Como o microempreendedor pode superar desafios em tempos de crise

Em tempos de crise, o microempreendedor precisa reinventar seu negócio em busca de produtos e serviços conforme a demanda. Confira dicas de como fazer isso.
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Identificar oportunidades faz parte do perfil de quem é microempreendedor e coloca esforços em abrir o próprio negócio. No entanto, para que a empresa prospere e gere lucros, é necessário que o empreendedor assuma, também, o papel de empresário.

Assim, é necessário que o microempreendedor esteja atento a três valores de uma gestão de negócios bem-sucedida: resposta rápida às mudanças, adaptação a novos cenários e custo baixo de operação.

Um dos desafios impostos pelo isolamento social foi a aceleração da transformação digital. Isso tanto para alocar funcionários em regime home office, aderir ao delivery para entrega de produtos, oferecer a prestação de serviços por chamadas de vídeo ou adaptar o local de trabalho para seguir as diretrizes da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Como é a liberdade econômica no Brasil?

Somam-se aos novos desafios o quadro econômico do Brasil e as dificuldades enfrentadas por uma microempresa. Segundo estudo realizado pelo Instituto Fraser, o país está na 120ª posição em relação à liberdade econômica no ranking global.

A análise incluiu verificação de condições de regulamentação para microempresas, liberdade de comércio internacional, investimentos do governo no empreendedorismo no Brasil, tributação incidente sobre os negócios e estrutura do sistema legal e direitos de propriedade.

Segundo o Sebrae, uma em cada quatro empresas brasileiras fecha as suas portas antes de completar 2 anos. Por isso, é necessário investir tempo em pesquisa de mercado do segmento em que sua empresa está inserida, realizar mentorias com entidades focadas em desenvolver microempresas e aprender sobre gestão financeira.

Neste ponto, a Omie pode auxiliar. Confira nossas dicas sobre como organizar a estratégia financeira da sua empresa com seu contador, conectar e integrar as diferentes frentes da empresa para crescer e como controlar o dinheiro que entra e sai.

Portanto, esteja preparado! Com excelentes profissionais sobre os temas que envolvem a gestão de negócios, a Omie Academy disponibiliza diversos cursos com conteúdos práticos e focados na resolução de problemas de empreendedores de diversos segmentos.

Qual a importância do empreendedorismo atualmente?

O empreendedor é o profissional que mais assume riscos em tempos de incerteza. Neste cenário, a importância do empreendedorismo vem na atuação em três etapas: preparação, resposta e recuperação.

A partir do histórico de momentos de instabilidade da pequena empresa, o dono do negócio pode se preparar para uma condução de crise mais assertiva. Ou seja, tomar decisões baseadas em dados sobre o desempenho do seu negócio nos últimos anos.

Na hora de elaborar a resposta, busque por um plano de negócios que possua o menor investimento. Em um cenário desafiador, procure inspirar sua equipe para assumir riscos.

Por fim, a etapa de recuperação passa por uma desaceleração do crescimento do negócio, que pode vir atrelada a uma reformulação da visão, missão e valores. É importante, neste momento, que o empreendedor demonstre qual o papel da organização na sociedade e na vida de seus clientes.

Como usar a criatividade para construir negócios lucrativos

Outro desafio atual é o de repensar modelos tradicionais. Neste ponto, a necessidade da criação de novos produtos e serviços também poderá ser uma oportunidade para o surgimento de negócios inovadores.

Assim, a criatividade atrelada ao conhecimento de mercado são ferramentas para a construção de soluções. Um dado significativo é o aumento nas buscas das pessoas por “entregas perto de mim”, por exemplo. As informações são do Google Trends.

5 dicas para empreendedores em momentos de crise

Abaixo, separamos cinco dicas para superar os principais desafios da crise:

1. Mantenha contatos e crie parcerias

Aproveite para unir forças neste momento. Procure por negócios que são do mesmo ramo que o seu e proponha soluções complementares, oferecendo um pacote ainda mais completo ao consumidor final com um preço mais em conta.

2. Crie um fundo de reserva

O ideal é que você possua um caixa de, no mínimo, 3 meses. Por isso, é fundamental contar com um sistema de gestão integrado que forneça informações sobre o fluxo de caixa, contas a pagar e a receber e faturamento em tempo real.

3. Invista no atendimento ao cliente

Cliente satisfeito é a melhor propaganda. Invista em um atendimento personalizado, seja presencial ou através de um canal online. Ofereça diferentes formas de contatar sua empresa  e mantenha uma comunicação resolutiva de problemas.

4. Diversifique produtos

Procure desenvolver, pelo menos, duas frentes de atuação. A primeira é a sua principal fonte de renda e como você ganha dinheiro no momento. Já a segunda envolve produtos e serviços secundários que poderão superar a fonte de renda principal, caso seja o objetivo de crescimento, ou substituí-la conforme demanda.

É o caso de restaurantes que oferecem uma experiência diferenciada no estabelecimento comercial e, também, tornaram o delivery algo extraordinário.

5. Trabalho horizontal

Empresas que possuem funcionários autônomos e com “visão de dono” tendem a se recuperar mais rápido. Por isso, invista no desenvolvimento de pessoas, planos de carreira e pacote de gratificações.

Características de um bom empreendedor

Para obter sucesso na jornada empreendedora, é preciso que o microempreendedor procure suporte para se tornar um líder no que diz respeito ao conhecimento sobre mercado e autoconfiança frente à tomada de decisões.

Outro diferencial é ter clareza do real valor do negócio e do propósito da empresa, além de possuir um bom relacionamento com os clientes, funcionários engajados na busca por resultados e um sistema de gestão que fornece agilidade no dia a dia.

E lembre-se de investir na sua própria formação, no aprendizado de ferramentas para gestão financeira e precificação e de monitorar os dados dos diferentes setores da empresa, do administrativo ao pós-venda, para seguir o planejamento financeiro e estratégico estabelecido.

5f31460ca39411e1dbaa6823 JOTapF3o Pn BgjeSjUs0jDXH9bmY0c3ITKgtMHYgYDSfh9MOOpj7IiPY4vjGa7dow4AwhjDfwDoOtdmq0OK5nLh8TgiXPlJpZpOvqsyM37dNXO0VRU fYLarDKo8LvpU2tFmu8 1
Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
PLR: participação de lucros
A PLR é uma vantagem e um plano para elevar o envolvimento do time. Aprenda como adotar em sua empresa!
o que é DP "departamento pessoal": mulher cumprimentando outra pessoa
Descubra a importância e a rotina do Departamento Pessoal para a sua empresa. Tire suas dúvidas aqui!
Como gerar NIRE MEI e ficar em dia na Junta Comercial?
O NIRE MEI é fundamental para a formalização e operação legal do Microempreendedor Individual, conferindo credibilidade e acesso a serviços