Marketplace: o que é, como funciona e exemplos

Entenda o que é o marketplace, como funciona e por que pode ser uma boa alternativa, principalmente para quem está começando a vender online.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Começar a vender online é um desejo de diversos empreendedores, mas, muitas vezes, acaba sendo deixado de lado pelo medo de ter que montar uma plataforma, ter uma nova logística, além dos altos investimentos envolvidos. O marketplace pode ser a melhor alternativa nesse cenário, já que se trata de uma plataforma que dá espaço para varejistas se conectarem com novos clientes, sem que tenham que se preocupar em montar um e-commerce do zero.

Neste conteúdo, vamos falar mais sobre o que é o marketplace, como funciona na prática e alguns de seus benefícios, principalmente para quem está iniciando no mundo das vendas online. Acompanhe!

O que é marketplace?

O termo em inglês, que em tradução literal significa mercado, nada mais é do que uma grande plataforma de comércio online onde varejistas podem se tornar parceiros de vendas.

Por serem plataformas já conhecidas pelo público, atraem um grande número diário de acessos, tornando o processo de captação de clientes muito mais fácil e vantajoso para os lojistas. 

Por esse motivo, vender em um marketplace pode ser uma ótima alternativa, independentemente do ramo em que a loja atua. Isso também diminui o investimento em estrutura e logística, já que não é necessário montar uma plataforma de e-commerce do zero.

Nessas plataformas, é possível encontrar produtos dos mais diversos ramos no mesmo lugar, tornando a experiência de compra muito mais simples para o consumidor, o que ajuda na inserção de empresas ainda não tão conhecidas no mercado.

Em dados trazidos pelo relatório Webshoppers 46, da NielsenIQ, o e-commerce brasileiro bateu a marca de R$ 118,6 bilhões de reais já no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Isso mostra como os hábitos de compra online dos brasileiros vêm crescendo exponencialmente, o que ocorre, em grande parte, devido a plataformas de marketplace.  

Exemplos de marketplace

O marketplace vem dominando o ambiente de e-commerce no país há algum tempo, e isso fica claro com a popularidade de sites como MercadoLivre, Shopee, Magazine Luiza e Amazon. Esses são os exemplos mais clássicos, em que é possível encontrar diversos tipos de produtos e vendedores em um único lugar.

Existe um número gigantesco de marketplaces em diversas áreas, desde produtos à prestação de serviços. Recentemente, por exemplo, houve um aumento do uso da plataforma Airbnb, também considerada um marketplace. Nela, é possível entrar em contato com proprietários de imóveis em todo o mundo para aluguel por temporada.

Ainda, quando falamos de alimentação, é impossível não citar uma plataforma como o iFood, que teve um grande crescimento, principalmente durante a pandemia. No ramo de transportes, o Uber é um dos aplicativos mais utilizados em todo o país.

Por fim, existe uma crescente popularização dos marketplaces, oferecendo serviços, aluguel, transporte, produtos de beleza, alimentação, vestuário, educação, bem-estar, viagens e tantas outras áreas.

Como funciona um marketplace?

O marktplace é uma forma de integrar diversos vendedores e prestadores de serviço em uma única plataforma, mediando o acesso entre eles e o consumidor final. Começar um negócio do zero pode ser um empecilho para quem busca começar a vender online, motivo pelo qual esse tipo de plataforma é tão popular.

Nesse sentido, o cliente, que já conhece a plataforma do marketplace, pode acessá-lo e, então, comprar de diferentes marcas que vendem seu produto ou serviço em um mesmo site, expandindo as opções de quem compra e aumentando a lucratividade de profissionais e lojas de diversos ramos.  

Por esse motivo, muitas lojas estão deixando de ter espaços físicos e vendendo apenas na modalidade online, tanto por ser possível ter uma maior exposição quanto pelos gastos em infraestrutura, que reduzem consideravelmente em um e-commerce.

5 vantagens de vender em um marketplace

O grande crescimento dos marketplaces não é por acaso, já que esse tipo de plataforma oferece muitos benefícios aos lojistas.

1. Mais um canal para vender produtos

Com o marketplace, é possível vender produtos em mais de uma plataforma, o que aumenta a visibilidade da marca.

2. Mais visibilidade

Por meio do marketplace, é possível aumentar a exposição dos produtos sem que isso implique em um aumento no investimento. Essa é uma ótima forma de chegar até mais pessoas, já que as plataformas de marketplace já são bem conhecidas e atraem muitos acessos diários, o que gera muito mais atenção do que uma loja física, por exemplo.

3. Estrutura propícia para vendas

Por contar com uma estrutura preexistente e bem reconhecida entre os consumidores, a possibilidade de lucro é muito maior. Geralmente, as plataformas de marketplace são pensadas de forma meticulosa para atrair a atenção do consumidor, o que é comprovado pelo alto número de acessos que recebem.

4. Possibilidade de atrair novos clientes

Com uma maior exposição, as chances de atrair novos clientes aumentam consideravelmente.

5. Oportunidade de aumentar lucros 

O aumento da visibilidade somado a um investimento menor tende a elevar a lucratividade da empresa.

Como vender em marketplaces?

Para começar a vender em um marketplace é preciso, em primeiro lugar, cadastrar-se em uma plataforma, que deve ser condizente com o tipo de produto ou serviço oferecido pela empresa.

É importante ressaltar que a facilidade oferecida por uma plataforma de marketplace não exclui o fato de que uma empresa, incontestavelmente, deve ter uma boa gestão interna para dar certo. 

Portanto, atenção à forma de pagamento, prazos e forma de entrega, bom atendimento ao cliente, uma gestão de contas eficiente e precisa, além, é claro, de uma boa experiência de compra de forma geral. Isso faz toda a diferença na trajetória de qualquer empresa. 

Com uma diversidade imensa de marketplaces no mercado, muitas lojas optam por vender seus produtos em mais de uma plataforma, o que geralmente significa muito mais exposição e lucratividade para a empresa. Nesse caso, é possível usar um integrador de marketplace, que busca integrar faturamento, estoque e outras informações vitais para a gestão do negócio em um mesmo sistema.

Marketplace como potencial de crescimento

O marketplace é uma alternativa econômica e eficiente de vendas online, onde uma única plataforma já existente e conhecida reúne diversos vendedores, conectando o consumidor a inúmeras marcas.

Isso representa um grande crescimento nas vendas online no país, além de ser uma ótima forma de, como vendedor, ingressar no e-commerce sem ter que investir tanto em logística e criação de um negócio online do zero. Ficou interessado? Leia mais sobre as muitas vantagens de vender em um marketplace

banner cta empreendedor

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
termo de uso
Entenda a importância dos termos de uso e da política de privacidade para garantir a segurança dos dados dos seus
OTIF: gestão de logística.
Conheça indicador que promove economia e eficácia
envio de encomendas: do empacotamento ao frete
Dicas para lojistas virtuais indicando cada passo para o envio de mercadorias: do empacotamento ao frete. Confira!