Orçamento de vendas: o que é e como fazer?

Entenda o que é um orçamento de vendas e como ele pode ajudar a sua empresa a se planejar financeiramente para crescer de forma estratégica. Confira!
Navegação Rápida
Navegação Rápida

Você sabe o que é orçamento de vendas? Ou a importância que ele tem para o seu negócio? Podemos adiantar que ele é fundamental e oferece a previsibilidade necessária para facilitar o planejamento financeiro. 

Com ele você consegue ter uma boa ideia da quantidade de vendas realizadas, das saídas de estoque e outras projeções que te ajudam a impulsionar um crescimento saudável da sua empresa. 

Continue a leitura e entenda mais sobre o orçamento de vendas, sua importância e, principalmente, como fazer um. Aplique as melhores práticas no seu negócio hoje mesmo!

 

O que é orçamento de vendas?

O orçamento de vendas nada mais é do que um documento que ajuda os empreendedores a calcular as estimativas de lucros e recebimentos do seu negócio em um determinado tempo. 

Em outras palavras, é um documento em que você irá projetar a quantidade de vendas que deverão ser realizadas em um período pré-determinado, geralmente, mensal, trimestral ou anual, bem como a receita que deverá ser gerada. 

Ou seja, nele você deverá documentar quais as expectativas que você tem para as vendas da sua empresa. Essa previsão considera diversos fatores como as vendas anteriores, os concorrentes e o comportamento econômico do mercado. 

Um orçamento de vendas completo precisa contar com as seguintes informações: 

  • Declaração de renda: com dados sobre a receita líquida;
  • Balanço: com informações sobre ativos, passivos e patrimônio líquido;
  • Fluxo de caixa: uma demonstração do fluxo de caixa, das entradas e saídas de dinheiro. 

Ele é de extrema importância, já que essa análise e entendimento de vendas torna o orçamento empresarial mais efetivo. Sendo assim, na hora de montar seu orçamento de vendas você deve contar com dados reais, para que as metas possam ser traçadas com maior assertividade. 

Exemplo de orçamento de vendas

Como orçamento de vendas, por exemplo, pense o seguinte: você percebeu que a sua empresa não vende muito bem durante os meses de setembro. Para resolver esse problema, propõe-se uma nova meta de vendas.

Por isso, foi criado um orçamento para definir estratégias que te ajudarão a atingir essas metas e garantir que as vendas saiam conforme o previsto. Nele, você não vai definir apenas os valores que pretende conquistar, mas também as ações que serão necessárias para atingir a meta desejada. 

Neste caso, você pode pensar em descontos, ou outras promoções, que o ajudem a vender mais, mesmo em meses de baixa demanda. 

 

Por que fazer um orçamento de vendas 

Você deve ter percebido que o orçamento de vendas é um documento bem importante para a gestão empresarial. Ele é um grande aliado na hora de determinar a estimativa de faturamento de um negócio.

É a partir dessa previsão sobre a quantidade de vendas que é possível realizar o controle financeiro de forma assertiva. 

Entre outros motivos, para que você comece a realizar o orçamento de vendas na sua empresa, estão: 

  • Maior previsão do que pode entrar e sair do caixa;
  • Maior planejamento dos gastos;
  • Melhor visualização entre os planos e as ações.

Além disso, ele também ajuda a definir a precificação dos seus produtos ou serviços, de forma que ela seja coerente com o mercado, mas sem prejudicar o desempenho de vendas. 

Bannner para conhecer o sistema

Como fazer um orçamento de vendas?

Agora chegou o momento de entender como fazer um orçamento de venda bem assertivo, simples e estratégico para o seu negócio. 

Antes de mais nada, é importante ter em mente que o documento necessita de várias etapas para ser realizado e que, quanto mais completas elas estiverem, melhores serão os resultados. Dito isso vamos às etapas! Confira abaixo quais são e o que deve estar em cada uma. 

Estude o histórico de vendas da empresa

Uma das coisas que não podem faltar nas estratégias de vendas de uma empresa é a análise do histórico. Por isso, esse é o primeiro passo. Nele você deverá verificar, por exemplo, quanto foi gasto nos últimos meses com a produção e quanto você faturou com isso. 

Assim, você conseguirá ter uma visão mais detalhada de quanto você gasta para produzir determinado produto e o quanto você recebe de lucro das vendas dele. Isso irá te oferecer um norte na hora de iniciar o próximo passo. 

Prepare uma base de dados

Com os dados coletados em sua análise, você deverá fazer uma comparação entre os itens vendidos e os que ficaram parados no estoque, por exemplo. 

Nessa base de dados, indique as quantidades vendidas, a média de preço dos concorrentes e a demanda pelo produto. Isso vai direcionar melhor suas estratégias de vendas para atingir o público-alvo correto. 

Entenda seu público 

Saber como definir o público-alvo é essencial para toda e qualquer empresa. Afinal, você precisa ter certeza de que está se comunicando com o perfil ideal de cliente para o seu negócio. Assim, é possível direcionar melhor as estratégias de vendas e marketing.  

Além disso, ao entender bem o seu público, você consegue oferecer novas soluções, ou antecipar tendências de mercado, por exemplo, aumentando suas chances de crescimento no mercado. 

Pesquise sobre o mercado em que atua

Depois de identificar seu público-alvo, você precisa se aprofundar um pouco mais no mercado em que atua. Mesmo entendendo sobre ele e sobre os seus concorrentes, é preciso ir além, garantindo uma visão mais ampla. Para isso, se pergunte se:

  • O seu mercado ou área de atuação está crescendo, ou diminuindo nos últimos anos?;
  • Quais são os seus diferenciais? O que te destaca da concorrência?;
  • Quais mudanças seu segmento vem enfrentando nos últimos anos?;
  • O seu mercado precisa estar em constante mudança para atrair novos clientes?

Essas são algumas perguntas que vão te guiar nesta etapa e ajudar a identificar as oportunidades e ameaças que podem surgir. 

Faça estimativas

Com todas essas informações bem detalhadas em mãos, é o momento de começar a realizar as estimativas do seu orçamento de vendas. Os dados coletados vão tornar essa etapa mais simples. 

É nesse ponto que você irá analisar quais as quantidades necessárias de cada item para a produção, quantas vendas podem ser realizadas, entre outros detalhes já apresentados. Com isso, você melhora o controle de estoque e evita desperdícios pelos próximos meses, por exemplo. 

Elabore um modelo de orçamento de vendas

Essa é a etapa em que você vai de fato montar o seu orçamento de vendas. Você pode montá-lo em uma planilha ou quadro, com as seguintes informações:

  • Previsão de vendas: definidas com base na estimativa;
  • Preço por unidade: indicando reajuste de preço, se necessário;
  • Receita bruta;
  • Impostos;
  • Receita líquida: considerando o valor dos impostos descontado. 

Essas são as principais informações que devem constar em seu orçamento de vendas, sempre separadas pelo período desejado. Se preferir, pode adicionar os gastos fixos e variáveis. Lembre-se que esses valores podem mudar e, com isso, demandar atualização constante em seu orçamento. 

Realize o monitoramento

Por fim, com todas as etapas anteriores realizadas, você precisa acompanhar de perto a evolução do que foi planejado em seu orçamento de vendas. Essa etapa é muito importante, pois permite que você ajuste o que for necessário para atingir a meta de vendas. 

Você pode determinar seus próprios indicadores como as ligações, taxas de conversão, novos clientes, saída de estoque e muito mais! O importante é acompanhar de perto e garantir que tudo está saindo conforme o planejado.

 

Garanta dados reais para seu orçamento de vendas

Como você pôde perceber, o orçamento de vendas é um documento muito importante para a gestão financeira e sucesso de vendas para uma empresa. É com ele que você consegue antecipar as estimativas de lucro e agir para que o retorno seja positivo.

Para que isso aconteça, é essencial que os dados e informações utilizados como base na elaboração do documento sejam reais e transparentes. A melhor maneira de consegui-los é contando com o ERP da Omie.

Com ele você gera relatórios de vendas, finanças, estoque, tudo isso de forma rápida e intuitiva. Com dados reais e atualizados constantemente, um orçamento de vendas bem estratégico será realizado. Caso você tenha dúvidas sobre como gerenciar seu estoque e vendas, conheça as principais etapas no Blog Omie.

Compartilhe este post
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Conteúdos relacionados
A importância da gestão comercial
Saiba mais sobre a gestão comercial, como ela funciona, sua importância e porque o seu negócio deve adotar essa prática.
conheça os principais de indicadores de vendas
De leads a lucros: saiba como medir e melhorar seu desempenho com 8 indicadores de vendas.
Gestão de Vendas
Seu faturamento pode crescer ao realizar a gestão de vendas. Descubra como implementar na sua empresa!