de negócios, como imóveis, investimentos financeiros, propriedade intelectual, entre outros.

Seu funcionamento envolve:

  • Propriedade de ativos: A holding possui e administra ativos de maneira centralizada. Esses ativos podem incluir participações em outras empresas, ações, imóveis, investimentos financeiros, entre outros;
  • Controle estratégico: Ela exerce controle estratégico sobre suas subsidiárias, influenciando suas operações, estratégias financeiras e decisões;
  • Proteção e gestão de patrimônio: Serve para proteger o patrimônio familiar ou empresarial, permitindo uma melhor gestão e organização dos ativos. Também oferece certa proteção legal em caso de litígios ou falências;
  • Benefícios fiscais e tributários: Geralmente proporciona benefícios fiscais, como redução de impostos sobre heranças, ganhos de capital ou outras vantagens tributárias.

Tipos de holding patrimonial

Existem diferentes tipos de holdings patrimoniais, cada uma com suas características específicas e finalidades. Confira!

Holding Pura

Essa forma de holding é dedicada exclusivamente à administração de participações em outras empresas, sem desenvolver atividades operacionais próprias. Seu objetivo principal é a gestão estratégica de investimentos.

Holding Mista ou Operacional

Além de possuir participações em outras empresas, este tipo de holding também desenvolve atividades operacionais, como produção, comercialização ou prestação de serviços.

Holding Financeira

É focada em investimentos financeiros, detendo participações em empresas e gerenciando recursos em forma de aplicações financeiras, como ações, títulos e fundos de investimento.

Holding Familiar

Criada para administrar as finanças de uma família, é comum para o planejamento sucessório e a proteção do patrimônio familiar ao longo de gerações.

Holding de Controle

Possui o objetivo de controlar outras empresas, geralmente detendo a maioria das ações ou poder de decisão em suas subsidiárias.

Cada tipo de holding tem suas vantagens e aplicações específicas, sendo escolhido de acordo com os objetivos e necessidades da família, indivíduo ou empresa que busca essa estrutura empresarial para gerenciar seu patrimônio e investimentos.

Holding patrimonial: vantagens e desvantagens

Avaliar cuidadosamente esses aspectos é super importante para determinar se uma holding patrimonial é adequada para atender às necessidades específicas de gestão e proteção do patrimônio da sua família ou empresa. Veja a seguir todas as vantagens e desvantagens

Vantagens:

  • Proteção patrimonial;
  • Planejamento sucessório;
  • Gestão eficiente de ativos;
  • Diversificação de investimentos;
  • Benefícios fiscais.

Desvantagens:

  • Complexidade no modelo de gestão;
  • Custos iniciais;
  • Rigidez estrutural;
  • Impacto tributário negativo.

Quando optar por uma holding para sua empresa

Optar por uma holding pode ser estratégico em várias situações. Essa escolha se destaca quando há diversificação de ativos, como propriedades, investimentos ou participações em outras empresas, buscando uma gestão mais eficiente desses ativos. 

Além disso, como já vimos, ela é uma alternativa para proteger o patrimônio empresarial ou familiar, separando os ativos da empresa operacional dos riscos do negócio em si.

Contudo, a decisão de criar uma holding demanda uma análise detalhada. Consultar especialistas em direito empresarial e tributário é essencial para avaliar a viabilidade e os benefícios dessa estrutura, alinhando-a com os objetivos estratégicos e as necessidades da gestão.

Como criar uma holding patrimonial?

Qualquer pessoa maior de 18 anos, que for considerada capaz, pode abrir uma holding no Brasil. Entretanto, é preciso ficar atento às vantagens e desvantagens. Ou seja, se realmente vale a pena para o momento do indivíduo ou da família. 

Mas se formos falar em um passo a passo, deve ser o seguinte:

  1. Definir os objetivos da holding
  2. Buscar uma consultoria especializada (advogados, contadores…)
  3. Registrar a holding como uma empresa, abrindo o CNPJ
  4. Definir a estruturação societária
  5. Abrir a(s) conta(s) bancárias
  6. Transferir os ativos
  7. Começar a operar de acordo com as políticas e estratégias de gestão definidas

Algumas das holdings mais conhecidas e bem sucedidas são:

  • Berkshire Hathaway: Uma das mais conhecidas, é liderada por Warren Buffett. Atua em diversos segmentos, como seguros (Geico), energia (MidAmerican Energy), varejo (Duracell, Dairy Queen) e investimentos (participações em grandes empresas).
  • Alphabet Inc.: É a empresa mãe do Google, atuando em tecnologia, publicidade online, serviços de internet, e também possui subsidiárias como a Waymo (carros autônomos) e a Verily (ciências da vida).
  • Walmart: Embora seja uma empresa de varejo, a família Walton, através de holdings como Walton Enterprises, possui participação significativa no Walmart, além de investimentos em imóveis e outros setores.

Diferença entre uma holding patrimonial e uma familiar

A diferença entre uma holding patrimonial e uma holding familiar está principalmente no propósito e na estrutura de gestão. Veja a seguir:

Holding patrimonial

É focada na gestão de ativos e patrimônio, muitas vezes com a finalidade de diversificar investimentos, proteger ativos, otimizar a gestão financeira e maximizar retornos. Pode envolver a administração de bens de múltiplos proprietários ou investidores.

Holding familiar

Tem como principal objetivo a gestão e proteção das finanças de uma família ao longo das gerações. Geralmente, a propriedade e o controle estão nas mãos de membros da mesma família, com foco na preservação do patrimônio familiar, planejamento sucessório e passagem de herança.

Como o sistema ERP ajuda na criação de uma Holding?

A criação de uma holding patrimonial é uma decisão estratégica que deve ser cuidadosamente pensada. 

Por isso, cabe ao empreendedor avaliar, com dados, métricas e o auxílio de profissionais especializados, se os benefícios dessa estrutura justificam os custos e a complexidade envolvida. 

Para ajudar, é importante que você conte com um sistema que te apoie na visualização dos principais indicadores financeiros da empresa. E isso você pode conseguir com o uso do ERP Omie, que centraliza tudo em um só lugar e te oferece análises facilitadas para melhorar sua tomada de decisão.

Banner CTA

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
EFD-Reinf
EFD-Reinf: confira o que é, quais são as mudanças para 2024 e como ficar dentro da conformidade.
Entenda as diferenças entre metas e objetivos, saiba como aplicar cada uma delas e confira um passo a passo de
empreendedorismo social: apresentação de projeto com maquete eólica
Compreenda o conceito de empreendedorismo social e sua relevância para a sociedade.